Games
Games
Digital Drops Blog de Brinquedo

Asus lança projetor portátil, monitor profissional e mouse para gamers

Por em 24 de abril de 2015

asus_s1_projetor

Outras novidades da Asus no seu evento a bordo de um navio foram o pequeno e versátil projetor S1, o monitor profissional X e o mouse Gladius, além do touchpad Whetstone. O projetor S1 Mobile LED foi feito para apresentações de última hora, mas também tem alguns truques na manga, como a bateria interna que dura até três horas de uso contínuo, e que também pode ser usada para recarregar a bateria do seu smartphone. Apesar de ter apenas 3 cm de altura, ele consegue projetar uma tela de 41 polegadas a um metro de distância. Se você não tiver um sistema de som, pode usar as caixas de som SonicMaster do próprio S1. Como ele pesa 342 gramas, dá pra levar na mochila sem problemas. O projetor vai custar R$ 1.599,00.

asus_monitor_proart

O monitor PA249Q ProArt Series tem 24 polegadas e tecnologia AH-IPS e foi criado para uso profissional. A resolução Full HD não é tão alta, mas ele tem ótima fidelidade de cores para edição de vídeos ou criação de materiais impressos. O ângulo de visualização de 178 graus, assim dá para mostrar o seu trabalho para vários clientes ao mesmo tempo. O preço é salgado, R$ 3.299, mas mais em conta do que alguns concorrentes.

asus_gladius

Apresentado na Computex do ano passado em Taiwan, o mouse Gladius da marca ROG (Republic of Gamers) feito com o apoio de vários times campeões de jogos na Ásia. O Gladius tem botões que permitem a troca de switches e formato ergonômico, com uma resoluçãoo de 6.400 dpi e 50 G de aceleração. O preço no Brasil é R$ 499.

asus_whetstone_gladius

Pra usar o Gladius, nada melhor que a base de silicone antiderrapante Whetstone criada especialmente para ele, o único problema é que ela custa R$ 239. O mouse Gladius e o mousepad Whetstone chegam em dois meses.

emComputadores Destaques Periféricos

Governo americano passa a ver games como aliados

Por em 24 de abril de 2015

kids-playing

Recentemente comentei por aqui sobre como o governo dos Estados Unidos pretende utilizar os games para incentivar os estudos e de acordo com Mark DeLoura, profissional que por dois anos trabalhou dentro da Casa Branca como assessor de mídias digitais, os políticos da Terra do Tio Sam realmente passaram a enxergar os jogos eletrônicos de outra maneira.

Tendo em seu currículo passagens pela Ubisoft, THQ e Nintendo, o sujeito revelou que o evento que serviu como início de tal mudança foi o Massacre de Sandy Hook, quando um adolescente entrou em uma escola e matou 27 pessoas. Aquilo fez com que várias pessoas ligadas à indústria participassem de uma reunião na sede do poder americano e conseguissem abrir os olhos dos políticos.

continue lendo

emMiscelâneas

Dark Souls II: Scholar of the First Sin — Review

Por em 24 de abril de 2015

dark-souls-2-4

Certa vez Friedrich Nietzsche disse que aquilo que não nos mata, nos fortalece, mas quando o filósofo alemão elaborou tal raciocínio, ele não poderia imaginar que um dia Hidetaka Miyazaki daria vida à série Souls.

Desde o Demon’s Souls até o mais recente capítulo da franquia, o Dark Souls II: Scholar of the First Sin, será justamente a constante presença da morte que nos tornará mais poderosos, transformando em um jogo eletrônico a ideia de que só aprendemos com os erros que cometemos e com as pancadas que levamos.

continue lendo

emAnálises Computadores Destaque Games Microsoft Sony

Steam e os mods pagos: uma boa ou uma má ideia?

Por em 24 de abril de 2015

skyrim-mod

O PC como plataforma de jogos sempre teve uma vantagem em relação aos consoles que considero importantíssima: a facilidade (mesmo que em alguns casos não tão fácil quanto gostaríamos) de modificarmos os games. Isso pode aumentar consideravelmente a vida útil de um título, fazer com que ele continue funcionando mesmo em sistemas mais novos e permitiu que muitos grandes sucessos sacudissem a indústria, como por exemplo o Counter-Strike, DayZ e DOTA.

Ao notarmos como alguns títulos foram amplamente alterados e até melhorados pela comunidade, casos do The Elder Scrolls V: Skyrim e mais recentemente do Cities: Skylines, é fácil perceber porque muitas pessoas preferem adquirir seus games nos computadores e porque a Valve chegou a criar uma área no Steam dedicada a essas modificações, mas agora a empresa decidiu que seria uma boa permitir que aqueles que se dedicam a essas criações lucrem com elas.

continue lendo

emComputadores

Tencent é a empresa de games que mais lucrou no último ano

Por em 23 de abril de 2015

league-of-legends

Em 2014 a Newzoo divulgou um relatório que apontava a Tencent como a maior empresa de games do planeta, um monstro que havia arrecadado US$ 5,3 bilhões de dólares durante o período e com um impressionante crescimento de 37%, a companhia chinesa dona da Riot Games e de parte da Epic Games acaba de ser coroada como aquela que mais faturou no último ano fiscal.

Outra que registrou uma melhora significativa foi a Sony, que de US$ 4,7 bilhões passou para US$ 6 bilhões, porém, nenhuma viu um salto tão grande quanto o Google, 89% entre os dois últimos anos fiscais, saltando de US$ 1,4 bilhão para US$ 2,6 bilhões.

continue lendo

emIndústria

nVidia lança guia para configuração gráfica do GTA V

Por em 23 de abril de 2015

grand-theft-auto-5

Jogar no PC e ter a possibilidade de aproveitar um game com a melhor qualidade visual possível é sem dúvida uma das principais vantagens da plataforma, mas com tantas configurações que podem ser alteradas, é fácil ficarmos um tanto perdidos.

Pois se você está sofrendo para descobrir como cada opção altera o Grand Theft Auto V, saiba que a nVidia publicou um excelente guia onde podemos ver rapidamente como o jogo ficará se aumentarmos ou reduzirmos a qualidade de alguns efeitos e a menos que você tenha um PC capaz de rodar o título com tudo no máximo, o trabalho feito pela empresa será de grande ajuda.

continue lendo

emComputadores

Metal Gear Solid V e o curioso caso do transplante de cabeças

Por em 23 de abril de 2015

Metal-Gear-Solid-V-The-Phantom-Pain

Hideo Kojima é um gênio não só pelos jogos que cria, mas também pela maneira como os divulga. Porém, nos últimos dias o game designer viu seu nome envolvido em uma polêmica que pode acabar se transformando numa das jogadas de marketing mais fantásticas da indústria de games… ou num tremendo fiasco.

A história começa em 2010, quando Kojima-san deu uma misteriosa declaração em seu Twitter ao falar sobre o seu novo projeto, jogo que meses depois acabaria sendo confirmado como o Metal Gear Solid V: The Phantom Pain. Naquela ocasião ele disse o seguinte:

continue lendo

emDestaques Games Medicina Miscelâneas