Fotografia
Fotografia
Digital Drops Blog de Brinquedo

Pentax 645Z – médio formato para as massas

Por em 17 de abril de 2014

A Ricoh chega chutando o pau da barraca e coloca no mercado sua nova câmera de médio formato. A Pentax 645Z vai seguir a tradição de sua antecessora e ser a câmera de médio formato mais barata do mercado. Tudo bem, ainda é cara, mas com algum sacrifício (e vendendo os rins e o fígado) é possível comprar uma. Quando fotografávamos com filme, os fotógrafos arrogantes (será que isso existe?) apontavam para os iniciantes e diziam que os verdadeiros profissionais utilizavam câmeras de médio formato. Como hoje a brincadeira é bem mais cara, a história mudou para câmeras full frame. Ou seja, a mesma pataquada de sempre.

Mas, voltando ao lançamento da Ricoh, eles tiveram a mesma idéia da Hasselblad (inspiração ou mentes que funcionam igual?) de colocar na câmera um sensor CMOS em vez do bom e velho CCD. Essa decisão torna possível coisas que eram verdadeiras limitações das câmeras de médio formato, como a utilização de ISOs elevados e capacidade de fazer várias fotos por segundo. A 645Z  chega com um sensor CMOS de 44x33mm  com 51,4 megapixels de resolução máxima e um design com curvas mais arredondadas. A câmera pode fotografar em ISO 204.800 e fazer 03 fotos por segundo no modo contínuo. Além disso ela possui visor LCD articulado de 3,2 polegadas e capacidade de gravar vídeos em 1080/60i. Aproveitando a onda de conectividade que está invadindo o mercado de câmeras digitais, a 645Z é compatível com o Pentax Flucard, um cartão SD que oferece transferência de imagens via Wi-Fi, NFC e oferece também a possibilidade de controlar a câmera remotamente. Aliás, essa é uma coisa interessante, pois desde a versão anterior a médio formato da Pentax trabalha com cartões SD. No caso da 645Z estamos falando de um slot duplo com compatibilidade com cartões SDHC e SDXC. A câmera pode gerar arquivos em RAW, TIFF ou JPEG (esse último é meio estranho em uma câmera deste porte).

A nova câmera também apresenta proteção contra as intempéries, podendo resistir ao frio, poeira e chuva (leve) apresentando 76 pontos de selamento no corpo. A intenção aqui é clara. A Ricoh quer que a Pentax 645Z seja uma câmera que possa ser utilizada fora do estúdio fotográfico. A maior parte das câmera fotográficas digitais de médio formato apresentam resultados maravilhosos em estúdio, mas não são indicadas para situações em que não haja controle total da luz. Ao que parece a Ricoh quer mudar isso.

A nova Pentax 645Z vai chegar ao consumidor com um preço sugerido de US$ 8.499,00 (apenas o corpo). A Ricoh também anunciou a disponibilidade de 13 novos modelos de lentes nos Estados Unidos. Olhando a lista, e tendo em vista que são lentes de grande qualidade, os preços não são exorbitantes. Por exemplo, é possível levar uma SMC-645 FA 75mm f/2.8 para casa pela bagatela de US$ 839,00. A lente mais cara do novo pacote é a  SMCP-FA 645 300mm f/5.6 ED que está saindo por US$ 5.759,00.

pentax_645Z

 

Fonte: Dpreview

emÁudio Vídeo Fotografia Equipamentos

Câmara dos Deputados aprova regulamentação para profissão de Fotógrafo – será?

Por em 15 de abril de 2014

Fotografo

Hoje os sites, blogs, listas de discussão e as mídias sociais que lidam com o tema fotografia foram invadidas pela notícia de que a Câmera dos Deputados havia aprovado a proposta de regulamentação da profissão de fotógrafo. Ou seja, fujam para as montanhas. Bem, mas não creio que o caso tenha sido esse. O projeto, ao que parece, não passou por nenhuma votação no plenário e, pelo que eu saiba, ele estava em discussão nas comissões que analisam os projetos antes da votação final. O próprio texto das várias notícias publicadas em blogs afirmam que “A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou na última terça-feira (8) proposta que regulamenta a profissão de fotógrafo em âmbito nacional. De autoria do deputado Fernando Torres (PSD-BA), o projeto (PL 2176/11) segue para o Senado”. Ou seja, ainda não vamos nos desesperar.

E por que desesperar? Bem, embora um monte de gente desconhecida esteja fazendo campanha para que o projeto seja aprovado o mais rápido possível, também temos uma quantidade expressiva de fotógrafos conhecidos (e reconhecidos) levantando a discussão de que o projeto está muito mal redigido e que não vai ajudar em nada a profissão de fotógrafo. Pela proposta, somente quem possuir diploma de curso superior, curso técnico, ou estar trabalhando na área pelo menos a dois anos, na data de promulgação da Lei, vai poder exercer a profissão de fotógrafo. E é só isso. Do jeito que está ele apenas vai criar uma reserva de mercado para quem já trabalha ou que gastou uma grana em um curso superior. Isso é muito pouco, ainda mais em uma profissão onde a sensibilidade e olhar artístico são importantes para o bom desenvolvimento das atividades. Várias dúvidas são levantadas em como vai ficar a atividade profissional de uma quantidade gigantesca de fotógrafos que atuam em uma igualmente gigantesca variedade de serviços fotográficos.

Talvez nossa amada fotografia seja algo impossível de ser regulamentada. Como criar parâmetros para determinar quem pode e quem não pode ser fotógrafo, uma vez que temos profissionais brilhantes que nunca passaram por uma faculdade de fotografia? O que vejo é o medo de muito profissional de que o mercado seja ainda mais fragmentado por uma quantidade enorme de novos profissionais que estão começando a trabalhar. Mas, o problema do mercado não é a quantidade de pessoas trabalhando, e sim a Educação Financeira de cada um. Quem cobra muito barato morre na praia. O problema é quando profissionais mais experientes passam a cobrar barato também. Ou seja, nós somos culpados pelo ciclo vicioso e creio que nenhuma lei, sindicato, associação ou carteira profissional vão mudar isso.

 

emÁudio Vídeo Fotografia Destaques Notícias

3º NewBorn Photo Conference — nós participamos

Por em 15 de abril de 2014

Aconteceu nos dias 10 e 11 de abril de 2014 em São Paulo um dos eventos mais esperados para aqueles que trabalham na área de fotografia de recém nascidos. Estamos falando do NewBorn Photo Conference que já está chegando a sua a 3º edição. O evento é capitaneado pelo IIF (Instituto Internacional de Fotografia) que conseguiu manter o nível de qualidade dos eventos anteriores. Com o teatro lotado, com cerca de 400 a 500 pessoas, que se encontravam ali pelo mesmo motivo, aprimorar suas técnicas para este tipo de fotografia ou pegar os primeiros passos para começar neste ramo. Ali encontramos fotógrafos de todos os níveis de conhecimento, mas todos com um único foco, o newborn!

Foram 3 palestras por dia, e para estrear o evento, o fotografo Cristiano Borges, pela segunda vez no palco do Newborn  Conference, veio para quebrar o paradigma de que homem não sabe e pode fotografar recém nascidos. E ele mostrou tudo o que sabe, desde a preparação do estúdio, a higienização para lidar com os bebês, equipamentos essenciais para tornar uma foto melhor. Cristiano comenta a respeito do valor a se cobrar pelo trabalho e deixa claro: “Fotografia de Recém Nascido tem o seu valor, e não simplesmente um preço.
continue lendo

emÁudio Vídeo Fotografia Promoção Resenhas

Feira Fotografar 2014

Por em 14 de abril de 2014

Você conhece a Feira Fotografar?  Não? Então está na hora de conhecer. O evento foi realizado pela primeira vez em 2007 e foi capitaneado pela revista FHOX, publicação que é referência dentro do meio profissional da fotografia. A proposta era reunir diferentes segmentos da fotografia profissional em um lugar bem organizado para que houvesse a troca de informações e contatos profissionais. Na época acreditamos que seria apenas uma cópia da Photo Image Brasil, mas a coisa se desenvolveu de uma maneira muito satisfatória. Na Feira Fotografar, justamente pelo aspecto mais compacto e melhor direcionado, você pode realmente conversar com o seu fornecedor de álbuns, fotopresentes, equipamentos fotográficos ou de estúdio. Lá é possível fazer negócios e encontrar a galera do design, da fotografia de casamento, de formatura, do book e de todas as possibilidades que envolvem o nosso mercado. Visitei a feira algumas vezes e sempre sai de lá muito satisfeito.

A Fotografar deste ano começa amanhã, dia 15 de abril, e vai se realizar mais uma vez no Centro de Convenções do Shopping Frei Caneca, em São Paulo. As portas vão se abrir às 13:00 e você pode visitar o evento até as 20 h. Serão três dias com os melhores expositores do mercado e com entrada gratuita. Você só precisa fazer o credenciamento no site do evento (o credenciamento foi encerrado no site, mas vai estar liberado nas portas do centro de convenções). Em 2013 foram 28 mil visitantes que tiveram a sua disposição 9 mil metros quadrados de espaço para a feira com 80 expositores representando 150 marcas.

Embora a Feira seja gratuita, existem eventos paralelos que possuem inscrição e pagamento para poder participar. O primeiro é o Congresso Fotografar que aposta na fórmula consagrada de palestras para poder passar o conhecimento para o expectador. São três dias de apresentações com profissionais nacionais e internacionais sobre os mais variados temas , mas com destaque para o que está na moda dentro da fotografia, como o casamento e o newborn. Também teremos os Workshops práticos, onde os temas estão girando entre marketing, casamento, aniversário infantil e casamento. Nessa parte também temos profissionais internacionais e nacionais. Cada workshop possui um valor específico, que vai variar de acordo com a nacionalidade e fama do fotógrafo. Também vai estar ocorrendo dentro destes três dias o 5º Forum Brasileiro das Empresas de Formatura, oportunidade para se atualizar dentro deste ramo que vem crescendo muito nos últimos anos. E por fim, porém não menos importante, o Fórum Fine Art Inside que se mostra a oportunidade de discutir a questão do preço na fotografia autoral e os principais desafios do mercado.

Uma boa oportunidade para enriquecer os conhecimentos.

feira fotografar 2014

 

emÁudio Vídeo Fotografia Notícias

Smithsonian quer ajuda para escolher as melhores fotos do ano

Por em 14 de abril de 2014

É gratificante ver a quantidade de concursos fotográficos que temos atualmente. O melhor é que muitos deles são organizados por grandes instituições, mostrando que a fotografia passou a ter uma estratégica importância dentro do cenário mundial. Não poderia ser diferente, pois a tecnologia digital tornou possível que várias pessoas se tornassem produtores de conteúdo através da imagem. Podemos confirmar isso com a quantidade absurda de imagens que são enviadas para os serviços de compartilhamento todos os anos. Tubo bem que existem muitas pessoas sem o mínimo conteúdo produzindo imagens, mas a quantidade de boas imagens também é gigantesca. Câmeras fotográficas ainda são caras, mas se tornaram acessíveis a uma quantidade significativa da população (sem falar de celulares e tablets). É esse diferencial que tornou a fotografia tão popular.

Quem está encerrando o seu 11º Concurso Fotográfico é a revista do Smithsonian, que já fez todo o processo de filtragem das imagens inscritas e agora abre espaço para os leitores votarem nas finalistas. Foram mais de 50 mil fotografias inscritas que vieram de 130 países diferentes. Os jurados do concurso fizeram o trabalho difícil e separaram 60 fotografias (10 por categoria) que estão em votação no site da revista. As categorias que estão em votação são: Natureza, Viagem, Pessoas, América, Fotos Alteradas e Mobile. Aliás, a categoria Mobile está presente pela primeira vez, mostrando a força que a fotografia feita com celulares e tablets está ganhando nos últimos anos. Você pode votar em quantas fotos quiser no site da Smithsonian Magazine, mas só pode mandar um voto a cada 24 horas. O prazo final para votação é o dia 06 de maio, sendo que o resultado vai ser divulgado no dia 15 de Maio. E provando que eles não estão para brincadeira, o no mesmo dia do anúncio dos vencedores da 11º edição do concurso, já serão abertas as inscrições para o 12º Concurso Anual.

Eu, particularmente, não gosto de concursos onde o resultado é decidido por votação popular. O principal quesito passa a ser o tamanho da torcida de um fotógrafo e não a qualidade de sua imagem (vide o concurso do pôr-do-sol mais bonito do Brasil), mas a escala de participação do concurso do Smithsonian é global. Talvez esse fator ajude a equilibrar o resultado.

Smithsonian_concurso_fotografico

emÁudio Vídeo Fotografia Concursos

Samsung envia convites para lançamento do suposto Galaxy K Zoom

Por em 14 de abril de 2014

samsung-galaxy-k-zoom-invitation

A Samsung agendou um evento para o dia 29 de abril, uma terça-feira para falar de seu mais novo produto, e ao que tudo indica parece que os rumores acerca do Galaxy S5 Zoom estão prestes a se confirmar, embora os últimos rumores tenham apontado para uma diferente nomenclatura, algo que é mencionado no convite.

continue lendo

emÁudio Vídeo Fotografia Computação móvel Comunicação Digital Equipamentos Hardware Mercado Planeta Sem Fio

Explicando a Foto: Raphael Will

Por em 10 de abril de 2014

Como digo sempre, vivendo e aprendendo. No mundo da fotografia isso é uma verdade absoluta. Por mais que dominemos um assunto, sempre tem alguma coisa que você ainda pode aprender. No meu caso existe minha gigantesca curiosidade em fotografia macro e astrofotografia. Mas, as vezes alguns assuntos que nunca pensamos em estudar aparecem em nosso caminho. Em março fui ministrar um workshop em na cidade de Presidente Epitácio sobre Ensaio Fotografico e Fotografia Autoral e, no meio dos alunos, encontrei o Raphael Will que se mostrou especialista em fotografia panorâmica, mais especificamente o 360º. E não estou falando em um curioso sobre o assunto, e sim em alguém que realmente está desenvolvendo a atividade profissionalmente. Claro que não perdi a oportunidade de pedir para o Raphael fazer, ao final do curso, uma panorâmica dos membros do Workshop. O resultado foi a foto abaixo. Por conta disso decidi ressuscitar esta sessão do MeioBit Fotografia e fazer uma entrevista com o rapaz sobre a técnica e o mercado deste tipo de fotografia. Vejam o resultado.

little_planet_raphael_cavalheiro

continue lendo

emÁudio Vídeo Fotografia Entrevista Explicando a Foto