Google fecha acordo com Getty Images para combater a pirataria de imagens

google-getty-iamges

Google e Getty Images se estranham há tempos, desde que a primeira introduziu em 2013 um recurso para a exibição de imagens em seu motor de busca em altíssima resolução, permitindo que os usuários baixem fotos facilmente e sem pagar direitos autorais aos fotógrafos ou a repositórios.

Desnecessário dizer que tal facilidade prejudica o negócio do Getty Images e de outras empresas, bem como o de fotógrafos profissionais pois estes deixam de vender suas obras, sendo obrigados a entrarem com processos pesados de infração de direitos autorais em quer quer que seja. Bancando o advogado do diabo, muita gente captura as imagens do Google Imagens na inocência, sem saber que há procedimentos corretos para o uso de fotos ou ilustrações protegidas e que no caso de utilização comercial ou meso em sites sem fins lucrativos sem as devidas autorizações, o processinho não perdoa.

Sob esse entendimento, em 2016 o Getty Images acusou o Google de fomentar a pirataria de imagens e apresentou uma queixa formal à Comissão Europeia para a Competição, entidade que na pessoa da comissária Gordon Margrethe Vestager ODEIA Mountain View e está fazendo de tudo para aniquilar a companhia em todas as frentes possíveis, do “Direito ao Esquecimento” ao Android, do Adsense ao YouTube, do Google Shopping às maracutaias para elisão fiscal; não obstante, é desejo do órgão separar o Google Search do resto da empresa e força-lo a compartilhar seu bem mais precioso, o algoritmo de buscas com a concorrência, de modo a equilibrar o mercado e fomentar a competição. A treta com o Getty é mais um topping no sorvetão de processinhos da Comissão e convenhamos, o filtro que oferece imagens livres para uso não-comercial é completamente ignorado.

Só que agora as partes parecem estar se entendendo. Através de um e-mail enviado e seus fotógrafos que foi interceptado pelo site PetaPixel, a Getty Images informa que ela e o Google estão trabalhando juntas (leia-se Mountain View fez um acordo para evitar outro processinho), com a gigante das buscas reconhecendo os danos que o seu motor de busca por imagens pode fazer aos negócios de fotógrafos e de repositórios oficiais. Uma das mudanças será a completa remoção do botão “Visualizar Imagem”, que exibe a mesma em qualidade máxima para um fácil download ao usuário. Além disso, as informações a respeito dos direitos autorais relativos às imagens ficarão ainda mais proeminentes.

Por fim, a parceria proverá uma maior integração entre os produtos e serviços do Google e o Getty Images, o que pode significar que os usuários não mais encontrarão imagens em boa qualidade facilmente no motor de buscas, mesmo garimpando e darão de cara mais corriqueiramente com o conteúdo do repositório, e para utilizar tais imagens terão que ou seguir as regras ou abrir a carteira, independente de como pretendem usa-las.

O fato é que o Google preferiu podar uma ferramenta muito boa que era mal utilizada pelos usuários, como forma de evitar complicações judiciais e de manteruma boa relação com o Getty Images e com fotógrafos profissionais. Já todos os outros terão que se virar.

Fonte: PetaPixel.

Relacionados: , , , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Profissional de TI auto-didata, blogueiro que acha que é jornalista e careca por opção. Autor do Meio Bit e Portal Deviante, podcaster/membro fundador/Mestre Ancião do SciCast e host/podcaster do Sala da Justiça.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples