Mobile
Mobile
Digital Drops Blog de Brinquedo

A outra Nokia estaria interessada em vender sua divisão HERE Maps para a Apple

Por em 22 de abril de 2015

Laguna_Apple_Nokia_HERE_Maps

Grandes aquisições exigem grandes sacrifícios. Embora a outra Nokia esteja bem saudável a ponto de poder comprar sua rival em infra de telecom e planejar para o final de 2016 um retorno aos smartphones (Android?), há um setor da empresa que não está nada bem financeiramente: a divisão de mapas.

Embora a finlandesa já desenvolvesse sua própria tecnologia de mapas desde 2001, em 2008 houve a aquisição da NAVTEQ e assim o estabelecimento do Ovi Maps. Foi um negócio de US$ 8,1 bilhões à época. Em 2011 a aquisição foi completada e o nome da divisão mudou para Nokia Maps. Logo depois, durante os negócios com a Microsoft, virou HERE Maps.

Problema: aqueles oito bilhões de dólares hoje representam ativos de apenas € 2 bilhões, segundo a própria Nokia Oyj. Se você gasta US$ 16,6 bilhões para comprar a Alcatel-Lucent, vender uma divisão deficitária para cobrir parte do investimento parece boa ideia.
continue lendo

emApple e Mac Destaques Software

Blue Origin de Jeff Bezos em breve realizará voos suborbitais

Por em 9 de abril de 2015

bf-3-engine

O espaço pode ser a fronteira final, mas para quem tem dinheiro sobrando ele é apenas o próximo desafio a ser superado. Ainda bem, excluindo governos quanto mais gente com grana para queimar e vontade de construir o futuro, melhor para a gente.

Enquanto Elon Musk vai para o lado mais técnico com a SpaceX, Richard Branson prefere explorar os voos subortais comerciais com a Virgin Galactic. Agora, sem muita surpresa o fundador da Amazon Jeff Bezos também pretende entrar na brincadeira de voos com passageiros.

continue lendo

emEngenharia Espaço Miscelâneas

Star Wars será re-re-relançado, desta vez em formato digital

Por em 7 de abril de 2015

star-wars

Quando George Lucas estava no comando da franquia Star Wars, como todo bom perfeccionista ele vivia mexendo nas suas obras, mudando eventos essenciais (Han sempre atirou primeiro, convém frisar) e aproveitando o avanço de computação gráfica para colocar novos elementos e cenas. Claro que há o revés de obrigar os fãs a comprarem tudo de novo, já que cada reedição trazia novos extras que tornava cada nova versão indispensável para os fanboys.

Aí a Disney assumiu e claro, ela não poderia fazer diferente. Se bem que desta vez a saga chegará até você através da distribuição digital. E claro, você vai comprar. De novo.

continue lendo

emCinema Destaque Vídeo

Amazon revela planos de armazenamento infinito na nuvem

Por em 27 de março de 2015

amazon-cloud-drive

E segue a guerra do armazenamento na nuvem. Google, Microsoft e Dropbox se estapeiam a fim de conquistar o maior número possível de consumidores, sendo que a última foi obrigada a se render e rever seus planos quando os concorrentes começaram a praticar preços melhores.

A Microsoft deu um passo além ao apresentar um plano de armazenamento ilimitado, por enquanto restrito aos usuários do Office 365, e agora um quarto player entra na briga com a mesma jogada: a Amazon.

continue lendo

emInternet Software Software

Criadores do Prey anunciam jogo de terror. Para mobile

Por em 10 de março de 2015

Lost-Within

Na tentativa de expandir sua influência na indústria de jogos, a Amazon tem arrebanhado alguns estúdios para suas plataformas mobile e o mais novo a fechar uma parceria com a gigante varejista dos Estados Unidos foi a Human Head Studios.

Mais conhecidos pela criação do FPS Prey, sabíamos que a desenvolvedora estava trabalhando num jogo gratuito chamado Minimum e agora a expectativa será pela chegada do Lost Within, título que será publicado pela Amazon Game Studios com versões para o Fire Phone e Fire tablet, além da possibilidade dele também aparecer no iPhone e no iPad.

continue lendo

emCelulares Jogos

União Europeia: e-books não são livros e não têm direito a desconto nos impostos

Por em 6 de março de 2015

kindle

A peleja entre livros físicos e e-books está longe de ser decidida. De um lado temos empresas como a Amazon, brigando para que haja uma equiparação na carga tributária, o que reduziria os preços não só dos livros digitais como também dos e-readers. Do outro há o governo e o mercado editorial, que relutam em classificar o novo formato como um livro de papel, o que derrubaria seus preços sensivelmente.

Isso não é exclusivo do Brasil, lá fora a briga é a mesma. Agora a Comissão Europeia decidiu que e-books em geral (as publicações, não os aparelhos) não podem ser considerados livros, mas “serviços”. E com isso, terão uma taxação maior.

continue lendo

emComputação móvel Destaques Internet Quadrinhos Software

Crise: um a cada quatro funcionários da IBM irá para a rua

Por em 26 de janeiro de 2015

ibm-layoffs

A IBM passa por um período delicado. A outrora leviatã está tentando transitar do hardware legado para a computação em nuvem, e os números não estão sendo gentis: trimestre após trimestre a empresa fecha em declínio, e após mais um período de vacas magras a empresa uma mega reestruturação.

Claro que isso não vai acabar bem para seus colaboradores: em média 26% de toda a sua força motriz será dispensada, o que significa o corte de mais de 111 mil empregos.

continue lendo

emDestaques Hardware Internet Software