Home » Cultura » Resenha — Jean-Claude Van Johnson: o que tem de cretino tem de divertido

Resenha — Jean-Claude Van Johnson: o que tem de cretino tem de divertido

Você já imaginou o Jean-Claude Van Damme como um herói de ação? Não, o Jean-Claude Van Damme mesmo. Essa é a premissa absurda da nova comédia da Amazon, Jean-Claude Van Johnson.

3 anos atrás

jeanclaudevanjohnson-banner-700x350

Eu sei que é difícil de acreditar, mas é ótima e original a idéia de Jean-Claude Van Damme como um herói de ação.

A série, batizada de Jean-Claude Van Johnson é um dos pilotos da Amazon, que ao contrário da norma da indústria, que avalia internamente, prefere soltar seus pilotos nas interwebs e ver a reação do público. É algo que no tempo em que espaço de exibição era caro e limitado simplesmente não era viável. 

O conceito da série em si não é novo: é comum em desenhos animados, o grande mérito é sua execução. Em JCVJ, JCVD é apenas uma fachada. O ator na verdade é um espião internacional que usa a imagem de ator para viajar incógnito e realizar suas missões.

No piloto ele está aposentado, vivendo em uma daquelas casas de Hollywood cheias de exageros, que só existem em filmes e na mansão do Michael Jackson. Todas as torneiras dele jorram água de coco, por exemplo. E tem o restaurante hipster de Miojo Seco.

Se fosse a sério JCVJ seria a coisa mais mascarada do Universo, mas JCVJ não se leva a sério, muito menos JCVD. E ele se vinga ao falar com todas as letras que Timecop é igual a Looper mas um milhão de vezes melhor.

JCVJ tem todos os clichês possíveis, a ex-colega pela qual o herói foi apaixonado, o parceiro hacker étnico, o diretor de cinema esquisito, etc, etc, etc e mais etc. Só que eles sabem disso. Inclusive pela primeira vez na história dos filmes de ação explicaram porque os capangas ficam em volta esperando a vez e só vão brigar com o herói um de cada vez.

JCVJ é um dos melhores pilotos de comédia que apareceram em 2016, se a Amazon decidir tocar a série vai ser muito divertido, e digo isso só pelas paródias. Nesse episódio o filme que JVCD vai filmar na Bulgária é nada menos que uma versão de As Aventuras de Huckleberry Finn, onde JCVD é “Huck”, Tom Sawyer é uma mulher e o Negro Jim, Nigger Jim no original é chamado de “N-Word Jim” afinal vivemos tempos politicamente corretos.

Aqui o trailer, em conjunto com os outros lançamentos da Amazon. Calma, ainda não vi o piloto do Tick.


Arthur Channel | Jean-Claude Van Johnson - Official Trailer (2016)

relacionados


Comentários