Mobile
Mobile
Digital Drops Blog de Brinquedo

Criptografia do Android 5.0 está causando problemas de performance

Por em 21 de novembro de 2014

android-lollipop

O fato do Android 5.0 Lollipop e do iOS 8 contarem com criptografia padrão pode estar tirando o sono das autoridades norte-americanas, mas em tempos de NSA, Snowden e etc. adicionar mais uma camada de segurança nos dados dos usuários é algo importantíssimo, ainda que isso não seja feito principalmente porque as empresas são boazinhas (na verdade elas não querem ser coniventes com órgãos governamentais).

Só que tudo está bem quando funciona bem, e não é o que está acontecendo com o robozinho do Google.

continue lendo

emComputação móvel Google Planeta Sem Fio Segurança Software

Acordo põe fim à guerra de patentes entre Apple e Google

Por em 21 de novembro de 2014

apple-android-war

Em 2011 o Google deu um passo errado que acabou por lhe custar muito caro: quando as patentes da Nortel estavam à venda foi-lhe oferecido um acordo pelo consórcio Rockstar, formado por empresas como Apple, Sony, Microsoft, Ericsson e Blackberry a fim de adquirir os papéis em conjunto, numa negociação que privilegiaria todo mundo.

Pois bem, Mountain View não quis. Quando a Rockstar adquiriu o pacote por US$ 4,5 bilhões, US$ 100 milhões a mais do que a empresa de buscas ofereceu ela começou o mimimi, dizendo que o grupo queria destruí-la. A resposta foi sensacional, foi revelado que o Google não só recusou o acordo como o fez na intenção de adquirir as patentes sozinha e usá-las contra todo mundo.

continue lendo

emApple e Mac Computação móvel Google Internet Mercado Microsoft Planeta Sem Fio Telecom Web 2.0

EA anuncia Need for Speed: No Limits para mobile

Por em 21 de novembro de 2014

need-for-speed-no-limits

No último mês de maio a Electronic Arts surpreendeu muita gente ao revelar que este ano não lançaria um novo capítulo da franquia Need for Speed, algo que pelo menos na teoria poderá fazer com que o próximo lançamento seja melhor que os anteriores.

Somente o tempo dirá se eles tomaram a decisão correta ao fazer isso, mas o certo é que quando 2015 chegar, teremos pelo menos dois novos jogos para experimentar, um de maior porte que deverá chegar aos consoles e ao PC, e o recém anunciado Need for Speed: No Limits, que dará as caras nos tablets e smartphones.

continue lendo

emCelulares Jogos

Encontre facilmente suas chaves e seu smartphone com o Motorola Keylink

Por em 20 de novembro de 2014

Keylink da Motorola

Quantas vezes você não passou pela situação a seguir? Você está em algum lugar, se preparando para sair, bate as mãos nos bolsos, olha pra mesa, tem um mini-ataque cardíaco e se pergunta: “Cara, onde estão minhas chaves / está meu celular?!” Comigo acontece direto, qualquer dia desses eu empacoto.

Bom, existem alguns produtos no mercado, como o HTC Fetch, que prometem resolver esse problema. Chegou a hora da Motorola entrar nesse mercado.

continue lendo

emAcessórios Android e Linux Apple e Mac Mercado Periféricos Planeta Sem Fio

DOJ dos EUA volta a apelar para o FUD contra criptografia de smartphones

Por em 20 de novembro de 2014

lock

Depois da dor de cabeça que Edward Snowden causou em 2013, boa parte das empresas de tecnologia decidiu que não vão mais deixar seus dados e o de seus usuários ao Deus-dará, com livre acesso para órgãos governamentais fuçarem a torto e direito. Só que o passo dado por Apple e Google não agradou o FBI, a polícia e o procurador-geral dos Estados Unidos.

O ofendido da vez é o vice-procurador-geral James Cole, que assim como os anteriores está apelando para o FUD afim de convencer a opinião pública de que monitoramento de dados é necessário.

continue lendo

emApple e Mac Computação móvel Google Internet Microsoft Planeta Sem Fio Segurança Software Web 2.0

Nielsen vai enfim medir audiência da Netflix e Amazon Video

Por em 20 de novembro de 2014

netflix

Levou mais tempo do que o esperado, mas finalmente o Instituto Nielsen percebeu o óbvio: não dá para medir o sucesso de um programa, uma série ou qualquer atração midiática apenas se focando nas poucas residências que monitora (que nem levam em conta dois aparelhos num mesmo local), não quando temos um sem número de serviços de streaming que ele ignora solenemente.

Ou melhor, ignorava. A partir de dezembro Netflix e Amazon Video passarão a ser monitorados pelo órgão norte-americano, mesmo contra a vontade das empresas – entretanto continuarão sem ver o cenário completo.

continue lendo

emÁudio Vídeo Fotografia Entretenimento Internet Planeta Sem Fio Web 2.0

Evento da MasterCard mostra novidades e tendências em pagamentos eletrônicos

Por em 20 de novembro de 2014

evento_mastercard_lyons

Na 3ª edição do seu Fórum Anual de Inovação em Pagamentos em Miami, a MasterCard mostrou as tendências para o futuro dos pagamentos eletrônicos, incluindo o serviço MasterPass, para pagamentos através de praticamente qualquer aparelho móvel e o ShopThis!, no qual você pode comprar produtos a partir de vídeos ou até mesmo de revistas impressas.

O evento voltado para o mercado da América Latina e Caribe teve palestras bem interessantes como a de Robert Wolcott da Kellogg Innovation Network e David Cohen, que apresentou a evolução dos pagamentos desde 1964, quando foi lançado o primeiro cartão da empresa, além da apresentação de Garry Lyons (foto acima), chefe de inovação da MasterCard e responsável pela área da empresa que está sempre de olho no futuro, o MasterCard Labs, que conta com laboratórios em Dublin e Miami.

O Apple Pay aumentou a percepção do público em geral para este tipo de transação.”

Na abertura do evento, Gilberto Caldart, presidente da MasterCard para a América Latina e Caribe, falou sobre o panorama do mercado de pagamentos, que vive em constante mudança, deixando claro que o futuro do comércio está indo na direção de transações digitais: “Há alguns anos vemos a inclusão de chips NFC em smartphones Android para uso no sistema de pagamentos Google Wallet, e recentemente o Apple Pay aumentou a percepção do público em geral para este tipo de transação.”

O foco principal da MasterCard para a América Latina é tentar mudar o panorama atual, no qual 70% da população não conta com conta bancária, e uma das soluções para isto são dois serviços criados em parcerias com as operadoras Vivo no Brasil (Zuum) e o Movistar (Tu Dinero Móvil) para o resto da região, que funcionam basicamente como contas correntes pré-pagas.

Caldart também acredita que outro grande potencial para pagamentos digitais é a Internet das Coisas, que vai conectar nossos carros, geladeiras, máquinas de lavar e outros aparelhos que usamos no dia a dia, incluindo casas totalmente conectadas.

evento_mastercard_wolcott2

Em sua palestra, Robert Wolcott levantou alguns pontos importantes sobre como grandes empresas perdem seu espaço no mercado, apesar de investirem em inovações e terem funcionários capazes e inteligentes, citando o caso de várias empresas incluindo a Pan-Am, IBM e Kodak.  Como isto pode acontecer? Como uma empresa que está no topo pode chegar ao fim? Ele acredita que o problema não é a falta de capacidade, e sim outro motivo. Não é que eles não estavam inovando, eles só não estavam transformando esta inovação em produtos que as pessoas quisessem.

Como as empresas devem se preparar para enfrentarem sua concorrência, que está cada vez mais feroz? “Se você faz uma coisa e ganha muito dinheiro, o que as outras fazem? Te copiam”, disse Wolcott. “Como escapar disto? Nós temos que inovar mais rápido do que antes.” Para ele, a grande ameaça não vem dos concorrentes diretos, e sim da “periferia”.

No caso da AT&T, a empresa sempre considerou a Verizon como sua grande concorrente, e não percebeu que um dos seus melhores clientes, o Google estava se tornando seu competidor com a instalação do serviço Fiber em Kansas City. Outro exemplo foi o da Red Bull e o mercado de energéticos, um fenômeno que foi ignorado pela Coca-Cola até que já era tarde demais e tinha se tornado um mercado bilionário.

Como uma empresa se destaca? Criando estrutura e processos para se tornar mais eficiente no que faz. Para Wolcott, “existe um problema com a eficiência, quanto melhor você fica no que já sabe fazer, mais complicado é para mudar o rumo e passar a fazer outra coisa, e muitas vezes é justamente isto o que os clientes buscam.”

Se você olhar sempre para os mesmos lugares, terá sempre as mesmas respostas.”

Para ele, existem dois tipos de comportamento dentro de empresas, o de criar fortificações que funcionam como verdadeiros fortes medievais, ou navios para partir em missões de exploração e descobrir novos mercados: “São dois ambientes completamente diferentes, com métricas diferentes, mas ambos essenciais para uma empresa. Como um líder, você tem que saber onde colocar cada pessoa, e ficar de olho em quem pode ser o capitão do seu navio.”

No mundo corporativo, onde “as ideias são primeiro consideradas culpadas antes de serem consideradas inocentes”, é preciso pensar de fora para dentro para encontrar a solução: “Se tomarmos como exemplo a popularização dos celulares em 1988 ou da World Wide Web em 1994, veremos que o mundo e os paradigmas mudam constantemente, e as empresas precisam estar preparadas”, acredita Wolcott.

evento_mastercard_wolcott

Citando a descoberta da penicilina pelo Dr. Alexander Fleming, Wolcott concluiu sua apresentação com a frase:

Nós só conseguimos ver as coisas que estamos procurando.”

 

continue lendo

emEvento Mercado