Digital Drops Blog de Brinquedo

Família é retirada de voo por pai reclamar no Twitter

Por em 24 de julho de 2014

southwest-airlines

Até que ponto vale a pena reclamar nas redes sociais devido a um serviço mal prestado? Nós já vimos alguns casos em que a imagem de algumas empresas ficou um tanto comprometida após a exposição de descaso com seus clientes de várias maneiras, mas aparentemente empresas aéreas em especial não estão nem aí. Nós vimos um caso em 2013 de um passageiro que comprou um post patrocinado do Twitter para falar mal da British Airways, depois da bagagem de seu pai ter sido extraviada. Claro, não deu em nada, mas buzz negativo conta pontos contra de qualquer forma.

Só que a companhia de baixo-custo Southwest Airlines decidiu que com ela será diferente: ao invés de evacuar e se locomover para comentários e xingamentos, ela apelou para ameaça e truculência para evitar que um usuário a xingasse muito nas redes sociais.

continue lendo

emComputação móvel Comunicação Digital Internet Web 2.0

Bot flagra Rússia editando wiki sobre queda do voo MH-17

Por em 21 de julho de 2014

malaysia-airlines

Enquanto todo mundo se pergunta o que diabos pode ter acontecido com o voo MH-17 da Malaysia Airlines, ninguém quer assumir a responsabilidade de tê-lo derrubado do céu. Está todo mundo tirando o seu da reta e pondo a culpa nos outros: o governo da Ucrânia diz que foram os separatistas, auxiliados por Moscou. Já a Rússia culpa a Ucrânia. Não vou entrar em detalhes, até porque em breve um artigo mais completo abordará as implicações gerais do ocorrido o Cardoso fez um trabalho bem melhor nesse sentido.

Na internet entretanto a guerra pelo controle de informação já começou. É fato conhecido que existe um bot de Twitter que rastreia edições da Wikipedia vindas de IPs do Capitólio dos Estados Unidos. O que pouca gente sabe é que há um equivalente russo, e ele flagrou o governo editando o wiki sobre a queda do voo.

continue lendo

emComputação móvel Comunicação Digital Internet Miscelâneas Web 2.0

SciCast #38 — Aquele com a sopa de letrinhas

Por em 18 de julho de 2014

SciCast_MP3Cover

Quanta informação existe no mundo virtual? Quanto dela é relevante? Como lidar com a torrente contínua e implacável de conhecimento sendo gerado incessantemente? Oh, e agora, quem poderá nos ajudar? Ela, Iara Vidal! Não contavam com a astúcia da nossa bibliotecária favorita, que hoje nos explica como, afinal, sobreviver na era da informação.

A convidada especial desta semana é graduada em Biblioteconomia pela UniRio e Mestre em Ciência da Informação pela UFF. Atualmente é pesquisadora  independente e desenvolve sua pesquisa sobre métricas alternativas da comunicação científica (Altmetria).

Para ajudá-la nessa nobre e hercúlea tarefa, trazemos nosso bem avaliado (no conceito piadas infames) host Silmar, e seus pares altamente referenciados Ronaldo e Estrela, para mais um episódio do #SciCast Entrevista, onde são entrevistados cientistas de verdade, que nos contam um pouco sobre a realidade da pesquisa no Brasil.

Foto da Arte: Pablo Rigamonti. Assine o SciCast e visite o hotsite para mais informações e links relacionados.

continue lendo

emBrasil Destaque Destaques Podcast SciCast

YouPorn quer patrocinar equipe de Dota 2 ou League of Legends

Por em 14 de julho de 2014

dota-2

Nos últimos dias o famoso site de filmes adultos YouPorn lançou uma questão interessante em sua conta no Twitter (cuidado, NSFW!). Eles queriam saber se alguém que os segue é jogador profissional de Dota 2, League of Legends ou Hearthstone, para logo depois afirmar que eles estavam pensando em patrocinar uma equipe.

Como era de se imaginar, a mensagem se espalhou como uma praga na internet, gerando discussões acaloradas entre os jogadores, com alguns apoiando fortemente a iniciativa, enquanto muitos outros não concordam com ela.

continue lendo

emComputadores Games Web 2.0

Quando piratear um game rende uma conversa inteligente

Por em 10 de julho de 2014

skullgirls

Convenhamos, a pirataria não é legal mas é algo extremamente comum. Veja os números alcançados pela Season Finale de Game of Thrones, mas é sempre bom lembrar que esse é um problema de serviço: se você oferecer uma alternativa satisfatória e justa de aquisição de produtos, os usuários se sentirão menos propensos a piratear. O Steam é a prova cabal de como combater os piratas de forma inteligente, mas sempre haverão aqueles que não querem gastar um centavo com nada, não importando quem saia prejudicado nessa.

É o que teria acontecido, não fosse a gafe de um jogador ter desencadeado uma conversa muito interessante sobre o desenvolvimento de games.

continue lendo

emComputadores Cultura Gamer Games Miscelâneas

Para executivo da Microsoft, Twitter tem sido muito importante para os indies

Por em 10 de julho de 2014

twitter

A distribuição digital é muitas vezes apontada como a principal responsável pela ascensão indie, o que talvez faça todo o sentido, mas para Chris Charla, profissional que tem comandado o programa da Microsoft voltado aos estúdios independentes, o ID@Xbox, é o Twitter a principal ferramenta que tem ajudado muito esses desenvolvedoras.

Tendo participado da Develop Conference realizada na cidade de Brighton há alguns dias, o executivo não poupou elogios ao serviço de microblogging, afirmando inclusive que ele foi a melhor coisa que aconteceu para a cena indie.

continue lendo

emGames Indústria Microsoft Web 2.0

Polícia Federal entra em clima de Copa e deixa hacker fazer gol a favor do terrorismo. No Twitter

Por em 28 de junho de 2014
Laguna_Policia_Federal_Twitter

Olha só o que um hacker fez no Twitter (Crédito: Zero Hora)

O tio Laguna não é fã de futebol masculino. No momento que escrevo este texto, eu estava a acompanhar mais um episódio de The L Word no Netflix. Isso enquanto ainda está rolando no Estádio Governador Magalhães Pinto uma partida do Brasil pelas oitavas de final da Copa do Mundo.

Alguém que detesta futebol mais que eu fez essa obra aí em cima. Na boa, isso não se faz nem com a seleção da Argentina: já basta o medo de um 11 de setembro encher o saco de todo mundo que quer apenas ir aos Estados Unidos comprar seu PlayStation 4 em paz e um maldito script kiddie quer trazer esse tipo de coisa pra cá.
continue lendo

emDestaques Entretenimento Segurança Web 2.0