Por que eu escolheria o Xbox One S em vez do PS4 Pro?

laguna_xbox_one_s_vs_ps4_pro

Está meio fora de escala, mas é isso aí (crédito: Forbes)

Semana passada a Sony apresentou os novos consoles. O tio Laguna sempre foi bem Nintendo-Sonysta por causa dos jogos exclusivos das japonesas, mas se fosse para comprar um console hoje eu escolheria sem pestanejar o Xbox One S.

Já aviso: o presente texto não é um publieditorial. Sim, eu sei que é estranho alguém que possui somente consoles da Nintendo e da Sony querer, subitamente, um console da Microsoft em vez de um novo da Sony.

Gostaria de expor meus motivos. Os dois primeiros, um tanto subjetivos.

1 — O Xbox One S é o console menos feio da oitava geração

Meus consoles mais atuais são o PS3 superslim e o Wii U. Enquanto o Wii U segue o estilo minimalista do Wii, o PS3 superslim é a versão econômica do PS3, um console que embora tenha uma CPU bem poderosa até hoje, não conseguiu ser mais esteticamente bonito que o antecessor, o PS2.

E o PS4 original até tentou alcançar a beleza do PS2, mas não consigo ver beleza naquele caixote preto trapezoidal em forma de paralelogramo. Caixote trapezoidal Paralelogramo que ficou ainda mais feio nas novas versões slim e Pro.

Por outro lado, o concorrente melhorou: enquanto o Xbox One original me parecia um sóbrio VCR, o Xbox One S me veio com a cor branca por padrão. Eu já gosto de console branco, parece que a Microsoft queria me chamar a atenção. Conseguiu.

laguna_xbox_one_s_battlefield_1_special_edition_bundle_1_tb

Olha esse bundle do Battlefield 1 em verde (crédito: Xbox Wire)

E mesmo em outras cores o aparelho é bonito.

2 — O controle do Xbox me é mais confortável

Desde 1997 reclamo dos joysticks da Sony. Tenho PS1, PS2 e PS3 mas particularmente não gosto da disposição das alavancas nos DualShock, muito próximas e dispostas no plano inferior.

O DualShock 4 original melhorou um pouco a ergonomia, mas nada comparado ao conforto que minhas mãos sentem no joystick do 360 que uso no PC. E os atuais controles do Xbox One são tão ergonômicos para mim quanto os do Xbox 360. E o novo DualShock 4 agora inclui mais um espalhafatoso ponto de luz.

3 — Jogando, o Xbox One S consome menos energia

Como o Xbox One S se trata de um console antigo redesenhado, isso é meio óbvio: é claro que o PS4 Pro consome mais energia, pois é bem mais potente. Nem preciso destacar os números, mas o PS4 Pro consome no mínimo o dobro quando em jogo.

Quem quiser um console da Sony consumindo menos, que compre o PS4 slim.

4 — Já está a venda, na civilização

laguna_xbox_one_and_xbox_one_s_peq

Enquanto o PS4 Pro só chegará aos principais mercados em novembro, o Xbox One S está disponível desde o início de agosto. E vendendo muito bem!

5 — Na civilização, é mais barato

O PS4 Pro começa em 399 dólares, o Xbox One S começa em US$ 299, mesmo preço do PS4 slim. Se a Microsoft Brasil não fizer a besteira de apenas importar console e o dólar colaborar, um Xbox One S seria mais barato que um PS4 Pro nacional. Problema seria a Sony Brasil conseguir baratear demais o PS4 slim fabricado em Manaus.

6 — O modelo S é o que o Xbox One deveria ter sido

Dori_Xbox_One_S_back

Enquanto o PS4 slim é a exata cópia do PlayStation 4 original em funcionalidades e especificações técnicas, exceto pela retirada do conector óptico de áudio digital, o Xbox One S acrescenta em comparação com o console original. Por 299 dólares, o Xbox One S é um Xbox One com GPU pouco melhor, leitor de Blu-ray 4K, possui suporte a streaming 4K e possui fonte de alimentação interna bivolt. Ao menos duas dessas características deveriam ter sido inclusas no console original.

7 — Ultra HD Blu-ray só roda no Xbox One S

Nem o PS4 slim e nem o PS4 Pro vão reproduzir discos Blu-ray 4K. Com isso, o Xbox One S será o único console a reproduzir 4K vindo da mídia física oficial. O tio Laguna usou muito pouco o PS3 como leitor de filmes em Blu-ray, mas ao menos havia a opção.

Laguna_UHD_BD_Final_Logo

Aliás, eu me sinto de certa forma traído pela Sony: ela popularizou o DVD no PS2 e venceu a Guerra dos Formatos ao colocar Blu-ray no PS3, mas agora quer distanciar o PS4 de ser uma central de entretenimento. Até na aberração chamada PlayStation Portable (PSP), a Sony propunha seu aparelho portátil de games como central de entretenimento. Os tempos mudam mesmo.

Por mais que eu não vá comprar muitos filmes em Ultra HD Blu-ray no futuro, quero ter a opção de rodá-los no console. Até porque provavelmente não compraria um aparelho dedicado, ainda muito caro. Como um aparelho de 299 dólares como o Xbox One S possui suporte ao UHD-BD e o PS4 Pro, mais caro, não o possui?

laguna_xbox_one_s_star_trek_uhd_bd_peq

Imagine poder rever Star Trek (2009) em UHD BD (crédito: Digital Trends)

Sim, é mais cômodo assistir a filmes 4K na Netflix, mas estamos no Brasil, uma terra onde a internet depende dos desmandos do cartel de operadoras. Prefiro ter a opção de rodar filmes 4K em mídia física.

8 — O PS4 Pro só depois contará com HDMI 2.0

Provavelmente para cortar custos, a Sony não implementou o HDMI 2.0 no PS4 Pro logo de cara. Isso significa que todos os modelos do PlayStation 4, desde o original, passando pelo PS4 slim e o PS4 Pro têm saída HDMI 1.4 e esta não possui suporte ao 4K a 60 fps. O controlador HDMI customizado de todos os PS4 inclusive o original sofrerão update de firmware para o HDMI 2.0 quando o PS4 Pro for lançado.

Inclusive a Sony já considerou cobrar pelo patch do HDR. Ainda bem que voltaram atrás, mas bom lembrar que nem todos os jogos 4K no PS4 Pro terão HDR.

laguna_ps4_pro_rear_peq

A saída óptica de áudio digital deixará saudades no PS4 slim, no Pro ainda é presente (crédito: PlayStation Blog)

O Xbox One S já possui de fábrica saída (e entrada!) HDMI 2.0 e ela não só provê o 4K a 60 fps, como também o pleno suporte ao HDR. Não à toa o 4K do PS4 Pro é o chamado 4K de Schrödinger.

Embora o Xbox One S não rode jogos em 4K, para todos os outros usos o 4K dele é de verdade. E muito provavelmente o 4K do Project Scorpio o será também, embora convenhamos que nem uma GeForce GTX 1080 rode confortavelmente jogos com gráficos da oitava geração em 4K a 60 fps.

9 — No multiplayer, o PS4 Pro em 4K será travado no framerate do PS4

Para evitar que os jogadores no PS4 Pro tenham alguma vantagem sobre aqueles com PS4 original ou slim, a Sony vai travar o framerate das partidas multiplayer no que o PS4 conseguir. Se você tinha esperança de ver um pseudo-4K ou mesmo Full HD em gloriosos 60 fps no multiplayer do PS4 Pro, melhor não contar com isso caso o jogo no PS4 original/slim tenha framerate de 30 fps.

No Xbox One S, a ideia é usar o poder adicional para estabilizar o framerate de alguns jogos compatíveis, via patch. Como no PC.

10 — Retrocompatibilidade

Embora a retrocompatibilidade seja algo que 99% dos gamers gostem mas apenas 1% vagabundo a use de facto, convenhamos que o recurso demonstra o compromisso da empresa em agradar os antigos fãs. Um dos pontos fortes do PS2 foi o suporte nativo aos jogos do PS1. Mas isso foi lá em 2000.

Hoje vemos um belo esforço da Microsoft em disponibilizar jogos antigos na atual plataforma, algo que não vemos na atual Sony. O tio Laguna até entende que é tecnicamente impossível rodar jogos do PS3 no PS4 e mesmo no PS4 Pro (thanks Cell), mas para rejogarmos o PS3 no PS4 a Sony oferece uma cara PS Now. E também caros jogos do PS2.

Nada contra esta ou aquela empresa cobrar caro pelos jogos (oi, Nintendo), mas ao menos com a retrocompatibilidade do 360 no One não precisamos recomprar um jogo que já tínhamos em mídia física. Ou em nossa conta na Xbox Live.

11 — Xbox Live é melhor e mais estável

Embora tanto a PSN quanto a Xbox Live caiam de vez em quando, a Xbox Live parece mais robusta para quem joga online em consoles. E embora a PS Plus ofereça mais jogos gratuitos todo mês, os jogos oferecidos no Xbox 360 pela Games with Gold são seus para sempre, não apenas enquanto assinante da Xbox Live Gold. Já os oferecidos no Xbox One entram na mesma situação da PS Plus: só jogáveis enquanto mantiver a assinatura.

12 — Xbox Play Anywhere

Ao comprar jogos exclusivos da plataforma Xbox, com o programa Play Anywhere você obterá no PC o mesmo jogo comprado no console. Embora isso signifique que o Xbox One teria menos exclusivos, ao menos seriam dois jogos pelo preço de um. Isso se você tiver um PC decente com Windows 10. Se bem que tendo um PC, para que eu compraria um Xbox? Praticidade de jogar com joystick na TV da sala.

Conclusão

Se você não se importa muito com os jogos exclusivos da Sony, tipo The Last Guardian ou God of War, um Xbox One S seria a melhor compra no momento. Inclusive o Xbox One S consegue rodar Uncharted 4 em 4K…


4K gaming vault | Uncharted 4: A Thiefs End – Upscaled to 4K via Xbox One S

…desde que você tenha um PS4 também. 😉

Fonte: Forbes.

Leia também:

Relacionados: , , , , , , , , , , , , , ,

Autor: Emanuel Laguna

O “tio Laguna” nasceu no Siará em meio à Fortaleza de 1984. Sempre gostou de brincar de médico com os aparelhos eletrônicos e entender como um hardware dedicado a jogos funciona, mas pretende formar-se como Engenheiro Eletricista qualquer dia. Antes apaixonado pelos processadores gráficos desktop, vê nos smartphones, tablets e outras geringonças mobile o futuro da computação.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples