Mobile
Mobile
Digital Drops Blog de Brinquedo

Paper, o Facebook para iPhone com cara de Flipboard

Por em 31 de janeiro de 2014

facebook_paper

Particularmente, a experiência que sempre tive com os aplicativos do Facebook para Android (celular) e iOS (tablet) nunca foi das melhores. Talvez a própria experiência web, onde Markinho decide o que posso ou não ver, tenha me deixado meio com o pé atrás. Não sei. O fato é que, ontem, quinta-feira, o Facebook anunciou o Paper, um novo app do Facebook para iPhone.

O novo aplicativo, que estará disponível para download a partir da próxima segunda-feira, dia 3 de fevereiro, tem o objetivo de melhorar a experiência dos usuários com o conteúdo compartilhado pelos amigos, além de permitir a filtragem de publicações de acordo com assuntos pré-estabelecidos. Sim, quase a descrição do Flipboard.
continue lendo

emComputação móvel Internet Software Web 2.0

Dispositivos iOS ganham versão gratuita do Tales of Phantasia

Por em 27 de janeiro de 2014

tales-of-phantasia

Sempre que uma empresa anuncia o relançamento de um dos seus jogos antigos aparecem pessoas reclamando da atitude, afirmando que aquilo não passa de uma maneira preguiçosa de ganhar dinheiro e que eles deveriam se dedicar a novos títulos. Eu não questiono tal linha de raciocínio, mas sempre me agradou a ideia de ter acesso a games que não pude jogar na época, porém, a maneira encontrada pela Bandai Namco* para ressuscitar o Tales of Phantasia está longe de ser a minha preferida.

Apesar do primeiro jogo da franquia ter recebido diversos relançamentos ao longo dos anos, inclusive com versões melhoradas para o PlayStation e para o PSP, a maioria deles ficaram restritos ao Japão, com apenas a versão para o Game Boy Advance tendo aparecido nos Estados Unidos e como ter acesso a ela não é muito fácil, existia a esperança de que o jogo aparecesse nas novas plataformas, quem sabe através de vendas digitais nas lojas online dos consoles.

Porém, a editora preferiu lançar o Tales of Phantasia para o iPad, iPhone e iPod e se a falta de controles físicos nesses aparelhos te desagrada, saiba que ela está longe de ser o maior dos seus problemas. Acontece que a empresa decidiu distribuir o RPG gratuitamente e como eles precisam ter algum retorno com o game, as malditas microtransações poderão estragar profundamente a experiência de jogá-lo.

continue lendo

emCelulares Jogos Museu

Ferramenta de migração importa dados do iPhone para seu Motorola novo

Por em 22 de janeiro de 2014

motorola-migrate-001

Motorola Migrate é um app interessante para quem adquiriu um Moto X e gostaria de fazer a transferência de seus dados entre dispositivos de forma simples. Se seu smartphone antigo rodar no mínimo o Android 2.2 Froyo você poderá transferir fotos, vídeos, contatos do cartão SIM, histórico das suas ligações e SMS, tudo isso de forma simples e prática.

Funciona assim: você deve baixar o app tanto em seu aparelho antigo quanto em seu novo Motorola (por enquanto o modo passivo do app só é compatível com Moto X, Moto G, Droid Ultra, Droid Maxx e Droid Mini). O aparelho novo vai gerar um QR Code, que deve ser escaneado pelo velho. Feito isso a transferência segue normalmente.

continue lendo

emComputação móvel Comunicação Digital Google Hardware Mercado Planeta Sem Fio Software

Google Play leva filmes e séries do Android ao iOS

Por em 16 de janeiro de 2014

google_play_ios

Há algumas notícias que, sem dúvida, acabam nos pegando com as calças nas mãos. Esta não foi diferente. O Google liberou, na noite desta terça-feira, uma versão do Google Play para dispositivos com iOS. O que isto quer dizer? A partir de agora, todo e qualquer usuário do Android poderá ver, em seus iDevices, filmes e séries comprados na lojinha do Google.

Além disto, o lançamento do novo aplicativo, disponível para iPhone, iPod touch e iPad, também permitirá que os usuários comecem a barganhar pesquisar, nos acervos da Google Play e iTunes Store, quais filmes e episódios estão mais baratos em cada uma das lojas e, assim, economizar alguns trocados.

Obviamente que, como o Google não é bobo e não quer perder grana, não permitirá que os usuários comprem nada através do Google Play para iOS, obrigando, assim, o usuário a efetuar a compra através do navegador ou dispositivo com Android. O motivo para tal restrição, assim como é feito pela Amazon com o Kindle, é simples: a empresa da maçã cobra 30% sobre qualquer venda feita por dentro dos aplicativos para iOS.

Nesta primeira versão, o Google Play para iOS permite que os usuários assistam suas séries e filmes somente via Wi-Fi. Além disto, inicialmente, as séries estarão disponíveis apenas para os Estados Unidos, Reino Unido e Japão. Os felizes proprietários de um Chromecast poderão curtir todo o conteúdo, via streaming, diretamente da tela dos aparelhos de TV.

Confesso que não sei se me surpreendi mais com a ousadia do Google em lançar este aplicativo para iOS ou com o fato de a Apple ter aceitado a publicação dele sem maiores problemas. O fato é que, diferente do que ocorre em muitas brigas por empresas concorrentes, neste caso, os usuários só têm a ganhar com a possibilidade de escolher o fornecedor de conteúdo que melhor atendê-lo.

Vale ressaltar, no entanto, que este não é o primeiro passo do Google no sentido de levar o conteúdo do Android aos dispositivos com iOS. A empresa já lançou, para o sistema operacional móvel da Apple, aplicativos que permitem o acesso aos livros, revistas e músicas compradas na Google Play.

emApple e Mac Google Internet Software

[click bait] Estudo aponta que usuários de iPhones são mais inteligentes

Por em 3 de janeiro de 2014

link-bait

Uma pesquisa feita com 1.000 usuários de smartphones descobriu uma variação interessante.

Aparentemente os donos de iPhones são bem mais ágeis mentalmente, comparados aos outros menos afortunados.

Desenvolvido por uma casa de apostas britânica, o teste envolve sete questões, que devem ser respondidas o mais rápido possível. No resultado final, a média de tempo ficou:
continue lendo

emCelular Mundo Estranho

A última do Snowden: NSA tem acesso total ao iPhone desde 2008

Por em 31 de dezembro de 2013

iphone-nsa

Você não pensou que o ano de 2013 acabaria sem mais algumas pílulas da NSA, pensou?

Há alguns dias atrás a bomba da vez foi o fato de que a NSA, em sua nobre missão de combater o terrorismo em todo o mundo não se dá ao luxo de esperar que as pessoas entrem na internet para espiá-las. A revista alemã Der Spiegel conseguiu colocar as mãos num documento que prova que a uma divisão da agência norte-americana é especializada em interceptar carregamentos de hardware de empresas como Cisco, Dell, Huawei e Juniper, instalar backdoors físicos ou lógicos e com isso conseguir acesso remoto a esses dispositivos. Como se não bastasse a revista, que também teve acesso aos documentos vazados por Edward Snowden também acusou a NSA de monitorar relatórios de erros automáticos do Windows e até mesmo de capturar informações de um cabo submarino que lica a França à Tailândia, além de Europa, norte da África e Oriente Médio.

A última do ano mira na Apple. Apesar dela fazer parte do acordo PRISM desde 2012, é mais do que certo que a empresa tenha sido contra instalar qualquer tipo de backdoor no iPhone. Isso não impediu entretanto da NSA desenvolvê-lo e implantá-lo. Em 2008.

continue lendo

emApple e Mac Computação móvel Comunicação Digital Destaques Hardware Planeta Sem Fio Segurança Software

Demorou, mas jailbreak do iOS 7 é finalmente liberado

Por em 23 de dezembro de 2013

ios-7-jailbreak

Há algum tempo atrás a briga entre a Apple e os hackers que tentavam abrir os fundilhos do iOS (e conseguiam) era bem acirrada. Mal uma atualização era liberada, um grupo já anunciava o jailbreak, o que deveria causar acessos de fúria de muita gente em Cupertino. Mesmo assim, a parcela total de usuários que preferem realizar o procedimento em seus aparelhos é muito menor do que usuários Androids que fazem root, seja para instalar apps gratuitos ou adicionar funções extras.

Hoje em dia a corrida é mais morosa, já que muita mudou nas últimas versões. Por isso que só agora, três meses depois que o iOS 7 foi disponibilizado para todo mundo que o grupo evad3rs liberou seu primeiro jailbreak, aparentemente untethered (definitivo).

A ferramenta evasi0n7 é descrita como sendo extremamente simple, levando apenas cerca de cinco minutos para destrancar qualquer dispositivo Apple que rode qualquer versão do iOS 7, até a última atualização 7.0.4. e os dois primeiros betas do 7.1. Como de costume, o processo pode ser realizado tanto via Mac como pelo PC e é preciso um cabo USB e o iTunes. Como aparentemente o desenvolvimento do evasi0n7 não foi muito divulgado mesmo entre a comunidade, ainda vai demorar um pouco para o Cydia estar disponível, já que Jay Freeman, o saurik não sabia de nada e só vai começar a trabalhar em uma adaptação agora.

Aos entusiastas e curiosos, o evasi0n7 pode ser baixado aqui. Como o grupo já avisou que ainda vai implantar algumas correções, fica avisado que antes de mais nada é preferível realizar um backup completo e restaurar o aparelho do zero, para evitar maiores dores de cabeça. Os dispositivos compatíveis (a.k.a. que rodam iOS 7) são o iPad a partir do 2, iPad mini (ambas as versões), iPhone a partir do 4 e iPod Touch de 5ª geração.

Update: O MB não recomenda a instalação, que pode anular a garantia do seu aparelho.  Além disto, a primeira versão do evad3rs teve problemas com a inclusão da loja Taig para os usuários Chineses, que teria vários links para arquivos ilegais. A loja já foi desativada, mas a questão irritou os membros da comunidade jailbreak. Agora a bola está com Jay Freeman da Cydia, o “Saurik”, que deve lançar uma versão própria do jailbreak sem os problemas citados.

Fonte: TNW.

emApple e Mac Destaques Software