Mobile
Mobile
Digital Drops Blog de Brinquedo

EA anuncia Need for Speed: No Limits para mobile

Por em 21 de novembro de 2014

need-for-speed-no-limits

No último mês de maio a Electronic Arts surpreendeu muita gente ao revelar que este ano não lançaria um novo capítulo da franquia Need for Speed, algo que pelo menos na teoria poderá fazer com que o próximo lançamento seja melhor que os anteriores.

Somente o tempo dirá se eles tomaram a decisão correta ao fazer isso, mas o certo é que quando 2015 chegar, teremos pelo menos dois novos jogos para experimentar, um de maior porte que deverá chegar aos consoles e ao PC, e o recém anunciado Need for Speed: No Limits, que dará as caras nos tablets e smartphones.

continue lendo

emCelulares Jogos

Nokia ressurge pelo N1, tablet com Android Lollipop e USB transformista

Por em 18 de novembro de 2014
Laguna_Nokia_Black_Box

O que tem dentro dessa caixa misteriosa da Nokia? Resposta logo abaixo (Crédito: Twitter)

O tio Laguna já foi muito fã da Nokia, uma pena que ela foi deixando a oportunidade passar e acabou sendo atropelada pela ascensão dos smartphones Apple e wannabe Android. O resultado? A finlandesa acabou sendo abocanhada pela Microsoft, tornando-se em teoria fabricante exclusiva de Windows Phones.

Antes de ser digerida, a Nokia chegou a lançar uma linha de smartphones Android, Nokia X, mas a contenção de custos promovida pelo novo CEO Satya Nadella aparentemente havia dado fim em tal iniciativa. O recente anúncio do Lumia 535, primeiro Lumia sem Nokia, parecia ser o prego no caixão da fabricante finlandesa.

Ledo engano.
continue lendo

emAndroid e Linux Computação móvel Destaques Hardware Mercado

Google Nexus 9, tablet com Android 5 Lolita agora é oficial

Por em 16 de outubro de 2014
Laguna_nVidia_Shield_tablet_1

Shield tablet, uma quinquilharia Android qualquer com Tegra K1 (Crédito: nVidia)

No mundo mobile, se há algo em comum entre a Intel e a nVidia é o fato de as duas empresas não conseguirem desenvolver GPUs mobile para smartphones.

Enquanto a Intel reconhece tal fraqueza e encomenda processadores gráficos mobile para quem realmente entende do assunto, a nVidia preferiu desistir do ramo por não conseguir entregar algo seja energeticamente eficiente para smartphones menores que 7 polegadas.

Mesmo sendo incompetente nos pequenos aparelhos, a camaleão verde de Santa Clara não seria maluca de não estar num ramo tão lucrativo como o de quinquilharias Android, preferindo se voltar a aparelhos esquisitos como Ouya e Shit Shield que ou não dependem de bateria ou esta possui carga elétrica suficiente para uma autonomia aceitável. E, claro, tablets. Como o Tegra 4 é um SoC honesto num preço modesto, a nVidia viu nele a possibilidade de recuperar o dinheiro do marketing na plataforma Tegra Note: a camaleão faz o tablet Android de referência e fabricantes como a Gradiente montam, se virando para vender e dar garantia local ao hardware.

Só que a nVidia queria mais que dinheiro: ela quer visibilidade numa plataforma cujo hardware é dominado (com toda a razão) por Samsung e Qualcomm. Como fazer isso? Estando presente no tablet mais aguardado pelos desenvolvedores e outros entusiastas Android, o Nexus 9.
continue lendo

emDestaques Google Mercado

Na guerra contra o WhatsApp, Telegram passa a aceitar username

Por em 15 de outubro de 2014

telegram

Eu poderia começar este texto falando sobre a fragmentação da comunicação instantânea nos dias de hoje, mas acredito que seja um tema interessante para um texto exclusivamente sobre o assunto. O que me levou a escrever este texto foi uma rasteira muito interessante que o Telegram passou no WhatsApp e, de quebra, no Viber.

No início da noite desta quarta-feira, o pessoal do Telegram anunciou, através do Twitter, duas excelentes novidades aos usuários. A primeira delas foi a disponibilização de uma interface web do serviço. Assim, passa a ser possível utilizar o Telegram sem ter que fazer a instalação de nenhum programa (computador) ou app (mobile).
continue lendo

emDestaques Internet Software Telecom Web 2.0

Para estrear nos tablets, Scrolls receberá 75% de desconto

Por em 22 de setembro de 2014

scrolls

Na última semana um dos assuntos mais discutidos na indústria de games foi a compra da Mojang pela Microsoft e embora seja natural que muitos tenham tentando imaginar o que acontecerá com o Minecraft, não podemos esquecer que o estúdio possui outro jogo importante, o Scrolls.

É verdade que o próprio pessoal da desenvolvedora não sabia o que aconteceria com o título, mas não demorou muito para que fossem revelados quais serão seus próximos passos e felizmente eles significam uma alívio para nossos bolsos.

continue lendo

emGames Portáteis

Um teclado para Android e iOS com a qualidade Microsoft

Por em 16 de setembro de 2014

UMK_comp_black_verge_super_capa

Pra você que estava esperando um teclado de qualidade para seus tablets com Android, iOS ou Windows, chegou a sua hora.

A Microsoft vai começar a comercializar em outubro o seu novíssimo Universal Mobile Keyboard, por US$ 79,95.

Este lançamento faz parte de uma série de atitudes que mostram que a Microsoft está sim disposta a prover software, serviços e até mesmo hardware para rivais da plataforma Windows.

Quem conhece o modelo Keyboard K480 da Logitech, vai notar as semelhanças. Mas com alguns detalhes adicionais bem interessantes.
continue lendo

emAcessórios Apple e Mac Computação móvel Google Mercado Microsoft

Review: um mês com o Tectoy Veloce

Por em 15 de setembro de 2014

tectoy-veloce-001

Há uma verdade que muita gente que é fã de tecnologia (imprensa inclusa) ignora vez ou outra: nem todo mundo possui grana sobrando para adquirir tudo que há de mais moderno – e caro – no mercado, ou até mesmo não tem vontade de gastar seu rico dinheirinho com gadgets. Os tablets Android pequenos são os principais representantes dessa categoria, principalmente por atenderem dois quesitos importantes: portabilidade e preço baixo. Entretanto, é importante manter um mínimo de qualidade para não decepcionar o consumidor.

A Tectoy, que não tem tradição alguma nesse mercado resolveu arriscar com o Veloce, o primeiro fruto de uma promissora parceria com a Intel, a fornecedora do chip Atom que equipa o bichinho. Mas será que ele é bom o bastante para justificar a compra?
continue lendo

emComputação móvel Destaque Destaques Hardware Mercado Planeta Sem Fio Telecom