Mobile
Mobile
Digital Drops Blog de Brinquedo

Espionagem norte-americana teria feito o governo russo trocar iPads por tablets Samsung

Por em 31 de março de 2014
Laguna_Steve_Jobs_Dmitri_Medvedev

Apple era amiga da Rússia (Crédito: Dmitri Medvedev)

Em junho de 2010, o então presidente e agora primeiro-ministro russo Dmitri Medvedev visitou o Vale do Silício a negócios e, no campus da Apple, recebeu um iPhone 4 de presente das mãos do saudoso CEO da empresa, Steve Jobs. Medvedev inclusive usou o smartphone para mandar seus primeiros tweets, um deles sendo a foto acima, que está no TwitPic pessoal dele.

Uns 3 anos e 9 meses depois, o ministro russo das telecomunicações, Nikolai Nikiforov, veio a público acabar com a amizade que a mãe Rússia tinha com a Apple: os funcionários do governo russo tiveram que trocar recentemente seus iPads por Galaxy Tabs.

O motivo seria a espionagem norte-americana. NSA, aquela mesma. Segundo Nikiforov, o descarte de iPads não seria uma sanção russa aos produtos yankees em resposta às medidas ocidentais tomadas contra a Crise na Ucrânia. Contudo, segundo ele, os russos estão receosos sobre o futuro interesse dos Estados Unidos na Federação Russa e isso levou o governo de Putin a repensar sobre sua preferência em marcas e grifes estrangeiras.

O ministro russo apontou que um iPad não seria tão seguro quanto um tablet Samsung, especialmente os aparelhos mais novos da coreana, que contam com o Samsung Knox e assim teriam como transportar informação confidencial com bastante segurança. Segurança essa que seria satisfatória para o Kremlin de Moscow.
continue lendo

emApple e Mac Mundo Estranho Planeta Sem Fio Segurança

Google estaria exigindo o logo do Android nos novos smartphones

Por em 30 de março de 2014
Laguna_Galaxy_S5_Android_Splashscreen

Galaxy S5 na MWC 2014 (Crédito: Android Central)

O que faz de um smartphone um Android? Bom, é óbvio que ele tem que usar no mínimo o AOSP, os drivers do hardware propriamente dito e os aplicativos compatíveis com o tal kernel.

Um smartphone Nexus, por exemplo, serve de vitrine para o GMS — Google Mobile Services — pacote de aplicativos e APIs do Google, sendo o Google Play Store o de maior destaque e interesse entre os desenvolvedores Android.

A maioria dos fabricantes de smartphones Android incluem modificações e aplicativos próprios, além de crapware software das operadoras de telefonia celular, mas não deixam de incluir o GMS por acordos com o Google. Amazon e Nokia, pelo contrário, preferem trocar os serviços Google por pacotes que incluam suas lojas e serviços exclusivos de seus aparelhos.

A mais recente novidade entre os dispositivos Android foi notada graças à splash screen de novos smartphones como Nexus 5, HTC One M8 e Galaxy S5. É o clássico logotipo “Powered by Android” lá do Nexus One, que agora é exigido das fabricantes de novos smartphones Android que queiram ter acesso a serviços Google como a lojinha de aplicativos.

Tal inclusão do logotipo tem seu próprio conjunto de diretrizes do Google e o “Powered by Android” deve estar presente na tela de boot para que os fabricantes tenham acesso ao Google Play Store em novos dispositivos.
continue lendo

emDestaques Google Linux Mercado Open-Source Software

Xbox One: Kinect v2 está muito próximo de chegar ao Windows e pacote com Titanfall ganha desconto

Por em 30 de março de 2014

Laguna _Kinect_v2_XBO

Assim como o Michael Pachter, o tio Laguna tem lá suas dúvidas quanto a utilidade do Kinect para jogos, mas convenhamos que o acessório foi o que mais diferenciou o Xbox 360 dos concorrentes da sétima geração, no quesito jogos casuais: enquanto a Sony imitava o Wiimote da Nintendo com o PS Move, coube à Microsoft tentar algo diferente com a ajuda da PrimeSense. Quem jogou Dance Central que o diga.

Enfim, o sucesso comercial do Kinect para o 360 foi tanto que a Microsoft desenvolveu uma versão Windows do acessório, justamente para facilitar o desenvolvimento de aplicações. A maioria delas, não tinha qualquer relação com jogos.

Com o Xbox One, a Microsoft fez da nova versão do Kinect algo obrigatório para a experiência de jogo no console. O problema: graças ao conector proprietário, o Kinect v2 cria um obstáculo aos desenvolvedores de aplicações e aplicativos Windows que não queiram desenvolver jogos para o XBO.

Agora não mais: estaríamos próximos do lançamento do Kinect for Windows v2.
continue lendo

emDestaques Microsoft Periféricos

NatGeo sai na frente da Wikipedia e já incorpora a Crimeia ao território russo

Por em 19 de março de 2014
Laguna_Russian_Federation_with_Crimea

Federação Russa disputa a Crimeia até na internet (Crédito: Wikipedia)

Enquanto a crise na Ucrânia vai terminando com a “pacíficaanexação da Crimeia pela Rússia, outra guerra vem ocorrendo no principal ícone da internet colaborativa: uma verdadeira “batalha dos mapas” continua viva na Wikipedia (a de verdade, não a em português).

Inúmeros contribuidores têm colocado e tirado (uy) a ex-Autônoma República Ucraniana da Crimeia no (ou do) mapa russo. No momento, o mais recente mapa da Rússia na Wikipedia inclui a Crimeia com uma cor em destaque em respeito ao litígio, mas versões mais antigas já davam como certa a incorporação da República da Crimeia à Federação Russa.

Tudo bem que os Estados Unidos e outros governos ocidentais se recusam a reconhecer a anexação da Crimeia pela Federação Russa, mas a maior e mais famosa empresa de cartografia do mundo, a norte-americana National Geographic, já avisa que vai incluir de facto a antiga península ucraniana como território russo.
continue lendo

emDestaque Geologia Open-Source Web 2.0

Samsung anuncia a NX Mini, câmera mirrorless para quem realmente gosta de tirar selfies

Por em 19 de março de 2014
Laguna_Samsung_NX-Mini_selfie

Olha o passarinho… (Crédito: Mashable)

Fato: todo mundo adora fazer autorretrato, mas selfie virou mesmo de vez a palavra da moda depois da ação publicitária da Samsung no Oscar 2014. Um porém é que tirar selfie de um foblet como o Galaxy Note 3, além de não ser prático pelo tamanho físico do aparelho, esbarra na qualidade de imagem limitada pela câmera frontal. No caso da maioria dos smartphone e tablets, a câmera frontal não passa dos 2 megapixels, apenas o suficiente para uma videoconferência em Full HD.

Para não passar mais vergonha com a qualidade das selfies, a Samsung decidiu anunciar a NX Mini, uma câmera bem leve e compacta com duas características bem incomuns: ela é uma câmera mirrorless com lentes intercambiáveis e que possui uma tela articulada que permite que você tire foto de si mesmo com qualidade bem maior que a câmera traseira de qualquer smartphone, foblet ou tablet!
continue lendo

emAcessórios Áudio Vídeo Fotografia Equipamentos

Atualização no Chromecast sugere venda física do aparelho fora dos Estados Unidos

Por em 16 de março de 2014
Laguna_Chromecast

Parece um pendrive isso (Crédito: Giz UK)

Uma recente atualização no app oficial do Chromecast em smartphones e tablets aparentemente revela que outros países poderão em breve receber em lojas físicas o pequeno aparelho multimídia do Google, que até o presente momento tem a venda restrita aos Estados Unidos, e transformar o televisor em uma Smart TV.

Na atualização foi adicionado o suporte a 20 idiomas na versão iOS e mais de 50 idiomas na versão Android do software que gerencia o Chromecast. Quando o Google abriu o SDK a todos os desenvolvedores, era esperado que o próximo passo do Google seria disponibilizar a venda física para outros países e o Reino Unido é o mais cotado para receber o Chromecast ainda este mês.
continue lendo

emÁudio Vídeo Fotografia Google Hardware Planeta Sem Fio Software

Sony: “gostaríamos de ter um portátil como o Nintendo 3DS, mas ao menos nosso PS4 é líder”

Por em 16 de março de 2014
Laguna_Killzone_PS4

Oitava geração, uma verdadeira Killzone (Crédito: Polygon)

Parece que a Microsoft ganhou força nos Estados Unidos: se em janeiro o XBox One vendeu metade do número de consoles PlayStation 4 vendidos naquele mercado, ao menos em fevereiro a lacuna foi bem menor. Segundo a própria Microsoft, o console de 8ª geração dela vendeu o equivalente a 90% do que o principal console Sony conseguiu vender nos Estados Unidos.

Se a Microsoft afirma que conseguiu vender 258 mil unidades do XBO nos Estados Unidos em fevereiro, podemos calcular que o PS4 vendeu 285 mil consoles em tal disputado mercado. O pessoal do NPD observou que devido à diferença de preço, o console da Microsoft lucrou mais que o da Sony, ou seja, a receita do XBox One foi maior que a do PlayStation 4.

A Microsoft acha que a pré-venda de Titanfall e do bundle correspondente foram algumas das razões desse sucesso comercial dela. Na lanterninha da oitava geração, a plataforma Wii U vendeu pouco mais de 80 mil consoles. Se considerarmos as vendas totais mundiais, o PS4 lidera com base instalada de 6 milhões de consoles, contra 5,5 milhões do Nintendo Wii U e 3,9 milhões de XBO.

Ao considerarmos que tanto o PS4 quanto o XBox One foram lançados em novembro e o Wii U já tinha um ano de estrada, podemos prever que o PlayStation 4 vai liderar a oitava geração de consoles seguido de perto pelo XBox One. Em lugares como o Canadá, a procura pelo console da Sony tem sido tanta que lojistas cogitam aumentar o preço do PS4 para manter os estoques. Lei da oferta e da procura. Mesmo com esse maldito capitalismo, ainda há esperança para a Nintendo?
continue lendo

emDestaques Hardware Microsoft Nintendo Sony