Pop
Pop
Digital Drops Blog de Brinquedo

Cavaleiros do Zodíaco: Alma de Ouro — resenha do episódio 4

Por em 23 de maio de 2015

Laguna_Soul_of_Gold_43_Sigmund_de_Granyl_e_Balder_de_Hræsvelgr

Logo antes da resenha do episódio anterior de Saint Seiya Soul of Gold, o tio Laguna citou o Dragon Ball Super, que seria a continuação das aventuras de Son Goku. Pois bem, aquele animê vai ganhar mangá.

Isso mesmo, enquanto as duas Sagas de Asgard d’Os Cavaleiros do Zodíaco só existirão em animê, Dragon Ball será continuado tanto em novo animê quanto em novo mangá. As novas histórias em quadrinhos de Dragon Ball serão desenhadas pelo Toyotarō, mesmo artista que adaptou o novo filme Dragon Ball Z: Fukkatsu no F em três capítulos de tal mídia.

Outra continuação que marcou a semana foi Boruto, a continuação de Naruto Shippūden: não basta termos acompanhado o Naruto por trocentos episódios, agora podemos acompanhar as aventuras do filho do sétimo Hokage da Vila da Folha no filme Boruto — Naruto the Movie. O tio Laguna gosta do mangá Naruto mas o animê é terrivelmente cheio de fillers e o Boruto me parece ser mais um deles.

Certo, o tema do presente texto não é Goku ou Naruto, são os Cavaleiros de Ouro. Continuemos com a programação.
continue lendo

emResenhas Televisão Vídeo

Google estaria desenvolvendo um sistema operacional para a Internet das Coisas

Por em 21 de maio de 2015
Laguna_Internet_of_Things

Um mundo cada vez mais conectado, até demais? (crédito: Security Affairs)

Não basta dominar os smartphones e os tablets, o Google quer que o Android se expanda para outras máquinas. Depois da bela estreia do Android Wear em belos relógios inteligentes como o Moto 360, em breve teremos o Grande Irmão de Mountain View fornecendo o software para os pequenos dispositivos conectados, normalmente sem tela.

Isso mesmo, o Google estaria prestes a entrar com tudo (ui) na Internet das Coisas.
continue lendo

emGoogle Planeta Sem Fio

Lucro Brasil: hoje a Apple lançou alguns novos modelos do Mac e está cobrando aquele precinho

Por em 19 de maio de 2015
Laguna_MacBook_Pro_iMac_5K

MacBook Pro e iMac: ambos Retina, ambos imensamente caros no Brasil

Do nada, a Apple decidiu lançar hoje dois novos computadores. A única coisa em comum entre eles é o uso de processadores gráficos dedicados da AMD.

Comecemos com o iMac 5K: a apresentação oficial mal completou sete meses e o computador tudo-em-um da Apple já ganhou um modelo mais barato, com processador Intel 200 MHz mais lento e HD normal, sem ser SSD. Preço? 1.999 dólares. O modelo topo de linha ganhou leve desconto lá na civilização e agora é vendido por US$ 2.299 em vez dos habituais 2.499 dólares.

Em seguida temos o MacBook Pro Retina de 15 polegadas, que agora conta com o Force Touch do irmão mais novo minimalista, o velho Core i7 “Haswell”, 16 GB de memória principal (RAM) e seu modelo topo de linha vem com a gloriosa GPU mobile Radeon R9 M370X, com 2 GB de memória dedicada (VRAM) do tipo GDDR5. Tal modelo mais avançado custa míseros US$ 2.499, valor um tanto alto para quem quer um laptop para jogos mas tudo bem.

Tudo bem se você for importar, mas se você quiser comprar qualquer dessas máquinas aqui no Brasil, vai pagar caro. Muito caro.
continue lendo

emApple e Mac Destaque Destaques Mercado

Filme sobre Steve Jobs com Michael Fassbender ganha teaser

Por em 17 de maio de 2015

Laguna_Michael_Fassbender_as_Apple_Innovator

E começou a contagem regressiva para um novo filme sobre a vida de Steve Jobs. No filme produzido pela Legendary e distribuído pela Universal Pictures, teremos Michael Fassbender (muito bem no X-Men: Dias de um Futuro Esquecido) como o saudoso fundador da Apple em três principais momentos: o lançamento do Macintosh, a saída de Steve Jobs (para a NeXT Computer) e o lançamento do iPod.

O roteiro do Aaron Sorkin (responsável pelo A Rede Social) é baseado no livro biográfico escrito por Walter Isaacson e o filme está sendo dirigido pelo Danny Boyle (que dirigiu Quem Quer Ser um Milionário?). Seth Rogen (da “comédia” A Entrevista) será Steve Wozniak.
continue lendo

emApple e Mac Cinema

Resenha — Mad Max: Estrada da Fúria

Por em 15 de maio de 2015
Laguna_Mad_Max_1_Mel_Gibson

Esse era o Mel Gibson no Mad Max 1 (crédito: The Playlist)

O primeiro Mad Max não era exatamente um primor de produção: com algumas poucas centenas de milhares de dólares à época, o diretor e roteirista australiano George Miller fez uma espécie de faroeste de vingança num mundo distópico, situado após a crise energética. Assistindo recentemente, o filme de 1979 é muito diferente do que aquele que o tio Laguna achou que viu nas tardes do SBT.

Tínhamos ali algum rastro de civilização, e o personagem principal era um policial com o Ford Falcon XB sedan 1974 amarelo, um belo carro para a época. Aquele defensor da lei e da ordem era Max Rockatansky (interpretado por um jovem Mel Gibson), alguém que fica compreensivelmente louco quando uma gangue de motoqueiros persegue e atropela sua esposa e filho. Tal gangue espalhava o medo por onde passava, em troca de alguns galões de combustível para saquear mais gente. Depois da merecida vingança o louco Max, esse Batman do futuro bem alternativo, vai caçar bandido no deserto australiano com seu Ford XB Falcon GT351 preto de 1973. 100 milhões de dólares arrecadados depois, surge uma continuação tão superior que é mais fácil ignorarmos o primeiro filme logo.

Sério, o Mad Max de 1979 cai na regra dos 20 anos: envelheceu mal, é tudo tão arrastado e tosco que é complicado levar a sério hoje. Nisso concordo com o povo da Casa Geek: só assista ao Mad Max 1 se estiver realmente disposto a encarar aquilo.

Um filme que envelheceu bem melhor foi o segundo Mad Max, esse todo mundo lembra.
continue lendo

emCinema Destaque Destaques Resenhas Vídeo

Vendas NPD — abril: o Xbox One dá fatality no PS4 norte-americano

Por em 14 de maio de 2015
Laguna_Mortal_Kombat_Xbox_One

Xbox One wins, FATALITY!

No maior mercado de games do mundo, o mês de abril foi fraco. O povo lá nos Estados Unidos comprou menos acessórios e consoles.

Lançamentos? Poucos, mas ao menos as vendas físicas de software tiveram um belo crescimento em relação ao ano passado.

continue lendo

emDestaques Hardware Microsoft Nintendo Sony

Ultra HD Blu-ray (4K) tem as especificações finais definidas e lançamento pode ser ainda este ano

Por em 13 de maio de 2015
Laguna_Blu-ray_collection

Essa é parte da coleção de discos Blu-ray do tio Laguna, mas mesmo a coleção completa não deve chegar perto da coleção do Gilson

Early-adopter só se ferra: mal ultrapassei a coleção de DVDs de filmes com os discos Blu-ray e já vem outro padrão. Trata-se do Ultra HD Blu-ray, padrão de mídia física óptica para filmes em 4K.

Embora a Netflix, Amazon Prime e outros serviços já tenham opção de streaming em 4K, a mídia física ainda sobrevive com bastante demanda: não é todo mundo que possua conexão de 100 Mb/s em casa dando sopa. E também temos os colecionadores: o tio Laguna, por exemplo, só compra mídia física pelos extras de produção (making of) e pelo backup em si, vai que tem apocalipse zumbi.

Pois bem, a Blu-ray Disc Association acaba de definir as especificações finais do formato.
continue lendo

emDestaques Indústria Vídeo