Meio Bit » Games » Beyond the Relays: o Mass Effect como um jogo de estratégia

Beyond the Relays: o Mass Effect como um jogo de estratégia

Criado tendo o Stellaris como base, Beyond the Relays é uma bela modificação que reimagina a franquia Mass Effect como um jogo de estratégia 4X

27/06/2022 às 10:47

A série Mass Effect marcou o seu nome por nos permitir explorar o universo, mas também por ser uma das melhores óperas espaciais dos videogames. Visitar diversos planetas, conhecer e nos relacionar com personagens de várias espécies, enfrentar perigos nos confins da galáxia... Tudo isso é comum na franquia da BioWare, mas você já pensou se ela também nos colocasse para gerenciar uma civilização e tivesse uma abordagem mais estratégica?

Mass Effect: Beyond the Relays

Crédito: Divulgação/Binary Helix

Essa ideia pode parecer muito diferente da proposta original, mas um grupo conhecido como Binary Helix decidiu colocá-la em prática e assim nasceu o projeto Mass Effect: Beyond the Relays. Usando o jogo Stellaris como base, o que esses fãs planejam é modificá-lo completamente, recriando a Via-Láctea da maneira como ela é vista no RPG.

Para isso, os modders aproveitarão o vasto material criado pela BioWare, o que inclui desde as mensagens que podem ser encontradas nos terminais do Mass Effect, até as transmissões de notícias ou o que foi produzido fora dos jogos, como livros, revistas em quadrinhos e a animação Mass Effect: Paragon Lost. Além disso, eles ainda vasculharam histórias criadas pelos fãs e mods que visavam expandir a galáxia no terceiro jogo.

O resultado de dessa dedicação será a criação de 381 sistemas solares; uma representação mais precisa e totalmente funcionou do sistema de Mass Relay; a disponibilização de grande parte das raças principais, mas também de algumas menos conhecidas, como os Lystheni e os Antillans; ou a inclusão de diversas espaçonaves inéditas.

Outro detalhe que deverá deixar os jogadores empolgados é a confirmação de que o Beyond the Relays contará com três modos de jogo: no primeiro teremos uma experiência sandbox, com todos os impérios começando em condições iguais. O segundo terá início logo após a Guerra do Primeiro Contato, com cada espécie começando com suas colônias, tecnologias e frotas exatamente como no Mass Effect; e por fim, teremos um modo híbrido, em que os impérios serão orientados de acordo com os eventos que acontecerão no mapa do jogo.

Crédito: Divulgação/Binary Helix

Até a inteligência artificial do mod tem recebido uma atenção especial por parte do pessoal do Binary Helix. De acordo com a nota de divulgação da versão 0.7.0 do Mass Effect: Beyond the Relays, conforme a equipe realizava testes com a modificação, eles perceberam que para a IA funcionar da maneira como desejavam, teriam que recriá-la e quando isso tiver acontecido, os jogadores notarão que os impérios se comportarão de maneira bem mais fiel ao que temos na história oficial.

Outro desejo do grupo é que no futuro o mod passe a contar com conselheiros dublados para cada facção. No momento eles até possuem uma equipe que está responsável por escrever essas falas, mas assim como a implementação do Citadel Council e dos Reapers, este é um recurso quando ainda deverá demorar a aparecer no jogo.

Sem uma previsão para que a versão final do Beyond the Relays seja lançada, o projeto teve início em novembro de 2021 e por enquanto conta com 24 civilizações. O grupo responsável pela sua criação está à procura de programadores, artistas, roteiristas e qualquer pessoa disposta a se voluntariar para ajudar o projeto. Já o seu desenvolvimento pode ser acompanhado pelo ModDB, pelo Discord do Binary Helix ou pela página que eles criaram no Steam Workshop.

Inovar ou não inovar, eis a questão (Crédito: Divulgação/BioWare)

Mesmo admitindo que jogos de estratégia em tempo real me atraem muito mais do que os 4X (Explore, Expand, Exploit e Exterminate), essa é uma iniciativa impressionante e que mostra mais uma vez a paixão que algumas pessoas possuem por certos título e como, no geral, as empresas ignoram tanta dedicação.

No caso específico do Mass Effect, o universo criado pela BioWare é tão vasto, detalhado e fascinante, que se pensarmos bem, surpreende a franquia não ter dado origem a um sem-número de spin-offs. Há tantas possibilidades que permanecem inexploradas e a proposta desse pessoal em reimaginar a série como um jogo de estratégia ilustra muito bem isso.

Não estou falando aqui que deveríamos ter um Mass Effecft Kart e sei que a série principal já reúne elementos de vários gêneros. Porém, um MMO baseado nela poderia funcionar muito bem e mesmo não gostando muito dos estilos, acredito que ela poderia ser adaptada até como um battle royale ou um MOBA. Eu jogaria algo assim? Provavelmente não, mas imagino que muitos passariam horas e mais horas nesses jogos.

Obviamente, se fosse para criar uma variação de uma franquia tão adorada como essa apenas visando o lucro, o melhor seria deixá-la como está, mesmo porque a sua base mais leal de fãs não costuma lidar muito bem com mudanças. Contudo, esse não seria o comportamento típico de todas as comunidades que se forma ao redor dos games?

Fonte: PCGamer

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários