Home » Ciência » Espaço » Missão Lunar da SpaceX será transmitida ao vivo em realidade virtual

Missão Lunar da SpaceX será transmitida ao vivo em realidade virtual

A missão lunar da SpaceX com Yusaku Maezawa e seus convidados será transmitida ao vivo em VR, usando o sistema de satélites Starlink que já deve estar operacional até lá.

20/09/2018 às 16:03

A fantástica missão lunar turística da SpaceX terá transmissão ao vivo em realidade virtual para nós aqui da Terra, mostrando tudo que vai acontecer com o bilionário japonês Yusaku Maezawa e os 6 (ou até 8) artistas que ele deve convidar para compartilharem dessa experiência única.

Segundo palavras do próprio Elon Musk publicadas em seu perfil do Twitter, “a missão para a Lua será transmitida em streaming ao vivo em realidade virtual de alta definição, para te passar a sensação de que você está lá em tempo real, menos os poucos segundos para a velocidade da luz”.

Parece bem animador, não é? Eu gostei muito da proposta, só não sei se os convidados vão curtir a transmissão de seus vômitos e etc. Claro que a imagem divulgada por Elon é bem mais poética do que isto, como não podia deixar de ser.

Missão lunar da SpaceX terá transmissão ao vivo em VR.

Indo além do seu valor como entretenimento, os valores obtidos pela venda dos direitos de transmissão deste futuro reality show lunar a bordo do Big Falcon Rocket poderão muito bem se juntar ao que o bilionário japonês irá pagar pelas passagens, e ajudar a ressarcir o caixa da SpaceX dos imensos gastos com esta Missão Lua, que inclui a construção da Big Falcon Ship que já está em andamento e do próprio foguete.

Praticamente todo mundo que eu conheço vai fazer questão de assistir tudo isso ao vivo, e a viagem será uma diversão garantida para nós, pobres mortais que não teremos como bancar uma viagem destas, e muito menos o talento nas artes para sequer sermos considerados por Maezawa para um dos seus convites.

Na mesma conversa, ao ser perguntado por um seguidor sobre como iria lidar com a questão da comunicação do lado escuro da Lua, ele confirmou que o poderoso sistema de satélites Starlink da SpaceX já deve estar ativo até o momento que a missão for lançada, o que deve ajudar bastante nesta transmissão. Além de transmitir a missão da SpaceX para a Lua, o Starlink deve oferecer acesso sem fio de alta velocidade em qualquer canto do nosso planeta azul, ou pelo menos essa é a promessa. Os dois primeiros satélites do projeto aliás foram lançados em fevereiro deste ano, com os sugestivos nomes de Tintin A & B.

Aos que ainda duvidam da viabilidade da sua missão turística até a Lua ou mesmo do Starlink, é bom lembrar que Elon Musk não tem o hábito de voltar atrás em seus planos, por mais que eles muitas vezes levem um bom tempo até se tornarem realidade, de ou algo próximo disto. A missão lunar já vem sendo planejada faz tempo, e agora falta bem pouco para se tornar realidade. De uma forma ou de outra, a SpaceX tem chegado bem perto de tudo que foi prometido até agora, então recomendo não menosprezar e muito menos ridicularizar a visão da empresa para o futuro, que inclui não só fly-bys da Lua, mas uma colônia Lunar propriamente dita.

O certo é que Elon Musk deve estar se divertindo muito com isso todos esses preparativos, por mais que alguns achem que ele está passando por momentos de extrema dificuldade e precise muito de ajuda, como li por aí outro dia. Vai dar um trabalho imenso tirar o BFR do papel e o colocar a caminho da Lua? Com toda a certeza, mas deve ser bem mais interessante pensar em como resolver todas as dificuldades de uma missão destas proporções do que ter que ficar lendo ou ouvindo esse tipo de ladainha típica dos haters, ou ainda pior, ter que lidar com os spammers que perseguem seu perfil no Twitter aqui na Terra.

Caso ainda não tenha lido, recomendo fortemente o post do Cardoso sobre o primeiro contrato do BFR e a missão lunar da SpaceX.

relacionados


Comentários