Meio Bit » Games » O inusitado sucesso do Placid Plastic Duck Simulator

O inusitado sucesso do Placid Plastic Duck Simulator

Idealizado como uma piada, Placid Plastic Duck Simulator tem feito um tremendo sucesso ao nos colocar para assistir patos de borracha numa piscina

12/12/2022 às 9:03

Com uma quantidade imensa de jogos chegando ao Steam todas as semanas, conseguir se destacar acaba se tornando uma tarefa quase impossível para boa parte das produções independentes. Diante deste cenário, a chance de algo como o Placid Plastic Duck Simulator fazer sucesso parecia improvável, mas isso aconteceu.

Placid Plastic Duck Simulator

Crédito: Divulgação/Turbulento Games

Desenvolvido pela Turbulento Games, uma desenvolvedora italiana que nem um site oficial possui, o jogo — se é que podemos chamá-lo assim — é um daqueles casos que nos colocam para pensar no que é necessário para fazer com que um produto caia no gosto do público.

Lançado em 6 de julho de 2022, Placid Plastic Duck Simulator é descrito no Steam como “um ambiente 3D relaxante onde você experiencia a vida como um pato de borracha,” “um experimento para induzir calma e felicidade.” Ao ler tais palavras, o natural seria que boa parte das pessoas se questionasse como foram parar novamente naquela área sombria do serviço de distribuição digital da Valve, mas não é bem isso o que está acontecendo.

Sem uma forte campanha de marketing por trás e contando apenas com algumas publicações no Reddit, a situação do jogo começou a mudar quando duas grandes contas japonesas falaram sobre ele no Twitter. Aquilo foi o suficiente para que alguns streamers do Japão e da Coreia do Sul passassem a mostrar o simulador e o interesse do público começou a se espalhar.

Então, quando o boca-a-boca chegou ao ocidente, a popularidade do Placid Plastic Duck Simulator explodiu. Com o jogo contando com mais de 1,2 mil seguidores no Twitch, um canal no Youtube conseguiu mais de 766 mil visualizações após publicar um vídeo em que o dono fica por vários minutos falando um monte de besteiras enquanto assiste os patinhos numa piscina.

Crédito: Divulgação/Turbulento Games

Pois esse é o detalhe que torna a criação da Turbulento Games tão... singular. Nela não teremos acesso a missões, não poderemos praticar nossos reflexos contra chefes poderosos, muitos menos caminharemos por um mundo aberto cheio de detalhes. O que ela nos oferece é apenas a possibilidade de mover a câmera, clicar nos patos para ouvi-los fazer barulho e só!

Ou seja, estamos falando de algo parecido com um protetor de tela que já conseguiu mais de 3500 avaliações positivas no Steam. Além disso, como 98% das pessoas recomendaram o Placid Plastic Duck Simulator, isso o coloca ao lado de títulos bastante conceituados, como Portal 2, Vampire Survivors, Hades ou Stardew Valley.

Mas afinal, o que explica tamanho sucesso? Para tentar descobrir isso, o pessoal da newsletter GameDiscoverCo conversou com o responsável pela Turbulento Games, Valerio Bernadini, e o game designer deu a sua visão. Segundo ele, o simulador nasceu durante uma jam enquanto eles estavam trabalhando no desenvolvimento do Starsand, um jogo que lançaram sob o nome da Tunnel Vision Studio.

Inspirado por jogos em que não fazemos nada e que se tornaram memes, como Tree Simulator e Mountain, Bernadini disse que os streamers têm utilizado o simulador para contar suas próprias histórias, além do baixo preço cobrado por ele (R$ 6 no Brasil) servir como motivação para a compra.

“As pessoas jogam US$ 2 em um jogo que deveria ser uma piada, apenas para descobrir que existem 47 patos diferentes pintados à mão para colecionar, várias interações estranhas, eventos de ambientes, um OVNI, conquistas, segredos e uma trilha sonora para curtir,” defendeu o game designer. “Elas ficam felizes e deixam uma avaliação positiva para compartilhar essa felicidade com mais pessoas.”

Crédito: Divulgação/Turbulento Games

Mas independentemente do que levou o Placid Plastic Duck Simulator a ser tão querido pelo público, agora a Turbulento Games tem procurado capitalizar esse sucesso. O primeiro movimento neste sentido foi lançar em outubro o DLC Ducks, Please e eles não pararão por aí. No dia 15 será a vez de uma expansão que levará os patinhos para um resort de inverno e se tudo correr bem, em março de 2023 será adicionado um modo multiplayer em que poderemos “fazer nada com os amigos”. Além disso, uma versão para o Nintendo Switch também está nos planos.

É provável que nem tudo isso seja o suficiente para transformar a Turbulento Games numa grande potência, mas o dinheiro gerado por uma brincadeira poderá fazer com que o estúdio mantenha as contas em dia e até financiar outras criações. O difícil é olhar para a bem sucedida piada e enxergar o que as pessoas gostaram tanto nela, até porque, tudo pode não ter passado de uma simples jogada de sorte.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários