Home » Entretenimento » Filmes dos anos 80 que marcaram a década

Filmes dos anos 80 que marcaram a década

Faça uma viagem ao passado relembrando alguns filmes que marcaram os anos 80 e que acabaram se tornando verdadeiros ícones da cultura pop.

19 semanas atrás

Ah, a década de 80! Época em que as pessoas adoravam ostentar longas cabeleiras de gosto duvidoso, usavam roupas extravagantes e não tinham vergonha de colocar o esqueleto para sacudir ao som da dança proibida (procure no Google. Ou melhor, deixe pra lá).  Porém, se tem algo dos anos 80 do qual não temos do que nos envergonhar são os filmes — ou ao menos uma parte deles.

Curtindo a Vida Adoidado - Filmes anos 80

Foi naquela década que eu nasci e na qual aprendi a adorar o cinema, o que me fazia ir quase diariamente às videolocadoras e voltar para casa com uma sacola cheia de fitas VHS. Numa época em que nem sonhávamos em ter filmes entregue por streaming e sem acesso a todo o conteúdo fornecido pela internet, o jeito era fazer amizade com o dono daqueles estabelecimentos, apostar em capas bacanas e/ou receber indicações de amigos.

Também foi naqueles anos que vimos o surgimentos de muitas franquias que ainda hoje são exploradas por Hollywood, o que deixa claro o quanto elas foram bem sucedidas e conseguiram chamar a atenção do público. Sendo assim, nada melhor do que relembrarmos alguns dos principais filmes lançados nos anos 80, obras que se tornaram clássicos e que formaram uma geração.

Abaixo você confere 10 daqueles filmes que mais me marcaram e junto com eles deixarei alguma indicações de longas parecidos e que de algum forma possuem alguma semelhança entre si. Então vamos lá!

De Volta para o Futuro

De Volta para o Futuro - filmes anos 80

Muitos filmes conseguiram conquistar uma legião de admiradores, tantos outros foram apontados como entre os melhores de todos os tempos, mas pouquíssimos conseguiram, além dessas duas façanhas, se tornarem verdadeiros ícones da cultura pop.

Ao contar a inusitada história de um adolescente que viajava para o passado e perigosamente despertava o interesse da própria mãe, Robert Zemeckis conseguiu criar um verdadeiro clássico, além de transformar Michael J. Fox em um dos maiores astros de Hollywood e eternizar o DeLorean como um dos carros mais emblemáticos de todos os tempos.

Menções Honrosas: E.T.: O Extraterrestre, Quero ser Grande, Meu Amigo Totoro, A História sem Fim.

Indiana Jones e os Caçadores da Arca Perdida

Indiana Jones e os Caçadores da Arca Perdida - filmes anos 80

Eu já quis ser muita coisa na vida, mas o sonho de me tornar arqueólogo obviamente se deve ao Dr. Henry Walton Jones, Jr. Na minha cabeça, entrar para a área faria com que eu pudesse explorar o mundo em busca dos mais valiosos tesouros, permitindo que eu me metesse nas maiores aventuras, mas aí veio o choque de realidade e acabei desistindo.

De qualquer forma, a trilogia Indiana Jones continua sendo uma das maiores aventuras já produzidas para o cinema, com os filmes lançados nos anos 80 permanecendo extremamente divertidos ainda hoje e servindo como uma ótima válvula de escape para quem um dia imaginou ser tão legal quanto o Indy.

Menções Honrosas: Indiana Jones e o Templo da Perdição, Indiana Jones e a Última Cruzada, Aventureiros do Bairro Proibido.

Aliens, o Resgate

Aliens - filmes anos 80

Colocar outro diretor para dirigir uma sequência pode ser algo muito perigoso, mas em se tratando da continuação para o Alien, o Oitavo Passageiro, acho que ninguém poderia ter feito um trabalho melhor que James Cameron, talvez nem mesmo o Ridley Scott.

Mantendo a atmosfera aterrorizante do primeiro filme e entregando vários personagens muito interessantes, Aliens, o Resgate ainda conseguiu enriquecer o universo da franquia e mostrar que mais assustador do que um xenomorfo, só mesmo um bando deles (e uma rainha).

Indicado a sete Oscars — incluindo um de melhor atriz para Sigourney Weaver — e tendo vencido como Melhores Efeitos Visuais e Melhor Edição de Som, ele não é apenas um dos filmes clássico dos anos 80, mas uma dos melhores obras de terror/ficção-científica.

Menções Honrosas: O Predador, Poltergeist: O Fenômeno, A Hora do Pesadelo.

O Exterminador do Futuro

O Extermiandor do Futuro - Filmes anos 80

A indústria do cinema norte-americano costuma ser criticada pela falta de originalidade e embora isso não deixe de ser verdade, vez ou outra alguém surge com uma ideia nova. Este foi o que aconteceu no início da década de 80, quando um jovem James Cameron escreveu o roteiro para o O Exterminador do Futuro.

Nele tínhamos uma rede de inteligência artificial que se rebelava contra a humanidade num futuro não muito distante e para evitar que o nosso salvador nascesse, as máquinas enviam para o passado um androide que é interpretado por Arnold Schwarzenegger e cujo objetivo será matar a mãe de John Connor.

Hoje os efeitos especiais do O Exterminador do Futuro podem parecer estranhos, até lhe dando uma cara de filme B, mas isso não diminui o quão fantástica foi aquela produção. Só é uma pena que, tirando a sua continuação, infelizmente a franquia foi muito maltratada ao longo dos anos.

Menções Honrosas: Jogos de Guerra, Fuga de Nova York, RoboCop: O Policial do Futuro.

Blade Runner: O Caçador de Androides

Para ser sincero, acho que eu só foi ter meu primeiro contato com Blade Runner: O Caçador de Androides lá na década de 90, mas a certeza que tenho é de que quando o assisti, fiquei completamente apaixonado por aquele filme. Roteiro, atuações, direção, ambientação, fotografia… Tudo nele parecia se encaixar perfeitamente, fazendo com que muitos passassem a adorar o estilo cyberpunk.

Adaptado do romance Androides Sonham Com Ovelhas Elétricas?, de Philip K. Dick, o filme contava com uma inesquecível trilha sonora composta pela banda Vangelis, o que lhe rendeu uma indicação ao Oscar. Porém, o mais importante foi o legado deixado pelo longa, com a sua estética tendo se tornado referência para muitas obras que o seguiram, de videogames a programas de televisão e animes.

Menção Honrosa: Akira.

Os Goonies

A princípio eu iria falar sobre o Conta Comigo, mas como já o defendi na lista sobre as melhores adaptações de livros do Stephen King, preferi dar espaço para outro dos ótimos filmes dos anos 80, Os Goonies.

Nele, após encontrarem um mapa um grupo de crianças parte numa grande aventura para descobrir onde está enterrado o tesouro de Willy Caolho. Mas como não poderia deixar de ser, no caminho eles terão que encarar muitos desafios, entre eles os membros da família Fratelli.

Um clássico da Sessão da Tarde, cujo enredo pode parecer bobinho hoje, mas que nem por deixa de ser uma boa dica para assistir com os filhos.

Menção Honrosa: Conta Comigo.

Os Caça-Fantasmas

Sendo uma aposta extremamente arriscada para a época, afinal até então nenhum filme de comédia havia investido tanto em efeitos especiais de ponta, a ideia inicial para os Os Caça-Fantasmas colocaria os protagonista para viajar no tempo a procura de forças sobrenaturais, mas até para diminuir os custos, o roteiro escrito por Dan Aykroyd e Harold Ramis acabou sendo adaptado para uma ambientação mais realista.

Hoje podemos dizer que a escolha acabou sendo acertada, já que nada poderia ser mais legal do que vermos quatro amigos que controlam uma empresa especializada em caçar fantasmas atuando na cidade de Nova York.

Mais um filme que se tornou um dos ícones dos anos 80, ele deu origem a jogos eletrônicos, desenhos animados e sua música tema permanece ecoando no nosso cérebro, mesmo quase 35 anos depois do seu lançamento.

Menção Honrosa: Os Caça-Fantasmas 2.

Curtindo a Vida Adoidado

Sejamos francos, praticamente todo adolescente já matou aula, mas por mais que você fizesse parte do grupo de pessoas que adorava sair de casa, mas não entrar no colégio, duvido que alguma vez tenha vivido um dia tão incrível quanto o de Ferris Bueller no filme dirigido por John Hughes.

Um verdadeiro mestre em enganar os outros, em Curtindo a Vida Adoidado o jovem interpretado por Matthew Broderick nos leva por uma inesquecível viagem pela cidade de Chicago, culminando na lendária cena do desfile embalada pelo clássico Twist and Shout, dos Beatles.

Mais do que um dos melhores filmes dos anos 80, ao menos para mim ele é uma das principais lembranças que tenho da minha infância.

Menções Honrosas: Clube dos Cinco, Footloose: Ritmo Louco.

Platoon

Eu adoro filmes sobre guerras e acho que nos anos 80 nenhum foi melhor que a criação de Oliver Stone. Baseado em algumas experiências que o diretor teve enquanto serviu no Vietnã, o longa mostra a chegada do voluntário Chris Taylor à fronteira do Camboja, onde terá que lidar com os conflitos entre dois sargentos que querem controlar o seu pelotão.

Muito elogiado na época pela maneira realista como retratou a Guerra do Vietnã, o filme ainda contava com atuações marcantes de Willem Dafoe, Charlie Sheen (cujo pai também viveu um soldado naquela guerra, em Apocalypse Now) e Tom Berenger.

Platoon acabou sendo indicado a oito categorias no Oscar, tendo vencido como Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Edição e Melhor Edição de Som.

Menções Honrosas: Nascido para Matar, Top Gun: Ases Indomáveis, Scarface.

Star Wars Episódio V: O Império Contra-Ataca

Nascida em 1977 com Uma Nova Esperança, a série Star War recebeu dois filmes na década de 80 e na minha opinião, O Império Contra-Ataca responde não apenas como o melhor deles, mas da franquia como um todo.

Da fantástica batalha no planeta gelado Hoth até a revelação de que Luke Skywalker é filho do Darth Vader, o longa está repleto de momentos marcantes, tendo se tornado um dos melhores filmes dos anos 80 e conquistado uma enorme quantidade de fãs para a série criada por George Lucas.

O curioso é pensar que a obra teve uma produção cheia de problemas e que na época do seu lançamento não foi muito bem aceita pelos críticos. Porém, mesmo assim ele acabou sendo o filme mais lucrativo daquela década e se transformando em outro ícone da cultura pop.

Menção Honrosa: Star Wars Episódio VI: O Retorno do Jedi.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários