Home » Games » Google revela preço e data de lançamento do Stadia

Google revela preço e data de lançamento do Stadia

Com previsão de chegar em novembro, inicialmente o serviço de streaming do Google será disponibilizado apenas para quem comprar a Founder’s Edition.

26 semanas atrás

Quase três meses após anunciar o seu serviço de streaming de jogos, o Google resolveu revelar mais alguns detalhes do Stadia. O primeiro e talvez mais importante deles seja a data de lançamento, que está marcada para novembro de 2019 e acontecendo em 14 países. Como era de se esperar, infelizmente o Brasil não está nesta primeira leva e por enquanto não temos nem previsão de sermos atendidos.

Algo muito importante em relação ao lançamento do Stadia é que na data citada acima ele só estará disponível para quem adquirir a Founder’s Edition. Custando US$ 129,99 e com a sua pré-venda já tendo iniciado, ela nos garantirá um controle na cor azul escuro (como na foto), um Chromecast Ultra, três meses de acesso ao plano Stadia Pro e um passe de também três meses para darmos a um amigo. Com ela ainda ganharemos uma cópia do Destiny 2 com todos os DLCs já criados para o jogo.

Já em relação o Stadia Pro, trata-se de uma assinatura que custará US$ 9,99 por mês e que com ela teremos acesso a jogos em 4K, a 60 FPS e com suporte a HDR e som 5.1 surround. Além disso, o plano nos garantirá descontos ao comprarmos os títulos que serão vendidos na loja e acesso a alguns games gratuitos, possivelmente da mesma maneira que vemos na PlayStation Plus ou na Xbox Live Gold.

Porém, a partir do início de 2020 o Google nos permitirá criar contas gratuitas no Stadia, quando então passaremos a poder usar o serviço em outras plataformas como o PC. Neste caso os jogos rodarão a 1080p e 60 FPS, além de contarem com som apenas estéreo. Desta forma poderemos comprar os jogos que nos interessarem, mas devido a natureza do streaming não precisaremos de uma máquina parruda nem termos que fazer download ou instala atualizações.

E por falar em jogos, o Google confirmou uma lista com mais de 30 títulos para o Stadia, sendo que vários estarão disponíveis já no lançamento do serviço. São eles:

  • Assassin’s Creed Odyssey - Ubisoft
  • Baldur’s Gate 3 - Larian Studios
  • Borderlands 3 - 2K Games
  • The Crew 2 - Ubisoft
  • Darksiders Genesis - THQ Nordic
  • Destiny 2 - Bungie
  • Doom - Bethesda
  • Doom Eternal - Bethesda
  • Dragon Ball Xenoverse 2 - Bandai Namco
  • The Elder Scrolls Online - Bethesda
  • Farming Simulator 19 - Giants Software
  • Final Fantasy 15 - Square Enix
  • Football Manager - SEGA
  • Get Packed - Coatsink
  • GRID - Codemasters
  • Gylt - Tequila Works
  • Just Dance - Ubisoft
  • Metro Exodus - Deep Silver
  • Mortal Kombat 11 - Warner Bros. Interactive
  • NBA 2K - 2K Games
  • Power Rangers: Battle for the Grid - nWay Games
  • Rage 2 - Bethesda
  • Rise of the Tomb Raider - Square Enix
  • Samurai Shodown - SNK
  • Shadow of the Tomb Raider - Square Enix
  • Tom Clancy’s Ghost Recon Breakpoint - Ubisoft
  • Tom Clancy’s The Division 2 - Ubisoft
  • Tomb Raider Definitive Edition - Square Enix
  • Thumper - Drool
  • Trials Rising - Ubisoft
  • Wolfenstein: Youngblood – Bethesda

Como pode ser visto, há jogos para todos os gostos aí, incluindo alguns FPS e títulos de esporte, gêneros estes que exigem um tempo de resposta bem rápido e que servirá para termos uma real noção do quão viável será esta tentativa do Google de entregar jogos por streaming.

Contudo, eu diria que deste o grande destaque é o Baldur’s Gate 3, jogo que vinha sendo especulado nos últimos dias e que acredito que não poderia estar em melhores mãos. Desenvolvido pela Larian Studios, a mesma responsável pelos dois excelentes Divinity: Original Sin, o novo RPG está sendo criado em cima das regras da quinta edição do Dungeons & Dragons e de acordo com o estúdio, este é o maior projeto em que já estiveram envolvidos.

O pessoal da Larian também afirmou que o jogo não passará por uma campanha de financiamento coletivo e que ainda não existe uma data para ele ser disponibilizado. Mesmo assim eles garantem que, assim como aconteceu com os seus últimos projetos, existe o interesse em contar com o feedback da comunidade para que desta forma o Baldur’s Gate 3 se torne mais parecido com o que gostaríamos de receber.

A má notícia para os jogadores de consoles é que por enquanto o título foi confirmado apenas para PC e para o Stadia. Porém, se considerarmos o passado da Larian Studios, é muito provável que versões apareçam depois pelo menos no Xbox One e no PlayStation 4.

Update: o Google também confirmou que para atingirmos o máximo de desempenho fornecido pelo Stadia será preciso uma conexão de pelo menos 35 Mbps. Para conferir se a sua internet dará conta do recado e qual nível de qualidade será entregue pelo serviço, você pode acessar esta página, que funciona mesmo aqui do Brasil.

relacionados


Comentários