Home » Entretenimento » Indicados ao Oscar 2019: Roma e A Favorita lideram, Pantera Negra indicado a melhor filme

Indicados ao Oscar 2019: Roma e A Favorita lideram, Pantera Negra indicado a melhor filme

A Academia anunciou hoje os indicados ao Oscar 2019, com destaque para Roma e A Favorita, além de Pantera Negra indicado a melhor filme, o primeiro filme de super-heróis a atingir o feito

38 semanas atrás

Foram anunciados hoje por Kumail Nanjiani e Tracee Ellis Ross os filmes indicados ao Oscar 2019, que irão disputar a glória máxima da indústria de entretenimento mundial na cerimônia de premiação que acontece no dia 24 do mês que vem. Entre os filmes com mais indicações, temos uma bela disputa entre Roma e A Favorita, ambos lembrados em 10 categorias, incluindo melhor filme e melhor diretor para Alfonso Cuarón e Yorgos Lanthimos.

Posters dos indicados aos Oscars 2019

Roma foi indicado como melhor filme estrangeiro, e Cuarón também foi lembrado para a disputa do melhor roteiro original e também para a de melhor diretor de fotografia. Tudo bem que duas das indicações de A Favorita são na mesma categoria, Emma Stone e Rachel Weisz indicadas por melhor atriz coadjuvante, mas mesmo assim, dez indicações é algo muito considerável.

Nasce Uma Estrela teve 8 indicações, assim como Vice. Pantera Negra foi uma das grandes surpresas entre os indicados pois foi lembrado sete categorias, a maioria técnicas, mas sua indicação como melhor filme é um feito inédito para um filme de super-heróis.

O ótimo Infiltrado na Klan ficou com 6 indicações, incluindo a de melhor diretor para Spike Lee. Green Book: O Guia, que pra muitos é um dos maiores favoritos, teve cinco indicações, assim como Bohemian Rhapsody, o filme sobre a banda Queen, grande vencedor dos Golden Globes desse ano. Os oito filmes citados nestes primeiros parágrafos também são os indicados a melhor filme.

O Retorno de Mary Poppins contou com três indicações, assim como A Balada de Buster Scruggs dos irmãos Ethan e Joel Cohen (produzido pela Netflix), sendo uma delas bem importante, a de roteiro adaptado.

Em efeitos especiais, teremos uma disputa dura entre Vingadores: Guerra Infinita, Jogador Número 1, Christopher Robin, Han Solo: Uma História Star Wars e O Primeiro Homem. Outro filme que gostei muito, Um Lugar Silencioso teve uma única indicação, para edição de som.

Entre os atores, com todo o respeito a Bradley Cooper e Viggo Mortensen, fico entre Christian Bale como Dick Cheney em Vice, Willem Dafoe como Van Gogh em Nos Portões da Eternidade ou Rami Malek como Freddie Mercury em Bohemian Rhapsody.

Entre as atrizes, a verdadeira favorita é Glenn Close por A Esposa, que irá enfrentar a estreante Yalitza Aparicio, Lady Gaga, Melissa McCarthy e Olivia Colman (essa sim do filme A Favorita). Nessa disputa, eu pessoalmente considero inexplicável a ausência de Toni Collette que deu um show em Hereditário. Emily Blunt também estava ótima em Um Lugar Silencioso, mas a Academia não é muito de premiar atores em filmes de gênero.

Não adianta ficar chateado. Como sempre acontece, a premiação do Oscar deixa de fora ótimos filmes ou grandes desempenhos de atores, atrizes ou diretores e etc. Isso é algo que sempre fez parte do show.

Esse exemplo, o principal injustiçado pra mim foi O Primeiro Homem de Damien Chazelle, que conta a bela história de Neil Armstrong e dos heróis que participaram da missão de colocar um homem na Lua. O filme, que é um dos meus favoritos do ano, foi solenemente ignorado nas principais categorias, ficando apenas com quatro indicações técnicas.

Para conferir a lista completa, visite o site da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas.

Leia mais sobre: , , , , .

relacionados


Comentários