Home » Internet » Facebook agora dá notas (de 0 a 1) aos seus usuários

Facebook agora dá notas (de 0 a 1) aos seus usuários

O Facebook agora dá notas aos seus usuários, em uma escala de zero a um. O motivo é tentar combater as fake news, além de proteger conteúdo legítimo.

1 ano e meio atrás

Facebook agora dá notas para os usuários. O motivo? Tentar combater fake news.

O Facebook está dando notas aos seus usuários de acordo com a sua reputação no site, em uma escala de zero a um. Parece até coisa do Uber, né? Pois é, mas o motivo é aparentemente nobre, ajudar a conter a enxurrada de fake news que tomou conta da timeline, mas é claro que conhecendo a rede social do Zuck, as notas muito provavelmente vão acabar sendo usadas contra os usuários de alguma forma, diria até que é uma simples questão de tempo.

Mas como dar notas aos usuários poderia ajudar a impedir a proliferação de fake news? Simples, o FB criou ferramentas para que os usuários denunciem posts como fake news, só que exatamente como previmos nesse post, muitos usuários acabam usando isso para desqualificar artigos verdadeiros com os quais não concordem, invertendo todo o sentido da coisa. É aí que a nota entra, pois quem faz isso com frequência, passa a ter suas denúncias ignoradas.

Essa é mais uma tentativa do FB de mostrar que está do lado dos mocinhos nessa história, e não dos bandidos. Tessa Lyons, que é a responsável pela cruzada contra as fake news dentro da plataforma, declarou ao The Washington Post:

“Não é incomum que pessoas nos digam que algo é falso apenas por discordarem da premissa da história, ou então estejam intencionalmente tentando atingir um determinado veículo.”

Ela garante que a nota de confiabilidade dos usuários não será usada como um indicador absoluto da credibilidade de cada um, e diz que os usuários podem ficar tranquilos, pois não existe uma nota única, e sim “milhares de pistas comportamentais” que o FB passa a levar em conta, como monitorar os usuários que denunciam conteúdo considerado falso pela maioria dos usuários, e diferenciar de outros que fazem o mesmo com conteúdo claramente real, apenas para tentar tirar uma verdade do ar.

É bom deixar claro que tanto os critérios quanto as notas são deles, e cabe aos usuários aceitar ou não a nova regra, e se não quiserem mais usar a rede social, a porta de saída é a a serventia da casa. Eu não uso mais a rede do Zuck desde que meu perfil fui apagado no ano passado (por cantar e tocar covers), mas mesmo de fora sigo torcendo para que aquilo não vire uma bagunça completa.

Apesar de ter motivos pessoais para não gostar dessa rede social, tenho que ser justo, como fiz quando eles se posicionaram duramente contra o uso de suas redes para incitar violência contra minorias, assim não posso terminar este post sem elogiar as atitudes e esforços do FB pra combater as notícias falsas aqui no Brasil nestes meses pré-eleitorais, como a retirada do ar de uma rede de disseminação de notícias falsas (saiba mais no newsroom do FB).

Por falar em redes sociais, vale lembrar também que o Twitter tem apagado milhões contas falsas por mês, e também merece muitos elogios, apesar de ainda não ter tido coragem de banir de vez o famigerado Mr. Jones. Espero que as empresas de redes sociais continuem neste mesmo caminho, pois tudo indica que teremos muitas provações até a definição das eleições. Pra todos nós que usamos redes sociais diariamente nestes tempos turbulentos, desejo boa sorte!

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários