Rapidinhas: Homem-Aranha fora do MCU e clássicos do Studio Ghibli nos cinemas dos EUA

spider-man-homecoming

Parece que as informações acerca dos spin-offs do Venom e da Gata Negra e Silver Sable não fazerem parte do MCU não eram tão estranhas afinal: de acordo com a produtora e ex-chefe da Sony Pictures Amy Pascal, há grandes chances de o acordo entre a gigante japonesa e a Marvel Studios não ser perpétuo e findo o contrato, o Amigão da Vizinhança pode dar adeus às atuais produções.

Pascal, que atuou na produção de Homem-Aranha: De Volta ao Lar e também está escalada para a produção animada estrelada por Miles Morales deu uma declaração à mídia um tanto inesperada sobre o futuro do cabeça de teia: o acordo original entre a Marvel e a Sony previa pelo menos dois filmes estrelados pelo personagem, além de sua participação em pelo menos duas outras produções. Sabe-se que além de Capitão América: Guerra Civil e o filme que estreia neste ano, o teioso aparecerá em Os Vingadores: Guerra Infinita e terá uma continuação ainda sem nome definido ou data de estreia.


Trailers nosferahcorp — Homem-Aranha: De Volta ao Lar (Spider-Man: Homecoming, 2017) – Trailer 2 Legendado

Segundo Pascal, depois disso o caminho natural da Sony seria tomar seu rumo e não dar sequência na parceria, algo que ela diz ser “algo completamente anti-natural” (dois estúdios trabalhando juntos) e que não deverá ser repetido. Resumindo a história, a gigante japonesa usou a Marvel como “boi de piranha” para se safar de uma possível complicação nas suas finanças, visto que a empresa sangra como louca graças às trapalhadas constantes da divisão mobile. Mesmo o PS4 vendendo como água não consegue colocar todas as contas em dia.

Uma das opções que a Sony Pictures tinha à época era vender os direitos do Aranha de volta para a Disney, mas no entanto preferiu fechar um acordo onde abria mão dos direitos de exclusividade mas mantinha os royalties, se livrando de ter que bancar a produção dos filmes e evitando assim perder os direitos sobre o personagem, já que ele foi utilizando antes do prazo de expiração. Dessa forma a Sony capitalizaria ao máximo, sanaria parte de seus problemas financeiros e uma vez novamente com folga, voltaria ela própria a produzir filmes do personagem à parte das produções da Marvel Studios, que não mais poderia utilizá-lo.

Ou seja, a Sony fez a Disney de trouxa.


Cosmic Book News — Spider-Man Out Of MCU Following Spider-Man: Homecoming Sequel Says Sony’s Amy Pascal

O mais curioso nessa história é que apesar de ser a produtora do mais novo filme do cabeça-de-teia, Pascal não mais responde pela Sony Pictures e não está portanto em posição de afirmar categoricamente que esse é o caminho que o estúdio tomará. No entanto tal decisão não é tão alienígena assim, já que a companhia japonesa não cedeu os direitos totais de volta à Disney e em teoria pode muito bem puxar o carro e voltar ela própria a lançar os filmes com o personagem sem interferência. Ao mesmo tempo a Marvel se veria forçada a remover o Homem-Aranha do MCU, visto que não detém seus direitos cinematográficos.

É uma situação bizarra, mas quando há (muito) dinheiro em jogo qualquer coisa pode acontecer.


kikis-delivery-service

A distribuidora norte-americana GKids também está interessada em fazer dinheiro, como qualquer empresa. Ela vai promover sessões especiais com clássicos do diretor japonês Hayao Miyazaki, considerado um dos maiores e mais influentes animadores e cineastas da atualidade (e um engenheiro ocasional bem competente). Chamado de “o Walt Disney da animação japonesa” ele faz cinema e de gente grande, só que prefere empregar papel e nanquim para realizar seus filmes ao invés de utilizar atores (e isso é algo bem notório, visto que ele é um tecnófobo ferrenho).

A mostra de filmes do Studio Ghibli se estenderá por seis fins de semana, um por mês de junho a novembro e por enquanto é restrita aos Estados Unidos, o que é uma pena; ela responde apenas pela América do Norte e no Brasil os direitos de distribuição do estúdio são um tanto confusos, variando de filme para filme o que inviabiliza tal iniciativa de grande porte.

As datas e produções são as seguintes:

  • 25 e 26/06: Meu Amigo Totoro;
  • 23 e 24/07: Serviço de Entregas da Kiki;
  • 27 e 28/08: O Castelo no Céu;
  • 24 e 25/09: Nausicaä do Vale do Vento;
  • 29 e 30/10: A Viagem de Chihiro;
  • 26 e 27/11: O Castelo Animado.

É uma pena apenas que a distribuidora não incluiu Porco Rosso, o filme que é uma carta de amor à aviação, uma das paixões de Miyazaki:


Madman — Porco Rosso – Official Trailer

Seria interessante de a GKids ou outra produtora procurasse fazer o mesmo aqui, já que tais produções merecem ser vistas e revistas; e a possibilidade de aprecia-las no cinema é ainda melhor.

Fontes: Cosmic Book News e Polygon.

Relacionados: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples