Home » Ciência » Astronomia » Emirados Árabes querem colonizar Marte em 2117

Emirados Árabes querem colonizar Marte em 2117

Os Emirados Árabes estão sonhando alto. Não basta uma missão para Marte em 2020, agora estão planejando a longo prazo. O primeiro-ministro anunciou um plano de longo prazo para em 2117 ter estabelecida no Planeta Vermelho uma mini-cidade, uma colônia extraplanetária.

2 anos atrás

hevelius

A relação dos árabes com a astronomia é literalmente milenar, então não é surpresa que quando as condições são favoráveis — paz, dinheiro, tempo livre — eles invistam em ciência, e os Emirados fizeram isso da única forma que estão acostumados: com muito, muito dinheiro.

Sua Agência Espacial, fundada em 2014 já deixou a nossa para trás, com um projeto de uma sonda que estudará Marte em 2020.

Não satisfeitos, agora anunciaram via o primeiro-ministro Sheikh Mohammed bin Rashid Al Maktoum o Projeto Marte 2117.

c4pu5qrw8aacemj

c4pui_bwaaakugp

O projeto é criar com ajuda da comunidade internacional uma mini-cidade em Marte, uma comunidade auto-sustentável dedicada a ciência e pesquisa, não um posto avançado mas uma colônia permanente, com batatas e tudo.

Nas primeiras décadas é um projeto que funcionará mais como ferramenta de motivação, para formar mais e melhores engenheiros e cientistas, mas chegará um momento em que os jovens não trabalharão mais preparando o caminho: estarão treinando para embarcar na missão.

Dado o histórico dos Emirados Árabes, e o que fizeram em Dubai em pouco mais de 20 anos, não há povo melhor no planeta para transformar um deserto inóspito e basicamente inabitável em uma comunidade vibrante e futurista.

562dbc1ebc2ac7e2107bdf38ed90d084

Fonte: Russia Today.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários