Home » Games » Games para PC » Direitos autorais faz jogo brasileiro ser retirado do Steam

Direitos autorais faz jogo brasileiro ser retirado do Steam

Criado pelos brasileiros da Reiza Studios, o simulador Automobilista não está mais disponível no Steam e o motivo seria uma infração de direitos autorais. Seria essa mais uma ação dos advogados da Fórmula 1?

4 anos atrás

automobilista

Esta semana comentei aqui no blog sobre a cruzada que os responsáveis pela Formula 1 iniciaram contra aqueles que criam modificações para jogos e que utilizam suas marcas, e pelo jeito os advogados da empresa conseguiram fazer mais vítimas do que apenas os modders.

Naquele texto eu já havia dito que um dos alvos da Formula One World Championships Ltd. era o jogo Automobilista, simulador criado pelos brasileiros da Reiza Studios e que tem recebido vários elogios dos fãs de jogos de corrida. Eis que chega a informação de que devido a uma infração de direitos autorais o título foi removido do Steam, conforme comunicaram os próprios criadores em seu fórum oficial.

Como é sabido, o Automobilista conta com uma variedade de carros e marcas licenciadas, assim como conteúdo fictício criado originalmente. O pedido em questão não faz qualquer referência específica ao conteúdo presente no Automobilista que supostamente infringiria os direitos autorais — e se isso aconteceu, acreditamos que não exista mérito.

Nós já tomamos as medidas cabíveis apropriadas para resolver isso o quanto antes, mas de acordo com a política da Valve, o processo poderá levar alguns dias para ser completado.

No entanto, é preciso deixar claro que talvez a culpa por essa exclusão do Steam não seja dos responsáveis pela Formula 1, já que a desenvolvedora não revelou quem foi o reclamante e limitou-se a dizer que enquanto o processo não for concluído, eles não podem fazer comentários.

De qualquer forma, não deixa de ser curioso isso acontecer justamente após a revelação do combate aos mods que utilizam as marcas da principal categoria do automobilismo e justamente com o jogo que não é um produto licenciado, mesmo porque não faria muito sentido os engravatados da Formula 1 pedirem o fim das vendas dos games que de certa forma lhes rendem algo, não é mesmo?

Talvez nos próximos dias esse mistério seja revelado, talvez o jogo volte a ser vendido e nunca saibamos porque ele foi tirado do Steam, mas caso você queira comprar o simulador enquanto ele não volta ao serviço da Valve, uma solução seria garantir a cópia através deste link.

relacionados


Comentários