Mobile
Mobile
Digital Drops Blog de Brinquedo

Apple vendeu 61 milhões de iPhones em apenas três meses

Por em 27 de abril de 2015 - 48 Comentários
Laguna_Tim_Cook_Apple_Q2

Tim Cook deve estar sorrindo à toa (crédito: Mashable)

O primeiro trimestre do ano é complicado para as fabricantes de smartphone. Não tem Dia da Crianças, Black Friday ou Natal para estimular o consumo.

Nada disso importa para a toda poderosa Apple.
continue lendo

emApple e Mac Mercado

WhatsApp libera chamadas de voz para usuários de iPhone

Por em 21 de abril de 2015 - 12 Comentários

Ricardo_WhatsApp

A rivalidade entre usuários de diferentes sistemas operacionais móveis vai muito além da “liberdade” ou da “beleza” de cada um dos sistemas. Algo recorrente é a briga do tipo o meu é maior #ChupaApple e #ChupaGoogle porque a empresa A ou B lançou um novo app ou uma atualização de um já existente, primeiramente, para a maçã mordida ou robozinho verde.

Pegando exclusivamente o caso do WhatsApp, tivemos, recentemente, duas novidades que saíram para um OS e deixaram os usuários do outro chupando o dedo. A primeira foi, no começo de janeiro, o lançamento do WhatsApp web que, até hoje, só pode ser utilizado por usuários de Android. Já a segunda, que chegou no final de março, foi a opção de chamadas de voz entre os usuários do robozinho verde, deixando, mais uma vez, os usuários do iOS de fora.

continue lendo

emApple e Mac Software VoIP

Câmera do iPhone com qualidade de DSLR? Talvez sim.

Por em 16 de abril de 2015 - 6 Comentários

iPhone_DSLR

Eu já falei coisas horríveis de câmeras de celulares. Já disse que elas não prestavam, que nunca chegariam perto da qualidade de uma câmera fotográfica normal e que era loucura confiar suas fotos a mecanismos que entregavam uma bela porcaria como produto. Ou seja, queimei feio minha língua. Hoje tenho que admitir que a maioria dos smartphones consegue superar as pequenas câmeras compactas, tanto que esse é um mercado que está indo literalmente para o abismo. Porém, ainda possuem gritantes limitações, principalmente na questão da profundidade de campo e ruído em situações de baixa iluminação. Porém, isso pode vir a não ser mais um obstáculo para esses equipamentos.

A Apple, em uma jogada normal do mundo da tecnologia, colocou a mão no bolso e gastou US$ 20 milhões para adquirir a LinX, uma empresa israelense que está tentando revolucionar a industria de fotografia mobile com uma câmera pequena, porém com grande poder de qualidade de imagem. A ideia é que aparelhos pequenos possam produzir imagens comparáveis com as de câmeras DSLR. O site da LinX (extremamente horrível), explica que a tecnologia da câmera é uma junção de processamento de imagem, sensor avançado e ótica desenhada especialmente para a câmera. E no pacote de processamento estão elementos como reorientação da imagem, HDR, fidelidade de cor, atraso de obturador e outras coisinhas. A câmera vai entregar imagens em 2D, mas o seu conjunto de lentes vai capturar informações de profundidade que podem ser utilizadas, via software, para modelar imagens em 3D, medir distâncias entre objetos,  ou aumentar e diminuir a profundidade de campo nas fotos.

Porém, nada disso significa que vamos ver essas inovações tão logo. Grandes empresas da área de fotografia possuem várias patentes revolucionárias que estão em desenvolvimento por anos e não possuem data prevista de lançamento. A própria LinX não tem nada prático para mostrar, apenas um projeto em desenvolvimento. Mas, pode ser o início de algo bacana com potencial para trazer uma qualidade absurda para a fotografia de pequenos dispositivos a médio prazo. Quem viver verá.

Fonte: Petapixel.

emFotografia Mercado Notícias

HBO Now chegou nos iDevices e online, mas por enquanto só nos EUA

Por em 8 de abril de 2015 - 16 Comentários
dracarys

É isso que a HBO pretende fazer com a concorrência

A HBO prometeu e cumpriu. O HBO Now, serviço de streaming esperado por todos os fãs das séries originais do canal por finalmente não exigir uma assinatura do canal de televisão para ter acesso está entre nós.

Quer dizer, em partes. Conforme dito anteriormente ele por enquanto será exclusividade dos dispositivos Apple e apenas para usuários dos Estados Unidos (ok, esse último não chega a ser algo inesperado).

continue lendo

emApple e Mac Software Televisão

Acessório transformará o iPhone num Game Boy

Por em 6 de abril de 2015 - 1 Comentário

smart-boy

Conhecida por sua linha de consoles que rodam cartuchos de antigos videogames, no dia primeiro de abril a Hyperkin disse em sua página no Facebook que estava produzindo um acessório que nos permitiria jogar no iPhone os jogos de Game Boy que tivermos guardados, mas o que parecia uma brincadeira acabou se transformando em verdade.

De acordo com a fabricante, a divulgação naquela data aconteceu justamente para que eles pudessem mensurar o interesse das pessoas e vendo que a repercussão foi bem grande, o desenvolvimento do Smart Boy terá continuidade.

continue lendo

emCelulares Nintendo

[Review] iPhone 6 Plus é perfeito para mim, mas não é um smartphone para todos

Por em 25 de março de 2015 - 147 Comentários

iphone_6_plus_1

O iPhone 6 Plus é um smartphone com tela gigantesca de 5,5 polegadas, mas é tão fino e leve que não incomoda. Por dentro, o iPhone 6 Plus é equipado com o processador A8, a segunda geração de processadores de 64 bits mobile da Apple, e tem o apoio do coprocessador de movimento M8. Não gosto de fazer um review com pouco tempo de uso, procuro usar o aparelho pelo menos por um mês antes de escrever o texto, mas neste caso foram vários, então aproveito para pedir desculpas pela demora na entrega do post.

Como geralmente acontece com produtos da Apple, não basta simplesmente compararmos as especificações com seus concorrentes, e sim a experiência de uso, e no caso do iPhone 6 Plus, a minha foi excelente. Embora não seja um aparelho para todos, graças ao seu tamanho e preço, o iPhone 6 Plus é perfeito para o meu gosto pessoal. Desde 2007, eu tive todos os modelos de iPhone já lançados, e este é o melhor de todos eles, superando até mesmo o iPhone 6 nos quesitos tela, bateria e estabilização de imagens na câmera. Testei ele por vários meses em todas as situações, com uso constante no dia a dia, e posso dizer sem qualquer exagero que ele é o melhor smartphone que eu já usei, pelo menos até hoje.

O iPhone 6 Plus pesa 172 gramas, mas sinceramente na mão parece até leve, levando se em conta seu considerável tamanho (158,1 mm × 77,8 mm). Ele também é bem fino, com espessura de 7,1 mm. Na lateral esquerda, os botões de volume e o botão de silenciar o volume ou trocar a opção de rotação da tela. Na lateral direita, o slot do nano-SIM e o novo botão de ligar, que saiu do topo por uma questão de necessidade, já que seria impossível de alcançar com uma só mão.

iphone_6_plus_2

Em termos de design, não tem nem o que dizer, as bordas arredondadas e o vidro que se integra na lateral tornam o iPhone 6 Plus confortável de usar, mesmo sendo na prática uma peça finíssima de metal, algo essencial para um aparelho que você mais vai usar durante o dia. O único porém é a câmera que se sobressai, mas isto não chega a incomodar e, além de ter um precedente na Apple com o iPod Touch, também é o caso de vários concorrentes. Como eu não recomendo que você ande com um smartphone tão caro sem estar devidamente protegido por um case, esta diferença na espessura deixa de ser uma questão. Mesmo que prefira usar o aparelho sem case, a câmera é protegida por safira, então você pode ficar tranquilo que ela não irá arranhar, pelo menos não em condições normais de uso.

Depois que você se acostuma a usar um aparelho tão grande, até a tela de 4,7 polegadas do iPhone 6 se torna pequena. A tela de 4 polegadas do iPhone 5s então, nem se fala, e a minúscula tela de 3,5″ do iPhone 4 parece de brinquedo. Pra quem gosta de espaço como eu, não é sacrifício nenhum usar uma tela tão grande, muito pelo contrário, mas o iPhone 6 Plus não é para qualquer um, e muitos usuários já vão ficar plenamente satisfeitos com a tela do iPhone 6. Dito isto, ele tem suas vantagens. Com o iPhone 6 Plus, você pode girar a home para usar o smartphone sempre na horizontal, se assim preferir, e vários aplicativos já estão otimizados para melhor aproveitar todo o espaço disponível.

Como citei no começo do texto, outra grande diferença entre o iPhone 6 e o 6 Plus é a estabilização óptica de imagens. A câmera do iPhone 6 Plus usa o processador A8, o coprocessador M8 e o giroscópio para tirar fotos de ótima qualidade, mesmo em condições de baixa luminosidade. Se você preferir usar o flash, ele tem tecnologia True Tone, assim as fotos ficam com cores mais naturais.

A câmera de 8 megapixels tem lente de 5 elementos com abertura ƒ/2,2 e grava vídeos em Full HD em 30 ou 60 frames por segundo, em câmera lenta com 120 ou até 240 frames por segundo, além de fazer timelapses e panoramas com até 43 megapixels. O 6 Plus também conta com câmera frontal HD de 1,2 megapixels com abertura ƒ/2,2.

Se você pensa em comprar o iPhone 6 Plus, vale destacar que é impossível usar o aparelho com uma só mão sem ter que apelar para o recurso que a Apple chama de “alcançabilidade”, ou “reachability”. Esta “alcançabilidade” traz o conteúdo para perto dos dedos com dois toques no botão home, algo que depois que você se acostuma, é difícil viver sem, e que torna o 6 Plus mais fácil de usar do que aparelhos com telas menores, mas também grandes demais para serem usados com uma só mão.

Quem sabe em uma próxima versão, o conceito possa ser melhorado para que você possa incluir alguns apps que usa no dia a dia, permitindo que você navegue pela tela em destaque, ou quem sabe até possa rodar outro aplicativo no espaço que fica sobrando, mas por enquanto ele já é suficiente para você clicar no botão de enviar um tweet ou post no Facebook, por exemplo, e faz a diferença na prática.

continue lendo

emAnálise Apple e Mac Destaque Destaques Resenha

Meerkat: o app que transforma o Twitter no LiveChat

Por em 17 de março de 2015 - 7 Comentários
wrong-meerkat

Ops, Meerkat errado. :)

Meerkat. Se você nunca ouviu falar desse nome não te culpo, o app é relativamente novo e só está disponível para iOS. Mas saiba que esse novo aplicativo está dando o que falar lá fora, com várias empresas de olho em seu potencial. Quem não está gostando dele é o Twitter, que já tratou de frear seu crescimento.

Mas afinal, o que ele faz?

continue lendo

emApple e Mac Software Web 2.0