Como economizar espaço no HD sem perder performance

hd

Com a distribuição digital tendo chegado para ficar e o tamanho dos jogos ficando cada vez maior, muita gente tem quebrado a cabeça para conseguir ter no HD todos, ou pelo menos boa parte, dos títulos que possui. Eu por exemplo tenho um de 4 TB que está entupido de games e isso porque já andei desinstalando muitos que estavam por lá.

Quando isso acontece costumamos cogitar a compra de um novo disco, mas como nem todos estão dispostos a fazer isso, uma solução seria usar o utilitário Compact, que está presente no Windows 10. Funcionando de maneira um pouco diferente do WinRAR ou do WinZip, neste sistema os arquivos continuam sendo mostrados no Explorer, com eles sendo descompactados em tempo real.

O grande problema deste método é que ele precisa ser executado por linha de comando, o que afasta o interesse de muitos, mas felizmente agora temos uma bela alternativa. Funcionando como uma interface gráfica para o método da Microsoft, o CompactGUI está sendo adotado por muitos jogadores que querem economizar espaço em seus HDs e o motivo é bem claro.

compactguiAcontece que além de fazer com que muitos games fiquem bem menores no disco, os usuários descobriram que desde que o processador utilizados não seja muito antigo, praticamente não há perda de performance ao executar jogos compactados desta maneira e os relatos feitos no Reddit são impressionantes.

Por lá há pessoas dizendo que economizaram 15 GB na pasta do Origin, outras afirmando que o seu Total War Warhammer 2 ficou 8 GB menor e o mais impressionante de tudo é que no geral, sem que os jogos tenham começado a rodar pior. Na verdade, em HDs mais antigos é possível até conseguir algum ganho, já que os arquivos menores seriam carregados pela memória RAM.

Contando com quatro métodos de compactação, é importante que aqueles que forem usar o CompactGUI para jogos evitem o que diminui os arquivos ao extremo, já que isso pode impactar na performance e para ter uma noção do quão menores os jogos ficarão, recomendo dar uma olhada nesta página. Lá podemos ver por exemplo que enquanto um Call of Duty: Modern Warfare diminuirá apenas 168 MB, existem jogos como o Final Fantasy X/X-2 HD que cairão de 37 GB para impressionantes 4,6 GB; ou o Quantum Break, que após passar pela compactação sofrerá uma redução de 67 GB para 15 GB.

Na verdade, o resultado descrito é tão impressionante que parece bom demais para ser verdade e como ainda não consegui realizar alguns testes por aqui, confesso que ainda estou um pouco cético. Porém, com tantas pessoas elogiando o método, acho que vale a pena lhe dar uma chance.

Fonte: PCGamer.

Relacionados: , , , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar
  • EmuManíaco

    Eita porra. É praticamente um “aumente seu penis” da vida real. Me lembrou o velho DriveSpace/DoubleSpace de um passado tenebroso.
    Acredito que deva funcionar como WBFS(wii), CSO(psp/ps2) aonde existe pouca perda de performance.

    • Julio da Gaita ✔

      É praticamente um “aumente seu penis” da vida real.

      Mas eu uso a bomba peniana todo dia, e falaram q tá grandão?! .O

  • Vi que os jogos que mais liberam espaço são os menos famosos ou indies, o que mostra que as desenvolvedoras tem menos experiência e publicam seus games de maneira amadora, sem usar pacotes de assets compactados e outras coisas assim.

    • Como se Final Fantasy X/X-2 HD, Quantum Break e Guild Wars 2 fossem muito pequenos. A lista está cheia de AAAs cujo tamanhos caem para menos da metade.

      • Sempre tem exceções, Dori. Mas mesmo esses que você citou não são grandes produções como os Batman, Far Cry e Assassins Creed, que tiveram reduções de 15% pra menos.

        • Cara, como assim não são grandes produções? Desculpe, mas acho que você está com uma baita má vontade.

          • As franquias que menos se beneficiaram com a compactação foram as grandes blockbusters. Os games que mais se beneficiaram foram os indies e alguns menos conhecidos. No meio há uma intercecção. É simples.

  • @cheesepaulo

    Carambolas, olha o ARK: Survival Evolved foi de 116 GB para 48 GB com 68 GB compactados.

    • Luiz

      Ironicamente os jogos gravam os resources com pouca compressão para aumentar a velocidade de leitura.

    • Rookie naz

      Carambolas que jogo pesado compactação!

  • @cheesepaulo

    Ah detalhe, acredito que precisa refazer a compactação a cada update do game. Se alguém puder dar um feedback melhor sobre essa parte.

    • Cocainum

      Pelo que pesquisei, é isso mesmo. Precisa compactar de novo se o arquivo for atualizado, o que é diferente da compactação padrão do NTFS, que seta um atributo no arquivo/pasta. Se a pasta for compactada, tudo o que for copiado dentro dela também é compactado.

  • Qual a diferença entre isso aí e a compactação do NTFS que existe há décadas?

    • Leonardo

      De acordo com o site do cara: The compression used by compact.exe is similar to the built-in NTFS
      compression in that it is transparent. Compressed files and programs can
      still be accessed as if nothing has changed and show up in Explorer as
      they normally would — they’ll just be decompressed on the fly at
      runtime. However, the newer algorithms are much more efficient than NTFS
      (LZNT1).

  • Cocainum

    Ou seja: A Microsoft criou o recurso e adicionou ao Windows. Podia ter feito uma GUI ou acrescentado o Windows Explorer.Ia Fazer a alegria não só dos gamers, mas de todos os usuários que precisam de mais espaço, ainda mais com a promessa de que não afeta a performance. Em vez disso, ficou quieta e deixou outros aproveitarem o recurso.

    MS dando uma de padeiro (“Amassa para os outros comerem”).

    • Julio da Gaita ✔

      será que é um lobby pra Seagates, WD’s da vida?! será?

      Será os deuses antigos astronautas?

      Não sabemos!™ by G1z…

      • Cocainum

        E isso é ótimo!™

  • Sophos

    Esperando a cobaia do Meio Bit testar. Dori bem que já podia ter entregue o serviço todo, rs

  • Recurso super novo, mas acho bom que tenha voltado, jogos estão ficando muito comilões de espaço : https://en.wikipedia.org/wiki/DriveSpace

    • EmuManíaco

      a diferença e que o drivespace era um terror.

      • Thiago

        E o DoubleSpace anterior então? hehehehe

        • EmuManíaco

          imagina eu fazendo doublespace num 386 dx40 com 4mb de ram

      • O problema é que fat corrompe facil, colocando drivespace dava mais problema ainda.

    • Cocainum

      O próprio Compact.exe não é novo. Uso desde o Windows Vista. Mas sempre foi para automatizar tarefas de compactação usando o algoritmo do NTFS. Confesso que esse recurso de novos algoritmos no Windows 10 eu não conhecia, mesmo já tendo usado várias vezes a opção /CompactOS, que também é exclusiva do W10.

    • Alvaro Carneiro

      de novo não tem nada.

      tem programas da época do DOS que já faziam isso, desde 1980.

  • Felipe Braz

    Eu usava sistema de arquivos compactado em um 486 DX4 100 com um hd de 2GB (não me lembro se era win95 ou 98, já que usei os dois nesse 486). Funcionava bem também em termos de compactação e não notava diferença de performance.

  • Daniel S.

    Tinha visto isso no Reddit, resolvi fazer aqui ontem o dia inteiro. Praticamente não tenho jogos no micro, a maioria dos dados são vídeos, mesmo assim consegui ganhar, no total, ~40GB em 2TB (dois HDs de 1TB). Tudo lindo, continuei mexendo normalmente, testei alguns vídeos grandes que foram compactados em 0,2%, tudo certo, mesmo tempo de abertura e tal. Como sempre faço, desliguei o micro antes de dormir. E hoje ele não liga mais. “A disk read error occurred. Press Ctrl+Alt+Del to restart”. Pelo visto deu ruim em um dos HDs, o que tá com o sistema.

    O Compact é reversível, então supostamente dá pra desfazer a cagada, desde que o HD não tenha ido pro espaço, não sei ainda. Imagino que não seja grave, porque mexi normalmente até desligar o micro ontem. Pelo menos o HD tá sendo reconhecido na BIOS. De qualquer forma tenho backup e o HD é velho, não tenho muito a perder, mas fica o relato.

    Usei a compressão XPRESS16k e com /A (incluir arquivos ocultos e de sistema) porque tenho muitos gigas em pastas ocultas ( ͡° ͜ʖ ͡°). É capaz que esse /A tenha sido o culpado, mas na verdade o processo é interrompido no primeiro erro que encontra (arquivo bloqueado, talvez?), então no caso de pastas como Windows ele nem começa a executar, muita coisa foi pulada.

    • Cocainum

      Se você mandou compactar no diretório raiz, é bem possível que esse /A tenha mexido em algo que não devia. Existem arquivos ocultos no raiz do C: que pertencem ao sistema. Recomendo tentar o boot por um DVD ou pendrive com o Windows, entrar em modo de reparação e em seguida usar o command prompt para descompactar os arquivos e tentar voltar o sistema ao normal.

      De qualquer forma, foi bom ter compartilhado o ocorrido para que o pessoal fique esperto com relação ao uso da opção /A. Podemos até dizer que você achou um bug, já que a compactação padrão do NTFS de arquivos e pastas do sistema não costuma causar problemas (embora não seja recomendada, por questões de performance).

      • Daniel S.

        Não rodei na raiz, mas em todas as pastas visíveis, uma por uma. Então não rodou nas pastas ocultas na raiz. Os arquivos visíveis na raiz eu até coloquei temporariamente numa nova pasta para poder compactá-los, aí depois retornei com eles pra raiz e excluí a pasta temporária.

        Parece que os HDs estão OK, foi pau só no sistema mesmo. Vou tentar dar boot de algum jeito pra fazer isso ai, descompactar as pastas que podem estar relacionadas com o problema.

    • Daniel S.

      Resolvido. Sem precisar formatar nem restaurar o sistema. E continuo com o espaço “extra”. Bootei o Win10 por um pendrive e descompactei (/U) algumas pastas suspeitas de serem causas o problema. Pronto, reiniciei normalmente pelo sistema instalado no HD, tudo OK. Acho que o pau tava em algum dos arquivos do diretório raiz, porque não tinha nada pra descompactar na pasta Windows nem na Users.

      • Daniel S.

        Deu ruim. Coisa parecida, mexi normalmente ate dormir, desliguei o micro. No dia seguinte nao ligava. Mas dessa vez a cara do problema mudou. Ao inves do “disk read error occurred”, dessa vez na hora que deveria mostrar a logo do Windows sinalizando que o sistema ta iniciando, eh tela preta com o cursor de texto no canto superior esquerdo, sem nenhuma mensagem. Fica eternamente ali. Dessa vez nao consegui consertar de jeito nenhum, mesmo usando um livecd pra acessar os arquivos do sistema. Soh formatando mesmo, mas devo aproveitar o caso pra tentar migrar pro Linux, isso se conseguir resolver o problema da ultima experiencia nele (nao consigo botar o 2560×1080 do meu monitor, nao passa de 1920×1080).

    • Daniel

      Que 40GB caro…. Eu já parei com essas economias faz tempo, o que pode se perder costuma ser muito maior que o que se ganha…

  • Alvaro Carneiro

    re-inventaram o STACKER… que já fazia isso na época do DOS.

  • Dou uma e se for bom dou mais

    Pode falar que não perde desempenho, mas queria ver Fallout 4 com essa merda. Já leva um minuto pra carregar quando sai de interior para aberto…

    • Rafael Solci

      Fallout 4 tem um problema aonde o loading é atrelado com o FPS (sério). Tem um mod que desliga Vsync e tira o limite de fps durante os loadings, melhorou bastante o meu tempo de carregamento.

      • Dou uma e se for bom dou mais

        Opa, valeu, vou dar uma olhada nisso.

  • Othermind

    Nossa senhora… isso ai vem do DOS 6.22 onde usava isso para tacar 2.8MB no disco de 1.44mb… Ate lembrei do ARJ, compactador das antigas… hehehehe Dica.. nao façam isso…

    • EmuManíaco

      nao mudava nada ja que o arj tbm ja era compactado

      • Othermind

        Mudava TUDO.. acho que vc nao é dessa epoca.. rs

        disquete 3 1/2… dos 6.22.. coisas do meu tempo.. rs

        • EmuManíaco

          Claro que era desse tempo. Doublespace não fazia magica. alem de sempre corromper em disketes.

          • A compactação de disco Stacker era muito melhor, mas só funcionava nos HDDs. Vinha com o IBM PC-DOS se não me engano da versão 6 em diante.

      • Rafael Wagner

        Orra, como não mudava? Era pra armazenar, e não pra executar armazenado.
        Diminuía um monte o tamanho

    • Oberaldo Gilmentoo

      Acho que v. está falando de uns utilitários DOS que sequestravam a INT13 e conseguiam alterar a geometria (trilhas / setores) do disquete. Com isso era possível gravar até uns 40% de bytes a mais no disquete sem aumentar a densidade (por centímetro quadrado) dos dados gravados além da especificação da mídia.

      Já 2.8 no disco 1.44 era muito arriscado, dependia demais da mídia estar acima da especificação mínima.

      Isso não tem nada a ver com compactadores, que é o caso do ARJ, o que o ARJ fazia é o mesmo que ainda fazem o ZIP, o RAR e o 7Z.

      Normalmente usávamos os utilitários da INT13 para gravar arquivos compactados nos disquetes.

      • Andre Nunes

        Discos de 1.44 poderiam ser formatados para 1.72. Eu usava o aplicativo VGACOPY para fazer isso.

  • Ao contrário do que estão comentando, esse comando existe desde o NT 3.51 e a interface gráfica pra isso está na caixa de propriedades, no botão Avançados.

    E sim, há um overhead por conta da compactação/descompactação, porém pequeno.

    Edit: Não, não tem nada com o stacker/doublespace/diskspace do DOS e Windows 95.
    Compressão de arquivos no NT é uma característica nativa do NTFS, e é implementada no próprio driver do sistema de arquivos, não em utilitários externos.

    https://uploads.disquscdn.com/images/785d1aed921cd7ed57b59fa81dafa06371142baa9e39177492ffe8778530f4e2.jpg

    • Cocainum

      O recurso de compressão do NTFS existe desde sempre. Mas a possibilidade de escolher o algoritmo de compressão só foi criada no Windows 10. Além disso, a compressão via checkbox no Windows Explorer ou via comando Compact.exe com as opções padrão (sem usar a chave /EXE) seta o atributo de compressão do NTFS.

      Já esse “novo” método (Compact.exe com a chave /EXE) não seta esse atributo. O NTFS não enxerga esses arquivos como compactados. A descompressão “transparente” deve estar uma camada acima do NTFS. Provavelmente se você colocasse o HD em uma máquina com um sistema anterior ao W10, os arquivos seriam abertos “embaralhados”.

      • Ratifico a informação da opção /EXE e da opção /CompactOS
        E não, em versões anteriores não abre embaralhado, só diz que não pode abrir o arquivo. Igual quando se aplica a criptografia nativa também.

  • Acho que vou testar em uma VM antes de rodar na máquina real com meus arquivos pessoais. Esse método de compressão existe desde o NT né? Não sabia que o Win10 dava para escolher o algoritmo de compressão.

  • SNU-SNU

    Aguardando review

  • Bambino VJ

    “Na verdade, em HDs mais antigos é possível até conseguir algum ganho, já que os arquivos menores seriam carregados pela memória RAM”

    Eu acho que não faz muito sentido essa afirmação, pois antes de carregar o arquivo pra memória ele deve ser descompactado para os softwares conseguirem acessar os dados originais (descompactados).

    Concordam comigo, discordam ou muito pelo contrário?

    • Alexandre Fabian

      Imagina que o teu HD leva 30s pra ler um arquivo de tamanho x e que levará metade do tempo (15s) para te entregar um arquivo com metade do tamanho, i.e., considerando que o arquivo do jogo ficou com metade do tamanho depois de compactado. Então, o processador entra em cena para fazer a descompressão e leva 10s. Tu terá um ganho de 5s no total do processo de copiar arquivo compactado + descompactar em relação a copiar o arquivo original (descompactado).
      xD

      • Sophos Nsm

        A ram deve descompactar antes e deixar ali . Sem o compactador o jogo só vai buscar quando precisar daí demora a achar.

  • Henrique Peres

    Eu que montei um PC pra jogo ano passado, coloquei o que deu até meu orçamento de 4k, pesquisei pra caralho VGAs, processadores, RAMs, placas mãe… o HD dei tão pouca atenção que comprei um de 500GB crente que estava comprando o de 1TB…

    Resumo da merda, não posso ficar com mais de 5 títulos AAA nessa merda que ele já ta cheio, ainda bem que n sou de guardar filmes e musicas nele, se não seria mais irrisório ainda o meu espaço.

    • Daniel

      De qualquer maneira fez bem, hd hoje é um dos itens mais baratos em um pc gamer, qualquer 300 R$ vc compra um maior, já outras coisas como vga, placa mãe e processador já seria bem mais caro para trocar. Eu nem compraria outro maior, juntaria grana e instalaria um SSD de 240/512 GB dedicado para jogos, dependendo do jogo a performance que se ganha vale a pena, e como o SO não está nele não quiser mais é so deletar e instalar outros…

  • Theuer

    “37 GB para impressionantes 4,6 GB; ou o Quantum Break, que após passar pela compactação sofrerá uma redução de 67 GB”
    Só eu acho o cúmulo o tamanho desses jogos? (e ó que eu trabalho com vídeo hein!)

    Uma vez perdi uma “Winchester” de 120MB com todo o sistema de um 386 @33MHz porque estava compactada e quando deu erro, TUDO foi para o saco. Nunca mais! 😉

    • São casos e casos. Está se tornando comum jogos rodarem a 4K, então é natural que as texturas ocupem muito espaço. E acredite, esses até são pequenos, já tem jogo para PC perto de 100 GB e até ultrapassando essa marca.

  • Gedson Junior

    Pena que meu processador da gargalo nos jogos. Quase certeza que vou perder uns fps.

  • ricms

    Dou 3 estrelas. Quando testar e for bom dou 5.

  • Os jogos que ganham mais compactação, são os que são os que têm os arquivos menos otimizados (Usada compactação própria) pela fabricante dele. Quanto mais “compactado” for o jogo, menos o método de compactação on the fly é eficiente.

    A compactação de disco existe desde o windows 95/98 (Quem lembra do Drive Space?), mas nunca foi tão usada por causa da performance. Hoje em dia com processadores de alto desempenho, acaba não interferindo tanto.

  • Edson Martins Medrado

    TEM ALGO PARECIDO PARA O LINUX ?

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples