Meio Bit » Games » Após fracassar nas mãos da Epic, Paragon renasce das cinzas

Após fracassar nas mãos da Epic, Paragon renasce das cinzas

Após ser ofuscado pelo Fortnite e abandonado pela Epic Games, o MOBA Paragon será relançado pela Netmarble e com o sutítulo The Overprime

27/10/2022 às 9:18

Eu já escrevi diversos artigos lamentando a morte de jogos, sobre o quão triste deve ser alguém se dedicar a um título e subitamente saber que ele deixará de funcionar. Porém, hoje eu falarei sobre o inverso, sobre a curiosa saga de um jogo chamado Paragon, que foi abandonado pelos seus criadores e resgatado por outra empresa.

Paragon: The Overprime

(Crédito: Divulgação/Netmarble)

Anunciado em novembro de 2015, Paragon seria a tentativa da Epic Games de explorar um gênero que vinha ganhando cada vez mais admiradores, o MOBA. Segundo o produtor executivo John Wasilczyk, a editora os havia dado carta-branca para criar o que achassem que conquistaria o público e o objetivo da equipe que estava responsável pelo desenvolvimento passou a ser entregar uma experiência com forte apelo à ação, funcionando como um jogo de tiro em terceira pessoa.

Eles então optaram pela poderosa Unreal Engine 4 e idealizaram os mapas como uma espécie de tigela, pois assim os jogadores poderiam ter uma visão de toda área quando surgissem nas partidas. Além disso, a equipe queria que o Paragon contasse com alguma verticalidade, o que os levou a adicionar habilidades de mobilidade únicas para cada personagem.

Conforme o desenvolvimento prosseguia, as novidades prometidas faziam com que a chance do título se destacar dos demais empolgassem tanto os jogadores quanto os executivos. Aquilo fez inclusive com que parte dos recursos dedicados ao Fortnite fossem remanejados para o projeto, com o MOBA se tornando prioridade dentro da Epic.

Na teoria o Paragon parecia fantástico (Crédito: Divulgação/Epic Games)

Porém, mesmo com parte dos desenvolvedores acreditando no potencial do jogo para se destacar no cenário dos eSports, sua sorte não durou muito. Após ele ser disponibilizado como em acesso antecipado em março de 2016 e entrar em beta aberto (e gratuito) em agosto do mesmo ano, o interesse do público nunca chegou ao nível que a editora considerasse desejado.

A situação começou a piorar lá pelo final de 2017, quando a Epic Games lançou aquele que realmente se tornaria uma verdadeira febre e assumiria o cargo de carro chefe da companhia: o modo Battle Royale para o Fortnite. E como o crescimento do Paragon não conseguia acompanhar a popularidade do seu coirmão, primeiro a editora reduziu a sua força de desenvolvimento, para em 18 de janeiro de 2018 anunciar que em apenas três meses desligaria seus servidores.

Aquele parecia o triste fim de mais um jogo voltado para as partidas online, mas uma atitude dos donos da propriedade intelectual pegou muitos de surpresa. Em março de 2018 a Epic Games anunciou que liberaria o equivalente a US$ 17 milhões em arquivos do jogo, com eles estando disponíveis para qualquer pessoa ou empresa que quisesse criar algo usando a Unreal Engine 4 e a Unreal Engine Marketplace.

Aquilo representava dezenas de personagens e suas skins, além de dublagens, efeitos sonoros e mais de 1500 componentes de ambientes. Tal medida poderia não dar em nada, mas foi graças a ela vimos o surgimento de projetos como Fault: Elder Orb, Predecessor ou Overprime, sendo justamente este o que representará o retorno do jogo que estava sendo feito pela Epic.

Um renascimento com o aval da Epic

(Crédito: Divulgação/Netmarble)

Agora rebatizado como Paragon: The Overprime, o novo MOBA que está sendo desenvolvido pelos coreanos da Netmarble será distribuído como um free-to-play e adotando o estilo jogo como serviço. Isso significa que os heróis que poderemos controlar serão rotativos, com o elenco recebendo e perdendo personagens de tempos em tempos.

Com sua página já disponível no Steam e na Epic Games Store, atualmente o jogo se encontra em fase final de testes, com os interessados podendo participar desde que cumpram alguns requisitos, porém, apenas 100 pessoas serão escolhidas aleatoriamente. Com essa etapa acontecendo até 7 de novembro, depois será a vez do jogo ser disponibilizado como em acesso antecipado.

Paragon: The Overprime é um MOBA TPS que pode ser jogado gratuitamente. Escolha um dentre os heróis e heroínas com habilidades exclusivas, destrua a base inimiga e conquiste para si. Viva as ações sinestéticas em terceira pessoa e as incontáveis estratégias possíveis, graças às combinações de heróis e itens. Cada partida jogada será um entusiasmante novo desafio,” diz a descrição oficial do jogo.

Embora todos esses títulos passem a impressão de não serem muito diferentes entre si, afinal estão sendo feitos sobre a mesma base, a criação da Netmarble ao menos possui a vantagem de poder usar a marca da Epic Games. Isso ajuda a passar uma certa credibilidade ao jogo, pois dá a entender que a editora acredita no trabalho que está sendo realizado por eles.

Porém, ainda é muito cedo para sabermos se o Paragon: The Overprime terá sucesso e se dessa vez a marca conseguirá o destaque que buscava. Além disso, após tantos MOBAs terem fracassado, tenho minha dúvida se ainda existe espaço para um jogo assim se tornar uma nova febre, desconfiando que ele não consiga ir muito além de um nicho.

Mesmo assim, é legal ver um jogo voltando à vida, mesmo sabendo não se tratar de um renascimento direto e mais de uma espécie de sucessor espiritual. A minha curiosidade agora é para saber qual será a opinião daqueles que jogavam o original e darão uma chance a esta visão dos coreanos.

Fonte: Gamespot

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários