Meio Bit » Games » Fã lança remasterização do Legacy of Kain: Soul Reaver

Fã lança remasterização do Legacy of Kain: Soul Reaver

Usando inteligência artificial e a ajuda de um artista que trabalhou no jogo original, um fã conseguiu deixar o Legacy of Kain: Soul Reaver bem mais bonito

18/08/2022 às 8:48

Com uma direção de arte fantástica e uma qualidade visual acima da média, o Legacy of Kain: Soul Reaver conseguiu envelhecer muito melhor do que a maioria dos jogos 3D da sua época. Mesmo assim, não há como ignorar o quão datada a criação da Crystal Dynamics parece atualmente e por isso um fã decidiu melhorar a fantástica aventura de Raziel.

Legacy of Kain: Soul Reaver Remaster

Crédito: Divulgação/RainaAidron

Durante muitos anos aqueles que adoram o Legacy of Kain: Soul Reaver clamaram por uma remasterização ou remake, algo que além de nos dar a oportunidade de experimentar uma versão modernizada de um ótimo jogo, ainda poderia atrair um novo público. A Square Enix por sua vez preferiu nos ignorar, com a última incursão da franquia sendo o malsucedido Nosgoth, que saiu em 2015.

A esperança de voltarmos a ver os vampiros daquele universo só renasceria em maio deste ano, quando o Embracer Group anunciou ter adquirido vários estúdios e propriedades intelectuais da editora japonesa. Porém, como ainda deverá demorar um bom tempo até que novos jogos (ou relançamentos dos antigos) estejam disponíveis, o jeito será nos contentarmos com a dedicação dos fãs.

Criador por RainaAudron, o SR1 HD Remaster aproveitou a ajuda da inteligência artificial para entregar um pacote de texturas com um nível de nitidez bem superior ao original. Além disso, o responsável pela modificação ainda contou com a colaboração de Daniel Cabuco, artista que trabalhou na criação do Legacy of Kain: Soul Reaver e lhe deu acesso a alguns arquivos.

Então, após dedicar centenas de horas ao projeto e recorrer a diversos materiais de apoio, como livros publicados pela fotógrafa Judy A. Juracek, RainaAudron conseguiu deixar o jogo com uma aparência bem mais agradável. Além disso, agora o Legacy of Kain: Soul Reaver permite uma taxa de atualização de 60 frames por segundo, músicas dinâmicas e controles personalizáveis.

Porém, há um detalhe que poderá desmotivar algumas pessoas que ficaram interessadas em encarar o jogo com esse tapa no visual. O problema é que ao contrário do que nos acostumamos a ver em modificações assim, essa não está disponível para a versão do Legacy of Kain: Soul Reaver para PC e sim para aquela lançada no último console da Sega.

Segundo RainaAidron, “a versão para o Dreamcast tem versões poligonais mais detalhadas do Raziel, Kain e inimigos, mas suas texturas são mais pixeladas que no PC e mesmo no PlayStation, em alguns casos.” Além disso, apenas naquele videogame o jogo contava com a maior taxa de quadros e músicas dinâmicas.

Agora o plano do modder é dar o mesmo tratamento à versão do jogo lançada para PC, mas isso não deverá acontecer tão cedo. Infelizmente, nessa plataforma existe um limite 256x256 pixels para a resolução das texturas e enquanto essa trava não for quebrada, ele acredita que as melhorias possíveis não justificam o esforço.

Disponível gratuitamente no site do projeto, o arquivo com a modificação tem 1,9 GB e já traz uma versão do Flycast, o emulador necessário para podermos executar o jogo. Obviamente ele não inclui uma cópia do Legacy of Kain: Soul Reaver, o que poderá ser um impeditivo para muitas pessoas.

Crédito: Divulgação/RainaAidron

Porém, essa dificuldade em ter acesso a uma cópia original do tão aclamado jogo existiria mesmo se o mod tivesse sido criado para o PC. Isso se deve ao fato de que, alegando que precisava “trabalhar em atualizações importantes”, recentemente a Square Enix removeu toda a série do Steam e do GOG, num movimento que estava provavelmente relacionado a venda da marca ao Embracer Group.

Portanto, a menos que você tenha adquirido o Soul Reaver ou suas continuações previamente numa dessas plataformas, hoje tais jogos não estão disponíveis. A expectativa é para que isso mude no futuro, quando os novos donos enfim decidirem colocá-los novamente à venda.

Alguém poderá dizer que a dedicação para aproveitar essa remasterização não vale a pena, mas vale lembrar que as pessoas que controlam a marca continuam ignorando-a e essa parece ser a melhor versão disponível. De qualquer forma, sempre devemos comemorar um jogo tão bom quanto esse voltar a ganhar alguma relevância, mesmo que para isso tenhamos que contar apenas com a paixão dos fãs.

relacionados


Comentários