Home » Games » Bully 2 esteve em desenvolvimento, mas acabou sendo cancelado

Bully 2 esteve em desenvolvimento, mas acabou sendo cancelado

De acordo com fontes anônimas, por 18 meses a Rockstar esteve desenvolvendo o Bully 2, até que estúdio optasse por cancelar o projeto

08/10/2019 às 8:30

A Rockstar possui diversos jogos polêmicos, mas talvez nenhum tão controverso quanto Bully. Retratando o conturbado dia a dia de uma escola repleta de valentões, o título, lançado em 2006, ainda hoje é cercado de polêmicas, tendo inclusive chegado a ser banido no Brasil. Não fosse por problemas no desenvolvimento, Bully 2 quase teria saído.

Bully

Hoje em dia um jogo como este teria um enorme potencial para causar debates ainda mais inflamados e de acordo com algumas fontes ouvidas pelo site VGC, em algum momento entre 2010 e 2013 uma equipe da Rockstar New England chegou a trabalhar por 18 meses na criação do Bully 2.

Segundo uma das pessoas ouvidas, apenas uma pequena porção do jogo acabou sendo feita, com ela mostrando Jimmy Hopkins na casa do seu padrasto no final das suas férias de verão. Com o roteiro tendo sido escrito pelo cofundador da desenvolvedora, Dan Houser, não havia ainda um consenso sobre como a história se desenrolaria, sem que os envolvidos soubessem se o protagonista iria para a escola ou para a faculdade.

Ele existiu, era jogável e é uma pena que simplesmente nunca tenha decolado,” afirmou uma das fontes e que ainda citou os artistas Drew Medina e Steven Olds como envolvidos no projeto. Vale lembrar que diversos profissionais que trabalharam naquele estúdio na época citam em seus currículos terem se dedicado a “um jogo não anunciado”.

Ainda no campo da especulação, a afirmação é de que o jogo estaria sendo criado com a Rockstar Advanced Game Engine (RAGE), mesmo kit de desenvolvimento que a empresa utilizou para criar os muito bem sucedidos Grand Theft Auto V e o seu antecessor, assim como o Max Payne 3 e os dois Red Dead Redemption.

Isso no entanto não significa que um Bully 2 nunca será lançado. Ao conversar com o site Gamasutra em 2011, o próprio Dan Houser disse que embora não houvesse entre eles o ímpeto de iniciar a criação de uma continuação logo após o lançamento do primeiro jogo, essa é uma franquia que a Rockstar sempre amou e que poderia retornar no futuro.

A única coisa que fico pensando é como o mundo reagiria a um novo Bully. Da parte do público não tenho a menor dúvida de que seria um sucesso, já de todo o resto, o mais provável é que ele se tornasse alvo dos mais variados ataques, com "estudiosos" o culpando pelas mais terríveis atrocidades. No entanto, em se tratando da Rockstar acredito que eles não estariam muito preocupados com isso.

Fonte: VG247.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários