Home » Mobile » Google libera o Android 10, mas (como sempre) é pra poucos no começo

Google libera o Android 10, mas (como sempre) é pra poucos no começo

Ele chegou, pode festejar, mas só se você tem um Pixel ou o Essential Phone

03/09/2019 às 17:03

É hoje (3)! O Google liberou o Android 10 pra todo mundo, com modo escuro de verdade, melhorias em alguns recursos que já existiam e sem sobremesa no nome - nada de quindim. O único problema é que, como sempre, os primeiros que receberão a atualização são os Pixel, com o resto da humanidade num futuro próximo.

Android 10

Modo escuro pra todo lado

Uma das maiores mudanças, que pode afetar até mesmo o consumo de energia de um smartphone, é o modo escuro. Alguns aparelhos já traziam alguma solução para escurecer a interface, mas no Android 10 o Google colocou praticamente todo o aparelho com tons de cinza escuro no fundo.

A coisa cresceu tanto que agora apps como Chrome, Fotos e Calendário respeitarão a decisão do usuário e escurecerão o visual, junto da tela de ajustes e notificações do gadget. Só que não é só de roupa gótica que vive o Android 10, então vem comigo que eu te falo mais sobre as principais mudanças desta versão.

Legenda em (quase) qualquer coisa

Com nome de Live Caption, a ferramenta faz com que o áudio que sai das caixas de som do celular com Android 10 seja entendido pelo sistema. O objetivo é de colocar legenda em vídeos que não receberam uma de forma original, indo até pros podcasts que você escuta. Dá até pra legendar uma mensagem de áudio.

Pode parecer pouco útil para alguns, mas imagine o que isso muda pra alguém que tem alguma limitação na audição - ou quando você quer ver um vídeo e precisa colocar o celular no silencioso.

Há também melhorias em segurança, com mais controle pra qual aplicativo vai receber informações do usuário e qual informação é. Atualmente já dá pra revogar acesso para algum sensor, mas o Android 10 promete limitar até o funcionamento do aplicativo em segundo plano.

Atualizações pela Play Store

Uma alteração bastante importante permite que correções do smartphone e atualizações de segurança sejam enviadas pela loja de apps. Isso corta intermediário e entrega o que mais importa para um celular: correção pra evitar um “oi, é o ráquer”.

O Focus Mode, que também ainda não foi traduzido para o português, é um modo “não perturbe” com filtros. Nele você seleciona quais apps quer que as notificações não cheguem ao aparelho, como quando um e-mail aparece ou no momento do lançamento de um vídeo do YouTube. Com este toque apenas os alertas destes aplicativos serão silenciados.

O modo vai além e deixa o ícone do app em preto e branco, pra te ajudar a não abrir. Se você ainda assim abrir, um alerta aparece com um lembrete que você deveria fazer outra coisa, que não iniciar o app. Estas novidades estão apenas na superfície do que chega com o Android 10, com todas as outras listadas (em inglês) neste link.

O Android 10 chegou, mas é melhor ter paciência

Como de costume no mundo Android, os primeiros smartphones que recebem a atualização são os Pixel. A situação parece tensa, mas já foi muito pior.

A última atualização da distribuição do Android, mostra que apenas 10% dos smartphones e tablets do mundo inteiro estavam rodando o Android 9 Pie em maio deste ano. Maio foi o nono mês de vida deste Android, que foi lançado oficialmente no dia 6 de agosto de 2018.

O Google promete que vem trabalhando com as fabricantes pra liberar o Android 10 o quanto antes, mas não há data concreta pra isso acontecer e cada marca vai decidir quando liberar o update. Se você comprou o smartphone em operadora, a espera será ainda maior.

Existe uma regra informal nos aparelhos que é a seguinte: celulares caros, os topo de linha como Galaxy S10, LG G8 e Moto Z3, recebem duas atualizações em sua vida. Os intermediários costumam receber uma atualização, enquanto que os de entrada ficam com ocasionais updates de segurança, mas atualização de versão do Android quase nunca chega.

Os primeiros modelos com o Android 10 devem aparecer no mercado perto do final do ano, com os smartphones topo de linha de 2020 saindo de fábrica já com esta versão do sistema operacional móvel do Google. No momento da publicação deste artigo, apenas os Pixel, o Redmi K20 Pro e o Essential Phone estão recebendo a atualização.

Leia mais sobre: .

relacionados


Comentários