Home » Entretenimento » A Bela Robótica da Disney Tóquio

A Bela Robótica da Disney Tóquio

A Disney está preparando uma atração em seu parque de Tóquio onde teremos personagens animatrônicos d'A Bela e a Fera, e estão LINDOS!

1 ano atrás

Em 1964 os visitantes da Feira Mundial de Nova York se maravilharam com uma versão robótica de Abraham Lincoln (não a do Rick and Morty) que se movia, tinha expressões faciais e recitava o Discurso de Gettysburg. Foi uma das primeiras exposições ao público do conceito de Audioanimatronics, da Disney.

Animatronics eram uma espécie de robôs fixos com movimentação hidráulica ou pneumática, inicialmente 100% mecânicos, eles se movimentavam em sincronia com uma trilha sonora pré-gravada. No cinema o primeiro uso foi em 1964, em Mary Poppins, o filme esquecido pela turma da lacração mas que bem antes de Christopher Reeve fez você acreditar que uma mulher podia voar.

Em uma das cenas Julie Andrews faz um dueto com um passarinho mecânico, e para 1964 isso era basicamente mágica. O passarinho, pros apressados entra em 01:00:

Os animatronics são apenas algumas das criações da Walt Disney Imagineering, o braço de pesquisa e desenvolvimento da RatoCorp, responsável pelos parques temáticos. E pesquisa a sério, veja estes experimentos em acrobacia robótica!

Animatronics passaram a povoar os parques da Disney, atrações inteiras eram baseadas neles, como aquela banda de ursos e os Piratas do Caribe. No cinema a tecnologia era usada sempre que possível, e teve seu auge em Jurassic Park, quando os animatronics eram tão bons que foram confundidos com computação gráfica. Na verdade no filme inteiro há pouco mais de 4 minutos de CGI. O resto é tudo efeito prático. Ah sim, no total há 14 minutos de dinossauros no filme.

A tecnologia dos animatronics não pára de evoluir, agora a Disney está preparando uma atração da Bela e a Fera na Disneylândia de Tóquio, e é impressionante. Até então a regra era que personagens humanos eram interpretados por humanos sempre que possível, mas desta vez resolveram manter a estética dos personagens, o resultado é que como um comentarista do YouTube disse, a Bela animatrônica é mais realista e cheia de vida que a Emma Watson.

Outros disseram que é como ver CGI ao vivo, computação gráfica se tornando realidade. Houve gente que se incomodou, por causa do Vale da Estranheza. Eu achei fascinante, a movimentação é tão fluída, é realmente um desenho ao vivo, não se parece em nada com aquelas máscaras de personagens de anime (dica: 100% de quem usa é menino, não caia nessa, it's a trap!).

Veja que incrível, e ainda é um trabalho em andamento!

 

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários