Home » Mobile » O Osmo Pocket é uma câmera minúscula com gimbal, para bater na GoPro Hero 7

O Osmo Pocket é uma câmera minúscula com gimbal, para bater na GoPro Hero 7

O Osmo Pocket é a versão diminuta do Osmo original, só que com câmera parecida com a do drone Mavic 2 Zoom

28/11/2018 às 17:44

A DJI acabou anunciar o lançamento de uma minúscula câmera com gimbal de três eixos, que cabe na palma da mão. Além de ser compacta como uma GoPro, o pequeno estabilizador com câmera própria pode bater de frente com o propósito de câmera com incrível estabilizador, que a Hero 7 passa.

Câmera parecida com a do drone Mavic 2 Zoom

Deixando o gimbal de lado por um tempo, a câmera do tamanho do seu dedão tem um sensor de 1/2,3 polegada e que faz fotos de até 12 megapixels. Pode parecer pequeno, mas este tamanho de sensor é o mesmo do que equipa o drone Mavic 2 Zoom, lançado neste ano e da própria marca chinesa.

Em vídeos, o novo Osmo Pocket faz até 4K com 60 quadros por segundo e taxa de 100 Mbps. Os chineses da DJI basicamente pegaram a câmera com zoom ótico do drone, tiraram a lente móvel e colocaram em um gimbal do tamanho de um controle remoto da TV da sua sala.

A bateria interna segura até duas horas e trinta minutos de gravação em 4K com 30 fps e o conjunto vem com alguns recursos de software que também estão nos drones, como acompanhar objetos na cena com o ActiveTrack (ele gira a câmera automaticamente para seguir o que está marcado) e dá pra fazer um timelapse com dois pontos diferentes e o Osmo Pocket segue do ponto A ao ponto B sozinho.

Por fim, ele consegue, sozinho, fazer um panorama e que junta até nove imagens para criar uma só. O próprio gimbal faz o movimento entre cada uma delas, pra deixar tudo sem cortes na parte de cima ou pra baixo.

Tudo isso pode ser controlado e ajustado pela pequenina tela que fica na frente dele, ou por um smartphone que vai conectado na porta USB-C (ou Lightning pros iPhones) e que depende do app da DJI para câmera.

Tá, mas isso bate na GoPro?

Bom, a GoPro tem uma série de acessórios que transformam o produto em uma câmera que gruda em qualquer lugar e fica fixa. A DJI fez mais ou menos a mesma coisa e lançou vários produtos que fazem o Osmo Pocket ficar preso na coleira do cachorro, no peitoral do cara da bike ou no carro mesmo.

Alguns acessórios dão controles remotos para funções da câmera e outros inserem até um filtro ND que ajudam na hora de deixar o céu mais azul – afinal de contas, o HDR ajuda, mas tem vez que ele atrapalha bastante.

E, sim, tem uma caixa à prova d’água que faz o Osmo Pocket mergulhar em até 60 metros de profundidade. Dá pra filmar seu mergulho de barriga no mar, sem tremer e com direito ao grito de dor do vermelhão na barriga.

Infelizmente tudo isso ainda não pode ser comprado no Brasil, mas lá fora o pacote com a câmera custa US$ 349. Colocando a cotação de hoje (28), o valor ficaria perto de R$ 1,4 mil e não inclui os acessórios que falei. Apenas por comparação, a GoPro Hero 7 Black, que tem estabilizador fantástico e que não é de verdade (é eletrônico), custa por aqui mais ou menos R$ 2,5 mil.

A DJI é novata neste mercado de câmeras de ação, mas custando menos e com gimbal mecânico de verdade, acho que dá pra olhar para a marca com bons olhos. Sem contar que ela domina o mercado de drones, que a GoPro fracassou fortemente com o péssimo carma que o Karma conseguiu – desculpe o tracadilho, não resisti.


Leia mais sobre: , , .


relacionados


Comentários