Home » Games » Indústria » Telltale Games fecha as portas e os adventures choram

Telltale Games fecha as portas e os adventures choram

Após a confirmação de que a Telltale Games está fechando as portas, nos resta lamentar o fim de um ótimo estúdio e tentar imaginar quais outras franquias eles poderiam ter transformado em divertidos adventures.

47 semanas atrás

Na sexta-feira passada (21) o site USgamer publicou uma notícia que de tão triste, muitas pessoas custaram a acreditar. Citando fontes ligadas ao estúdio, eles afirmavam que a Telltale Games estava fechando as portas, com 225 dos seus 250 funcionários tendo sido demitidos naquela manhã. A situação teria pego esses profissionais tão de surpresa que, após a informação vazar, eles tiveram apenas 30 minutos para deixar o prédio.

Com o rumor ganhando uma proporção imensa, não demorou até que a conta da desenvolvedora no Twitter divulgasse uma nota oficial, onde o CEO Pete Hawley confirmou que apenas 25 pessoas continuariam no estúdio. Ele usou como justificativa um ano incrivelmente difícil e que mesmo eles tendo feito o possível para tentar salvar a empresa, isso não foi possível. Além disso, o executivo afirmou que mesmo com os seus jogos tendo sido muito bem recebidos pela crítica, os elogios não foram convertido em vendas.

A confirmação chega como uma bomba justamente porque não faz muito tempo que eles anunciaram um jogo do Stranger Things e a segunda temporada do The Wolf Among Us, além de estarem trabalhando na última temporada do The Walking Dead. Em relação aos dois primeiros títulos sabemos que eles foram cancelados, já o último especula-se que talvez nem vejamos um desfecho para a história de Clementine. Quem falou sobre isso foi,  Melissa Hutchison, dubladora da personagem:

Eu infelizmente, como a maioria de vocês, não tenho detalhes sobre como isso aconteceu e também não sei o destino da temporada final do The Walking Dead. No meu conhecimento, eles lançarão o Episódio 2 e será isso. Me machuca que vocês, os fãs, não verão a jornada de Clementine até o final.

Podendo ser apontados como um dos principais responsáveis pelo renascimentos dos adventures — inclusive dando uma modernizada no gênero —, ao longo dos anos o pessoal da Telltale Games se especializou em criar ótimas adaptações de propriedades intelectuais muito famosas em outras mídias.

Foi das suas salas que vimos nascer bons jogos baseados no Batman, Minecraft, Game of Thrones, Borderlands, Jurassic Park, De Volta para o Futuro e principalmente, The Walking Dead. Pensando nisso e no enorme potencial que a Telltale tinha para trabalhar com muitas outras franquias, resolvi fazer uma brincadeira, uma exercício de imaginação sobre outras marcas que poderiam muito bem ter se tornado ótimos spin-offs nas mãos desse pessoal. Então, vamos lá:

The Rise of Mutants: A X-Men History

Tendo mostrado muito talento para contar boas histórias e provado que sabem trabalhar com super-heróis, acho que seria muito bacana se a Telltale pudesse nos dar um jogo dos X-Men. Num mundo em que as pessoas parecem estar se tornando cada vez mais intolerantes, os mutantes da Marvel poderiam ser uma ótima alegoria para a desenvolvedora abordar temas delicados.

Além disso, a engine do estúdio parece casar perfeitamente com qualquer coisa nascida nos quadrinhos e seria muito legal termos que usar os poderes certos dos personagens para solucionarmos alguns quebra-cabeças.

— Halo Chronicles

Como já trabalhou com a Microsoft na criação do Minecraft: Story Mode, a aproximação entre as duas empresas poderia ser aproveitada para levar outra franquia da Gigante de Redmond para um público mais amplo. Tudo bem que transformar um jogo de tiro em primeira pessoa pode soar estranho, mas lembre-se que eles fizeram isso com a série Borderlands e o resultado ficou muito legal.

— Tales from the Mushroom Kingdom

Um jogo do Mario funcionando como um adventure? Alguns poderão não gostar da ideia, mas quem acompanha o encanador há muito tempo sabe que ele já estrelou os mais variados estilos de jogo. Além disso, o Mario poderia até não ser o protagonista, fazendo apenas um ponta e deixando que outros dos muitos habitantes de Mushroom Kingdom tivessem sua própria aventura. Quem sabe um game onde a Princesa Peach tivesse que salvar o bigodudo?

— Castlevania: The Belmont Saga

Com a série Castlevania abordando várias gerações da família Belmont, um jogo focado no enredo poderia ser uma ótima maneira de conhecermos melhor a linha do tempo da franquia.

Outro fator que poderia ajudar a fazer com que esse jogo existisse é o fato de ultimamente a Konami não estar muito interessada em desenvolver. Sendo assim, nada melhor do que passar a tarefa para outra empresa, não é mesmo?.

— Preacher: The Telltale Series

Podendo ser inspirado tanto na série para TV quanto nos quadrinhos, Preacher é uma franquia que acho que daria um ótimo adventure. Cheio de sacadas inteligentes e personagens fabulosos, a Telltale teria uma quantidade absurda de material nas mãos para trabalhar e mesmo sabendo que isso diminuiria muito as chances de venda, quanto maior fosse a classificação etária do jogo, melhor!

— Adventure Time: Dungeons, Dragons and the Land of Ooo

Como o desenho Hora de Aventura chegou a fim recentemente, nada melhor do que Finn, Jake e os habitantes de Ooo ganharem a oportunidade de ter um jogo realmente bom. E não se engane, pois apesar da Telltale ter ficado mais conhecida pelos os seus adventures de drama, com jogos como Sam and Max, Puzzle Agent e Tales of Monkey Island eles mostraram que também sabem fazer rir.

------------------------------------

Mas e você? Quais jogos gostaria de ver a Telltale criar?

relacionados


Comentários