Home » Games » Microsoft » EA Access terá quase 100% de aumento de preço no Brasil

EA Access terá quase 100% de aumento de preço no Brasil

EA revolta jogadores ao anunciar que a anuidade do EA Access saltará de R$ 59 para R$ 110 e assim consegue fechar “com chave de ouro”, um ano que já era muito complicado para a empresa.

2 anos atrás

ea-access

2017 foi um fantástico para os games, com uma enorme quantidade de títulos excelentes tendo chegado ao mercado, mas para uma empresa em particular este não foi um ano muito bom. Além de ter que ouvir diversas críticas ao tão aguardado Mass Effect Andromeda e de ser processada por atletas brasileiros, a Electronic Arts ainda foi o pivô de duas grandes discussões: o fim dos jogos single-player e a má utilização das microtransações.

Mas como estamos falando da EA, ainda existia tempo para a editora deixar mais alguns jogadores indignados e o motivo dessa vez foi o anúncio de que o EA Access está prestes a sofrer uma revisão no valor de cobrança. Com isso, se hoje os assinantes brasileiros pagam R$ 59 pela anuidade, a partir de 16 de janeiro o preço saltará para R$ 110! A notícia caiu como uma bomba nas caixas de mensagens dos assinantes e para piorar a situação, aqueles que tentarem aderir ao EA Access agora já terão que pagar o novo valor.

Caso não saiba, este é o serviço de assinatura da EA que dá aos donos de um Xbox One a possibilidade de jogar diversos títulos da empresa pagando “apenas” a assinatura. Funciona como um sistema de aluguel, com os jogos precisando ser baixados para o console, além dos assinantes terem acesso antecipado a lançamentos e desconto ao comprar os games da empresa.

Sem que a EA tenha dado uma explicação para o reajuste no preço do EA Access, só podemos especular. O mais provável é que a empresa tenha decidido equiparar o valor da assinatura ao que temos no serviço que ela oferece no PC, o Origin Access. Outra possibilidade é que nos Estados Unidos o preço cobrado pela anuidade é de US$ 30, então é natural que eles quisessem diminuir essa diferença.

A verdade é que no Brasil pagávamos bem pouco pelo acesso ao EA Access e por mais que eu concorde que praticamente dobrar o valor da anuidade é péssimo para todos nós, entendo a empresa lançar um serviço como este por um preço menor e depois fazer um reajuste. Eles só poderiam ter feito isso de forma gradual.

O grande problema aqui é que o jogador brasileiro inegavelmente possui um poder de compra muito menor do que um consumidor do primeiro mundo e por isso um “sistema de aluguel” como o EA Access pode funcionar como uma ótima porta de entrada para muita gente. Com este novo preço ele certamente se tornará menos atraente para muitas pessoas, mas se considerarmos que um jogo pode custar muito mais do que esses R$ 110, ainda considero a assinatura um negócio bem interessante.

Fonte: UOL Jogos.

relacionados


Comentários