Home » Games » Cultura Gamer » Empresas não poderão mais usar Minecraft para promover seus produtos

Empresas não poderão mais usar Minecraft para promover seus produtos

Mojang muda as regras do jogo: empresas não poderão mais utilizar Minecraft como plataforma para promover seus próprios produtos

4 anos atrás

minecraft

Créditos: AuthenticGames

A Mojang não quer mais saber de empresas explorando os assets de Minecraft para lucrar um dinheirinho extra: as regras foram alteradas e agora qualquer aplicação do game para outros fins que não de entretenimento estão proibidos. Monetização? Permitida, mas desde que se cumpram o que as diretrizes dizem.

A Mojang, que hoje pertence à Microsoft não está batendo na cabeça dos fãs, é preciso esclarecer bem isso: os jogadores são livres para criar o que lhes der na telha dentro de Minecraft, e podem monetizar seus vídeos como bem entenderem. Os problemas residem no envolvimento de empresas com os criadores de conteúdo e modders. Por exemplo: um jogador pode utilizar Minecraft para fazer uma sátira em cima de uma marca ou de um produto conhecido, mas a empresa em questão não pode financiar o mesmo com fins de promover sua marca. Isso a partir de agora é vedado.

O exemplo que a Mojang descreve na página em que anunciou a alteração nas regras do Guia de Referências para Uso Comercial é o de uma cadeia de restaurantes. Ela não pode criar um mod ou um servidor especializado para construir uma versão em bloquinhos de uma de suas lojas, da mesma forma que um estúdio é proibido a partir de agora de desenvolver um mapa ou um mod de Minecraft para fazer propaganda de um filme, ou de uma série.

Mods alterando aspectos do jogo, com motivações puramente comerciais estão completamente vedadas. Lembra da campanha da Verizon que inseriu um celular "de verdade" dentro de Minecraft? Não pode mais.


CaptainSparklez — Minecraft: Working Cell Phone w/ Web Browser and Video Calling

A Mojan foi bem clara quanto a suas motivações: ela deseja dar aos jogadores a possibilidade de lucrarem com sua criatividade, tanto que não está barrando criações originais. No entanto, ações de empresas que levem à criação de mods de Minecraft para fins de propaganda e lucro alheio direcionado a quem não é o produtor de conteúdo não será permitido, porque segundo o estúdio isso não é certo e nem legal (não no sentido jurídico).

Portanto, os YouTubers de Minecraft que mantinham contratos com terceiros para dar vida a conteúdos direcionados a propaganda de produtos que não o game terão que rever suas prioridades, e voltar ao Modus Operandi que a Mojang autoriza: criar ideias próprias que não podem ser monetizadas por outras empresas.

Fonte: Mojang.

relacionados


Comentários