Home » Games » Afinal, qual será o futuro da Konami?

Afinal, qual será o futuro da Konami?

Gerente de comunidade da Konami diz que a empresa não deixará de criar jogos de grande porte e afirma que a série Metal Gear continuará mesmo sem a participação de Hideo Kojima.

4 anos atrás

Metal-Gear-Rising

Há alguns dias comentei aqui no blog sobre a situação da Konami, já que um site francês havia noticiado que a empresa estaria se retirando do mercado de jogos de grande porte e passando a focar na produção de títulos para tablets e smartphones. Naquela ocasião lamentei a decisão, mas defendi que de um ponto de vista de negócios ela fazia algum sentido. Pois vejam só, pode ser que nada disso aconteça.

Quem trouxe um sopro de esperança aos jogadores foi o gerente sênior de comunidade da Konami para o Reino Unido, que deu uma entrevista para o GameOnDaily onde afirmou que os planos da companhia nunca mudaram:

Não acredite em tudo o que você lê na imprensa”, disse Graham Day. “A Konami possui um histórico de criar os melhores jogos e isso é algo que continuará. Isso não mudará daqui para frente, então as pessoas deveriam acreditar na Konami e se eu fosse utilizar um bordão, o bordão do PES 2016 é ‘Ame o passado, jogue o futuro’. E é assim por um motivo. O futuro não acabará agora, o futuro será um longo, longo caminho.

Outro tema abordado por Day e que também tem incomodado os fãs foi a possível continuação da série Metal Gear sem a participação de Hideo Kojima, quando ele garantiu que a saída do game designer não significa que a franquia será deixada de lá.

O Metal Gear é sobre uma história, é sobre personagens e acho que sim [poderá continuar sem o Kojima]… Olhe para coisas como o Metal Gear Rising. Ele é um exemplo de título sendo levado para uma nova direção por equipes separadas com óbvias colaborações de outras partes. E por si só foi um jogo muito, muito bom, e que obviamente foi criado por uma equipe diferente.

O exemplo do Metal Gear Rising realmente faz sentido, mas por melhor que o jogo seja, de Metal Gear mesmo ele tem pouco, então será que com a saída de Kojima estamos “condenados” a ver a franquia ser transformada em uma coleção de spin-offs?

Bom, quanto a afirmação de que a Konami continuará criando jogos AAA, acho que isso só demonstra a bagunça em que a companhia se encontra, já que não faz muito tempo que o próprio CEO Hideki Hayakawa declarou que eles perseguiriam “os jogos mobile agressivamente” e que passariam a tratar os jogos mobile como sua principal plataforma.

Também pesa contra a defesa feita por Graham Day o fato de que atualmente a Konami não possuiu nenhum título anunciado como em estágio de produção e por tudo isso, a pergunta de um milhão de dólares é aquela que está no título deste texto: afinal, qual será o futuro da Konami?

Gameon Daily — Konami Interview- 'MGS can continue without Hideo Kojima'

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários