Dificuldades, memórias e superações em web game

dori_yes_21.12.10

Vocês já devem ter percebido o quanto me fascinam os jogos independentes onde os criadores os usam para passar seus sentimentos, lembranças e experiências e o …But That Was [Yesterday] é um excelente exemplo disso. Nele acompanhamos um rapaz que revive algumas dolorosas passagens de sua vida e que tenta simplesmente seguir adiante.

Com uma direção artística muito acima da média, múltiplos finais e uma bela história contada sem o uso de palavras, ele mostra conceitos muito bacanas e deixa claro o quão talentosas e criativas algumas dessas pessoas que criam jogos indies podem ser.

Porém, o que mais me agradou nele foi a forma como me fez lembrar de algumas pessoas que conheci e que me me ajudaram de alguma forma a me tornar alguém melhor e se dizem que a arte deve ser algo que nos faz pensar, então é seguro dizer que o jogo criado por Michael Molinari foi a melhor forma artística encontrada pelo game designer para se expressar e nos deixar com saudade daqueles que por um motivo ou outro não temos mais contato.

[via IndieGames]

Relacionados: ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar
  • scuzziato

    O que eu faço neste jogo? Ou melhor, como se joga isto?

  • hEaD_cRaB

    Muito bom, me lembrou Another Wolrd .

  • groudas

    @scuzziato : O jogo é sobre como continuar caminhando na vida. Apenas vá seguindo as instruções dos personagens e continue caminhando. Continue avançando, mesmo qd parecer que vc não sai do lugar.

    Jogo muito bom. Poucos jogos conseguem transmitir o que esse simples jogo conseguiu. Detalhe: joguei 3x e encontrei 2 finais. Acho que tem mais um…

    • rafaelvascc

      @groudas, Encontrei os 3 finais. Da uma olhada no relógio do hospital.

  • Marcelo13

    Eu joguei e não vi tudo isso não. Basicamente você fica correndo quando aparece uma mancha negra borbulhantes (q são suas memorias) você vira de costas que ela vai embora. Meu amigo verde morre e não entendi pq, depois conheço uma garota no vou pra cama com ela e ela vai embora de avião. O cachorro tb desaparece em alguma hora mas tanto meu amigo, como a garota e o cachorro aparecem de tempos em tempos no fim do jogo que acaba meios sem pé nem cabeça.

    Quais os outros finais ?

  • Ótimo jogo,me arrancou algumas lágrimas,pena que só consegui ver um final,alguém dá alguma dica?

    • @r0t3ch, Presta atenção no relógio do hospital. De acordo com a hora que ele mostra você ganha um final diferente.

      • Marcelo13

        @Alexandre h, Mas você tem que interagir com o relógio de alguma forma ?

        • @Marcelo13, Sim.

          O relógio do hospital funciona junto com o do seu computador. Repare que ele tem 3 cores. Conforme a hora que você joga, o final é diferente.

  • zedopovo

    Fabuloso, simplesmente lindo. Não tenho vergonha alguma de dizer que esse jogo me emocionou bastante, principalmente pelo fato de eu me identificar com ele, de certa forma. Recomendo para todas as pessoas que gostam de jogos simples e profundos. Não é um jogo para qualquer um, pra falar a verdade, eu acho que eu não tenho nenhum amigo que iria gostar dele ou realmente enxergar a beleza por detrás dessa arte. Belo post Dori, obrigado por trazer aqui belos jogos independentes como esse. Um abraço a todos.