Home » Games » Indústria » Carmack: 3DS e PSP2 serão os últimos portáteis

Carmack: 3DS e PSP2 serão os últimos portáteis

Para criador do Doom, celulares acabarão com os videogames portáteis.

9 anos atrás

dori_rage_10.02.11

Houve uma época em que muitos da indústria de games decretaram o fim do PC como plataforma de jogo. Bastou então uma empresa para que a previsão fosse por água abaixo e graças ao Steam, a venda de games para computador só tem melhorado. A mesma projeção foi feita para os consoles e se eles ainda tem mostrado força, iniciativas como o OnLive tem dado indícios que talvez nem vejamos uma próxima geração. Agora, o alvo do profetas do apocalipse são os portáteis e quem serão os responsáveis por galopar os cavalos que trarão a extinção dos videogames de bolso? Os celulares.

O último a dizer que acredita nisso foi John Carmack, diretor técnico da Id Software e um dos principais nome da indústria quando o assunto é salto de qualidade gráfica.

Os smartphones podem se tornar 80% tão bons em jogos como uma plataforma dedicada. As pessoas estão carregando seus smartphones e se eles forem 80% dedicados aos jogos, quantas delas no mercado de jogos estarão satisfeitas com isso? Essa é a questão que está na cabeça de todos e eu não saberia responder. Se o que o consumidor quiser for isso, não há muito o que nós como desenvolvedores poderemos fazer.

Uma das cosias que temos visto é que o tipo de jogo que as pessoas que jogam nos celulares tendem a ser os casuais.

Carmack ainda disse que a baixa nas vendas do PSP e do DS pode ser explicada pelo fato dos jogadores estarem esperando o seus sucessores e não discordo da sua opinião, principalmente depois de ver rodando no celular jogos como o Infinity Blade ou o Rage, da própria id. Talvez o grande problema hoje seja resolver a falta de botões físicos nesses aparelhos e nesse aspecto o Xperia Play sairá na frente.

[via GamesIndustry]

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários