Meio Bit » Hardware » Usando a TV Samsung Neo QLED QN90B como um monitor gamer

Usando a TV Samsung Neo QLED QN90B como um monitor gamer

A TV Samsung Neo QLED QN90B traz recursos interessantes para quem joga, mas eles justificam seu uso como um monitor gamer?

03/01/2023 às 11:05

A Neo QLED QN90B é a TV ponta de linha Mini LED de 2022 da Samsung. O dispositivo é uma evolução da já tradicional linha QLED da fabricante sul-coreana, que entrega um grande volume de cores, preto mais preciso e profundo, brilho e contraste bem fortes.

No entanto, a linha veio com um forte apelo ao consumidor gamer, com diversos recursos para atrair tanto quem joga em consoles, quanto a extremamente exigente Glorious PC Gamer Master Race, ao oferecer uma taxa de atualização de 144 Hz nos modelos menores (43 e 50 polegadas), o que em tese, faz dela um monitor voltado para quem joga.

TV Samsung Neo QLED QN90B (Crédito: Ronaldo Gogoni/Meio Bit)

TV Samsung Neo QLED QN90B (Crédito: Ronaldo Gogoni/Meio Bit)

Por duas semanas, eu me foquei em avaliar as capacidades da Neo QLED QN90B como um display voltado a quem joga majoritariamente no PC, e conto minhas impressões a seguir.

Nota de transparência

Fundado em 2004, o Meio Bit publica análises opinativas com o intuito de ajudar os leitores a tomarem sua própria decisão de compra, seja de um gadget, um game, ou um serviço/software/app.

Nós sempre fomos francos em nossas opiniões, e destacamos pontos positivos e negativos dos produtos de igual maneira, não importando a origem dos mesmos, como forma de manter a integridade e transparência do site.

Ninguém externo à redação do Meio Bit teve acesso a este texto de forma antecipada, bem como não houve nenhum tipo de interferência, pagamento, ou direcionamento da Samsung, ou de terceiros, em relação ao seu conteúdo.

A TV Neo QLED QN90B foi fornecida pela Samsung por empréstimo; ela será devolvida à empresa após os testes.

Análise da Samsung Neo QLED QN90B em vídeo

Para começar, o review em vídeo da análise publicada no Tecnoblog, no que nada mais há a comentar sobre suas capacidades gerais. Aqui, irei me focar exclusivamente no seu uso como um monitor gamer, o selling point dos modelos menores.

Resolução ou taxa de quadros: Você Decide

Fato: uma TV nunca foi a primeira opção de escolha de monitor para quem joga no PC, principalmente por conta do tempo de resposta, mesmo que a resolução e a fidelidade de cor sejam altas. Para quem se foca em jogos competitivos, este fator é essencial, além de não haver a necessidade de um display enorme.

Exatamente por isso, a QN90B possui taxas de atualização diferentes, dependendo do tamanho. As maiores, de 55 e 65 polegadas, trazem 120 Hz, enquanto as de 43 e 50", sendo esta última a testada pelo Meio Bit, entrega 144 Hz; esta frequência, geralmente disponível com resoluções menores que 4K, é considerada a mínima aceitável para um monitor voltado ao público gamer.

Por ter um notebook gamer à disposição quando recebi a TV, eu pude testá-la a contento nesse sentido, e ela não faz feio com games onde o desempenho, e não a resolução, é mais importante.

TV Samsung Neo QLED QN90B (Crédito: Ronaldo Gogoni/Meio Bit)

TV Samsung Neo QLED QN90B (Crédito: Ronaldo Gogoni/Meio Bit)

Eu concentrei meus testes em dois games competitivos, Overwatch 2 e Fortnite, um de corrida, Forza Horizon 5, e um RPG de mundo aberto, Genshin Impact, estes dois principalmente para avaliar também a capacidade gráfica, e os resultados foram muito bons. O painel LCD com tecnologia Mini LED fornece um excelente volume de cor (100%, segundo a Samsung), com um resultado bem próximo de uma OLED, ainda a melhor tecnologia de tela nesse sentido.

Sobre o desempenho, a QN90B se apresenta como a primeira TV com o necessário para ser considerada uma opção interessante para o gamer de PC. Tirando Genshin Impact, travado em 60 fps mesmo no PC (aparentemente, a Apple paga à Hoyoverse pela exclusividade dos 120 fps, em iPhones e iPads com displays ProMotion), os demais são ajustáveis em 144 Hz e resoluções mais altas.

O notebook usado em questão possui uma tela de 15,6" e 240 Hz, mas a combinação de 50" e 144 Hz se mostrou excelente; para quem faz questão de telas maiores, mas não quer perder na taxa de quadros, esta TV não decepciona. Tanto Overwatch 2 quanto Fortnite dão suporte à taxa de quadros > resolução, e a TV da Samsung segue as exigências sem problema algum.

TV Samsung Neo QLED QN90B (Crédito: Ronaldo Gogoni/Meio Bit)

TV Samsung Neo QLED QN90B (Crédito: Ronaldo Gogoni/Meio Bit)

Já para jogos em que a prioridade não é o desempenho, a experiência visual é também muito satisfatória. Em Forza Horizon 5, no modo resolução, o game se aproveita muito bem dos recursos visuais da QN90B; já Genshin Impact ficou lindo, com uma alta fidelidade de cores e brilho forte, excelente para aproveitar o visual do jogo.

Ah, vale lembrar que ela também suporta chroma sampling de 4:4:4 no modo PC, tanto em 1080p quanto em 4K, a 60 e 120 Hz; por outro lado, ela não entrega 144 Hz a 2K (1440p).

Dolby Vision ainda é desfalque na QN90B

Na parte técnica, a Neo QLED QN90B oferece o obrigatório Modo Jogo, que permite ajustar as configurações da tela para o gênero de game sendo rodado, similar ao de concorrentes. Nos meus testes, ela entrou em modo PC assim que o notebook foi conectado, e também reconheceu o PS5 e o Xbox Series X de pronto.

Há também uma opção de upscaling, que eleva a resolução do que está sendo exibido para 4K, e modos de imagem HDR10+ tanto para vídeos, quanto a variante dedicada a jogos. Porém, a Samsung continua se recusando a pagar royalties para a Dolby, ao menos, não totalmente.

Embora a QN90B finalmente suporte som Dolby Atmos, ausente na geração anterior, ela não oferece Dolby Vision, o que a fabricante defende como "uma estratégia global", provavelmente, para economizar.

TV Samsung Neo QLED QN90B (Crédito: Ronaldo Gogoni/Meio Bit)

TV Samsung Neo QLED QN90B (Crédito: Ronaldo Gogoni/Meio Bit)

Enquanto isso, a LG oferece ambas tecnologias de vídeo (HDR10+ é de código aberto) em todas as suas TVs OLED, mesmo as de entrada. Bola fora, Samsung.

Ainda na parte técnica, a QN90B também conta com um recurso para mitigar o input lag, o atraso na entrada de comandos e sua reprodução na tela, quando no modo PC, e os resultados foram ótimos, com 5,8 ms a 144 Hz, um número considerado ideal para um display gamer.

No modo Console, o aparelho cravou 8,5 ms a 120 Hz, inferior a concorrentes, mas ainda um número decente. A meu ver, a QN90B é mais interessante como um monitor do que como uma TV, quando o assunto é jogar. Há inclusive suporte a proporções Ultrawide, em 21:9 e 32:9.

A TV conta também com VRR, que ajusta a taxa de quadros exibida na tela com o que é executado na fonte, recurso este disponível no PS5 e Xbox Series X.

TV Samsung Neo QLED QN90B (Crédito: Ronaldo Gogoni/Meio Bit)

TV Samsung Neo QLED QN90B (Crédito: Ronaldo Gogoni/Meio Bit)

Os únicos pontos fracos são um tempo de resposta mais alto, de acima de 12 ms no modo de 144 Hz, gerando inclusive o efeito de motion blur (ela é mais rápida a 120 Hz), e uma inconsistência na hora de exibir textos no modo de 144 Hz.

Jogos por streaming? Tem também

A QN90B é uma TV pronta para games por streaming, e dá total suporte aos dois principais serviços disponíveis, Xbox Game Pass e Nvidia GeForce Now. Uma vez pareado a um controle Bluetooth, você pode usá-lo com os apps pré-instalados.

O dispositivo possui um hub dedicado a games, que fornece tutoriais de uso e mostra os títulos disponíveis para jogar pela internet, desde que o usuário seja assinante de um, ou ambos, serviços. Com o controle conectado, basta escolher um jogo e curtir.

Nos meus testes, eu não consegui usar o GeForce Now, que possui acesso restrito no Brasil devido à alta procura, logo, foquei no Game Pass, serviço do qual sou assinante.

TV Samsung Neo QLED QN90B (Crédito: Ronaldo Gogoni/Meio Bit)

Após parear um controle DualShock 4, pude acessar todo o acervo de jogos disponíveis na nuvem para jogar. Para garantir a fluidez, preferi conectar a QN90B à internet via cabo de rede, assim, os atrasos seriam mínimos.

Eu testei uma variedade de jogos, de diversos gêneros, e a performance foi igual a jogar um game via streaming no Xbox Series X. Há alguns atrasos e quedas de resolução, causados por flutuações na conexão, mas nada que torne a experiência inviável.

Mesmo Fortnite pode ser apreciado pela nuvem, sem maiores comprometimentos.

TV Samsung Neo QLED QN90B (Crédito: Ronaldo Gogoni/Meio Bit)

O que vou dizer pode soar polêmico para muita gente, mas se você não tem como bancar um PC parrudo ou um console da geração atual, e não faz questão de desempenho absoluto provido por títulos rodando localmente, pode fechar com uma TV que tenha suporte a serviços de streaming de jogos, um controle Bluetooth, e uma assinatura do serviço de sua preferência.

Nisso, a QN90B sai na frente das TVs da LG, que ainda não oferecem suporte a games por streaming com apps; é possível jogar pela nuvem com elas, pareando um controle Bluetooth, mas você vai depender do browser nativo para acessar seus serviços de assinatura.

Conclusão

A Samsung está determinada a conquistar o público gamer com a TV Neo QLED QN90B, dado o investimento pesado em recursos dedicados, especificamente os que não abrem mão de seus PCs da NASA. O suporte a VRR, a recursos que mitigam o input lag, e a frequência de 144 Hz, que consoles não entregam, buscam posicioná-la como um monitor para esse público.

A grande vantagem deste produto é, obviamente, o seu tamanho e resolução. Monitores de 144 Hz giram entre 27 e 32"; esta TV, no entanto, oferece 43 ou 50", com 4K.

TV Samsung Neo QLED QN90B (Crédito: Ronaldo Gogoni/Meio Bit)

O principal impeditivo é o preço. O modelo de 43" pode ser encontrado por R$ 3,9 mil na rede varejista, enquanto o de 50" sai por R$ 4,4 mil. Um concorrente direto, o monitor LG Ultragear 32GN600, de 32 polegadas, resolução 2K (2.560 x 1.440 pixels) e taxa de atualização de 165 Hz, custa R$ 2 mil; embora menor e com menos resolução, o 32GN600 tem uma frequência maior, e custa pouco mais da metade do modelo de entrada da QN90B.

Na minha opinião, a Neo QLED QN90B ganha pontos por dispensar dispositivos conectados para oferecer uma experiência gamer, graças ao suporte a serviços na nuvem, mas ela ainda é uma opção mais restrita, principalmente se você não possui muito espaço na mesa de trabalho.

No fim, vai depender do que você procura em um monitor gamer: a QN90B tem tamanho, resolução e taxa de atualização altas, e conteúdo extra, mas cobra um preço por isso.

TV Samsung Neo QLED QN90B — Ficha Técnica*

  • Modelo: 50QN90B;
  • Tipo do painel: LCD Mini LED;
  • Tamanho do painel: 50 polegadas;
  • Resolução: 3.840 x 2.160 pixels;
  • Taxa de atualização: 144 Hz;
  • Tempo de resposta: não informado;
  • Tecnologias de imagem suportadas: HDR10+ adaptativo, HLG;
  • Tecnologias de suporte a games: HDR10+ GiG, VRR, nVidia G-Sync (compatível), AMD FreeSync Premium Pro;
  • Alto-falantes: 4 speakers (som 2.2) e potência de 40 W (RMS);
  • Tecnologias de áudio suportadas: Dolby Atmos, Dolby Digital Plus;
  • Conexões: Apple AirPlay 2, DLNA, Bluetooth 5.2, Miracast, Wi-Fi 802.11b/g/n/ac, Wi-Fi Direct;
  • Entradas de vídeo: 4 HDMI 2.1 (VRR, ALLM, eARC, HDMI-CEC), 1 RF coaxial;
  • Saídas de áudio: 1 óptica digital;
  • Outras portas: 2 USB 2.0, 1 Ethernet;
  • Consumo de energia: 175 W (máximo);
  • Sistema operacional: Tizen;
  • Dimensões: 111,4 x 70,9 x 22,3 cm (com base), 111,4 x 64,4 x 2,7 cm (sem base);
  • Peso: 18,6 kg (com base), 14 kg (sem base).

Pontos fortes:

  • 144 Hz, ideal para quem joga no PC;
  • Qualidade de imagem excelente;
  • Diversos recursos para o público gamer, incluindo redução do input lag;
  • Suporte nativo a serviços de jogos na nuvem.

Pontos fracos:

  • Ainda nem sinal de Dolby Vision;
  • Tempo de resposta um pouco alto.

* O produto foi avaliado como um monitor gamer.

Colaborou: Darlan Helder (review em vídeo).

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários