Meio Bit » Games » GoldenEye 007 e o retorno que os fãs não mereciam

GoldenEye 007 e o retorno que os fãs não mereciam

Rare finalmente anuncia o retorno do GonldenEye 007, mas diferenças (e limitações) entre as versões para Xbox e Switch frustam alguns fãs

15/09/2022 às 10:48

A espera está perto de acabar! Depois de vários anos pedindo pelo relançamento de um dos mais importantes FPSs de todos os tempos, a Rare enfim anunciou que o GoldenEye 007 está voltando. Porém, aquilo que deveria ser motivo apenas para comemorações tem servido para mostrar como às vezes a indústria de games é desnecessariamente complicada.

GoldenEye 007

Crédito: Divulgação/Rare

Para boa parte do público, a tão aguardada revelação aconteceu durante o Nintendo Direct realizado na terça-feira (13), quando a fabricante japonesa anunciou a chegada do clássico ao serviço Nintendo Switch Online. Logo depois veio a informação de que o mesmo aconteceria no Xbox One e Xbox Series S|X, mas foi aí que começaram as reclamações.

Segundo o site oficial da franquia, apenas no aparelho da Nintendo teríamos suporte a partidas online, enquanto nos videogames da Microsoft ele rodaria em todo o esplendor da resolução 4K. Além disso, no Xbox o GoldenEye 007 estaria disponível numa proporção 16:9, com uma taxa mais contante para a atualização de frames, assim como suporte a conquistas e podendo ser aproveitando usando os dois analógicos.

O que muitos passaram a se perguntar era o motivo para as duas versões serem tão diferentes. Será que as fabricantes teriam negociado (e cedido em algumas partes) para que ambas pudessem ter acesso ao jogo? Por ter sido publicado originalmente pela Nintendo e desenvolvido por um estúdio que hoje pertence à Microsoft, seriam essas “mutilações” o que permitiu que o título voltasse a ser distribuído?

Pois segundo o site The Verge, a resposta estaria na maneira como as versões foram tratadas. Após entrarem em contato com os donos da Rare, eles foram informados de que a ausência do multiplayer online no Xbox se deve ao fato de que os jogos são diferentes. Enquanto a Rare teria feito uma recriação fiel do jogo, o Switch estaria apenas emulando o original. Por fim, o editor do site usou o Twitter para revelar que a Microsoft não tem planos para adicionar as partidas online à sua versão.

Porém, isso não explicaria o motivo para a ausência do multiplayer online, com os gráficos divulgados pelo estúdio parecendo muito mais com o jogo original, apenas com uma nova proporção de tela. Repare nas imagens deste link, com a introdução disponível na remasterização que será lançada em breve ao lado de uma que estava sendo feita para o Xbox 360.

Crédito: Divulgação/Rare

Tendo misteriosamente aparecido na internet em 2021, o jogo estava sendo criado por Ross Bury e Mark Edmonds por volta de 2006. Embora o projeto tenha sido tocado até perto da sua conclusão, uma canetada dada por um alto executivo impediu que ele fosse lançado.

Então, conforme os rumores de um relançamento surgiam, os fãs passaram a sonhar com a possibilidade de a Rare aproveitar aquele trabalho, mas agora sabemos que não é isso o que acontecerá. A dúvida que fica é sobre o que os teria levado a abandonar um jogo que precisava apenas de alguns ajustes para ser terminado e que poderia ter uma qualidade visual superior a que receberemos agora.

Especulações a parte, também chamou minha atenção a maneira como a Microsoft decidiu prestigiar aqueles que possuem a ótima coletânea que aborda o passado do seu estúdio. De acordo com a nota emitida pela empresa, “os jogadores que possuírem uma cópia digital do Rare Replay — a compilação de 30 jogos clássicos do premiado estúdio por trás do GoldenEye 007 original —  poderão baixar e aproveitar o jogo gratuitamente.”

Ou seja, a menos que tenha havido um erro de comunicação aí, quem possui a cópia física do Rare Replay não terá direito a aumentar o pacote com mais esse clássico. Sinceramente não sei se essa é uma limitação técnica, mas como a coletânea instala os títulos de maneira individual no consoles, será mesmo que nós, donos do disco, não poderíamos também ser agraciados com esse presentinho?

Tudo bem, o anúncio de que essa remasterização do GoldenEye 007 será disponibilizada para todos que assinam o Game Pass ajuda a minimizar bastante o problema. Porém, se na época do relançamento o jogo não for adicionado definitivamente na minha conta, certamentte ficarei decepcionado por ter sido “deixado para trás”.

Crédito: Divulgação/Rare

No entanto, mesmo com todos os problemas que essa volta do GoldenEye 007 apresentou, ainda considero muito bom termos acesso a um título tão incrível como esse. Embora aquele remake lançado para o Wii (e depois remasterizado com o GoldenEye 007: Reloaded) tenha sido legal, ele era bem diferente do original e por isso continuávamos querendo algo mais fiel, o que só acontecerá agora.

Infelizmente, quem for jogar em um dos Xbox ficará fora das partidas online, enquanto os jogadores do Switch não terão acesso as várias melhorias disponíveis nos videogames da Microsoft. Esse será o preço a pagar para podermos aproveitar essa obra de arte, um valor que nos será cobrado por a indústria não prestigiar tanto o seu passado quanto nós, fãs e consumidores.

relacionados


Comentários