Home » Entretenimento » Sony vai produzir live-action baseado em One-Punch Man

Sony vai produzir live-action baseado em One-Punch Man

O "herói por diversão" vai invadir os cinemas: versão de Hollywood para o mangá/anime One-Punch Man contará com roteiristas de Venom

23/04/2020 às 9:30

Hollywood vai adaptar mais um mangá/anime para o cinema: One-Punch Man, a sátira das histórias de super-heróis (do ocidente e do oriente), que é um sucesso de publicação e rendeu uma excelente série animada, estaria em vias de ganhar uma versão live-action graças à Sony Pictures, com o roteiro ficando a cargo da dupla responsável por Venom.

Madhouse / Viz Media / Netflix / One-Punch Man

A saga de Saitama teve uma trajetória curiosa: criado por ONE, One-Punch Man começou como um quadrinho online (que ainda é publicado regularmente) em 2009, com relativo sucesso, embora o autor não seja um desenhista profissional. Em 2011, ele foi contatado pelo mangaká Yusuke Murata (Eyeshield 21, e que já desenhou capas alternativas para a Marvel), com a ideia de transformar a história em um mangá.

Com ONE no roteiro e Murata na arte, One-Punch Man começou a ser publicado em 2012 na revista semanal Shonen Jump, casa de obras como Dragon Ball, One Piece, Naruto e outros clássicos. No entanto, a temática da obra é bem diferente dos clichês de mangás para jovens, sendo uma sátira sem vergonha (no bom sentido) do tema de heróis.

Na história, Saitama é um "herói por hobby" ("por diversão" na adaptação ocidental) que depois um treinamento "incomum", se tornou uma espécie de deus encarnado: virtualmente indestrutível e invulnerável, com velocidade absurda e força descomunal, capaz de eliminar qualquer monstro ou ameaça que seja, até mesmo um meteoro gigante, com um único soco.

Por causa disso, Saitama foi tomado pelo tédio (que graça tem ser o mais forte do mundo se não há desafios?) e empurra a vida de herói com a barriga, o que não o impede de se envolver com situações bizarras com outros heróis, rivais teimosos e uma Associação de Monstros que representa uma tremenda dor de cabeça para todo mundo, menos para ele, que está mais preocupado em não perder a promoção do supermercado.

Ao menos a luta contra Boros foi minimamente interessante:

Corta para agora: segundo o site Variety, a Sony teria assegurado os direitos de One-Punch Man a fim de produzir uma versão em live-action em Hollywood, com a dupla Avi e Ari Arad (Homem de Ferro, A Vigilante do Amanhã: Ghost in the Shell) como produtores.

O roteiro teria ficado a cargo de Scott Rosenberg e Jeff Pinkner, que trabalharam juntos em Venom e Jumanji: Próxima Fase, este último com Jake Kasdan.

Embora não haja nenhuma confirmação oficial de que o projeto foi posto em movimento, uma dica foi dada pelo próprio ONE no Twitter:

"One-Punch Man vai ganhar um filme live-action. E é tudo graças aos fãs! Muito obrigado. Não posso agradecer o suficiente. Estou curioso para descobrir que tipo de história Hollywood criará para Saitama. Estou bastante empolgado!"

Claro que há a possibilidade de que ONE tenha ficado sabendo do projeto pela mídia e não foi oficialmente contatado pela Sony (pela mensagem, o autor deu a entender que não está diretamente envolvido), mas nunca se sabe.

Fontes próximas à Sony Pictures afirmam que a companhia está bastante empolgada com o projeto, ainda que adaptar um mangá ou um anime para o cinema ocidental nem sempre deu certo. No Limite do Amanhã não entra na lista, já que o original All You Need is Kill é um romance juvenil, com o mangá e o filme estrelado por Tom Cruise e Emily Blunt sendo versões paralelas.

De qualquer forma não há informações sobre enredo, elenco ou diretor escolhidos, tampouco uma data de estreia prevista, ainda mais com a pandemia da COVID-19, causada pelo novo coronavírus (SARS-CoV-19) para ser levada em conta.

Madhouse / Viz Media / Netflix / One-Punch Man

O mangá One-Punch Man é publicado no Brasil pela Editora Panini, enquanto que a primeira temporada do anime, com 12 episódios, está disponível na Netflix.

Não há previsão de quando a segunda temporada, lançada em outubro de 2019 no Japão e que já chegou em outros mercados, irá estrear oficialmente no Brasil.

Com informações: Variety

relacionados


Comentários