Home » Games » Project xCloud chegará ao Xbox Game Pass em 2020

Project xCloud chegará ao Xbox Game Pass em 2020

Microsoft expandirá Project xCloud em 2020: mais países terão acesso a preview do serviço de streaming, que será incluído no Xbox Game Pass

14/11/2019 às 19:35

O Project xCloud, o serviço de streaming de jogos da Microsoft ainda está bem longe de se tornar uma realidade para muita gente, mas a gigante de Redmond está investindo pesado no recurso: o preview chegará a mais países em 2020 e, não obstante, assinantes do plano Xbox Game Pass também poderão acessá-lo.

Microsoft / Project xCloud

A novidade foi revelada durante o keynote da Xbox 019, realizado nesta quinta-feira (14) em Londres. De acordo com Kareem Choudhry, VP Corporativo do Project xCloud, a Microsoft está definitivamente comprometida com o novo serviço, que promete "colocar o Xbox One na nuvem": com ele, o jogador terá acesso a uma seleção de jogos em diversas telas e em qualquer lugar, seja via Wi-Fi ou mesmo redes móveis.

Em um primeiro momento, o xCloud suporta dispositivos Android e o controle do Xbox One, mas em breve ele poderá ser rodado também pelo Windows 10 e outros dispositivos móveis (obviamente, iPhones e iPads) e se tornará compatível com mais joysticks, incluindo o DualShock 4 do PS4.

Ao mesmo tempo, o número de jogos disponíveis está sendo ampliado para mais de 50, ao mesmo tempo em que mais desenvolvedoras estão se juntando à iniciativa da Microsoft, que promete ser a grande pedra no sapato do Google Stadia.

Microsoft / parceiros do Project xCloud

Choudhry diz que, a partir de 2020, o jogador poderá fazer streaming de jogos que ele já comprou, além do fato de que o Project xCloud será também ligado ao Xbox Game Pass, o plano de assinatura que dá direito a mais de 100 jogos no console ou no PC se assinado individualmente, ou ambos se o usuário assinar o plano Ultimate.

A Microsoft não informa o fator principal, se o xCloud será revertido em uma cobrança adicional para os assinantes, ou se será um serviço acessório gratuito para esses clientes. Quando questionado sobre isso pelo site VentureBeat, Choudhry se limitou a dizer que a companhia "revelará mais informações no futuro".

Na possibilidade do serviço se tornar no futuro compatível com todo o catálogo do Game Pass e não cobrar nada a mais por isso, o Google vai ter que rebolar para tornar o Stadia mais atraente. Já a Microsoft está apostando no streaming como um chamariz para novos jogadores, que começam a jogar pela web no celular, tablet ou Windows 10 e, posteriormente, acabam comprando um Xbox One, para curtir seus jogos com mais conforto.

Sobre os planos de expansão, o preview do Project xCloud chegará em 2020 ao Canadá, Japão, Índia e países da Europa Ocidental. Não há previsão de quando o serviço será lançado no Brasil, sendo grandes as chances dele só dar as caras por aqui no lançamento da versão final.

Com informações: Microsoft, VentureBeat

relacionados


Comentários