Home » Ciência » NASA está investigando o primeiro...TCHARAMM CRIME NO ESPAÇO!

NASA está investigando o primeiro...TCHARAMM CRIME NO ESPAÇO!

Uma astronauta teve o privilégio de ser a primeira pessoa a cometer um crime no espaço. Agora ela está encrencada em terra mesmo.

26/08/2019 às 19:25

O histórico da Nasa com suas astronautas continua pitoresco e agora tivemos mais um caso de pioneirismo questionável: a astronauta Anne McClain está sendo acusada de ter cometido o primeiro crime no espaço e foi praticamente um crime passional!

Teje presa minha tia, resistance is futile!

É inevitável que quando explorarmos o Universo e expandirmos nossa presença para outros mundos, levaremos junto nossos preconceitos, nossos defeitos e nossos erros. Por isso a ideia de que haverá crime no espaço não era uma questão de se, mas de quando. O que ninguém esperava é que começasse tão cedo.

OK, a rigor o primeiro "crime" no espaço ocorreu em 1965, quando John Young, na missão Gemini 3, contrabandeou para dentro da nave um sanduba, para desespero do controle da missão. O crime mais sério foi inaugurado com a Anne McClain, mas mesmo assim não é nada tão dramático.

Ela não matou ninguém com as armas que os russos podem ou não ter no kit de sobrevivência das Soyuz, nem ejetou ninguém através de uma escotilha. Mesmo assim, ela cometeu um crime federal: usou computadores da Nasa para acessar remotamente o home banking da ex-esposa.

Anne McClain e Summer Worden se casaram em 2014, mas pelo visto foi um relacionamento conturbado. Anne era extremamente possessiva do filho de Summer, nascido um ano antes do casamento, o que não impedia Anne de dar entrevistas e postar em mídias sociais como sentiria falta do pimpolho quando estivesse no espaço.

Em 2018, depois de uma briga feia, Anne acusou Summer de agressão. Summer não gostou e pediu divórcio. The End, sério? Não. Anne continuou stalkeando a ex e mesmo quando voltou, durante uma conversa daquelas bem tensas, jogou na cara de Summer algumas compras específicas, no estilo: "como você não tem dinheiro pro material escolar do Cléverson Carlos (não vou procurar o nome do guri) se no mês tal comprou um carro?"

Imediatamente Summer teve um estalo. Como assim ela sabe quando eu comprei carro e outros detalhes das minhas finanças? Pra azar de Anne, Summer era uma oficial de inteligência da Força Aérea dos Estados Unidos, e tinha trabalhado inclusive na Agência de Segurança Nacional. Manjava dos paranauês e foi direto nos pontos suspeitos.

Rapidamente ela convenceu o banco a dar uma pesquisada e bingo! Achou acessos a seu home banking feitos por computadores da Nasa.

Os acessos bateram com o período em que Anne estava em órbita na Estação Espacial Internacional, o que gerou uma rápida discussão: sob qual jurisdição cai um crime cometido em órbita?

No final, usa-se a mesma regra dos crimes em alto-mar, a jurisdição é a do país sob a bandeira que o navio navega. No caso da ISS o crime foi cometido na parte americana por uma astronauta americana e uma vítima americana. Nem foi difícil.

Summer deu queixa junto às autoridades competentes e agora Anne está tendo que se explicar. Ela jura que só estava verificando se a ex estava com as finanças em dia, pois se preocupava com a criação do filho (da outra). Na prática, Anne vem tentando a guarda mesmo parcial do garoto e a conta não era conjunta, era uma conta de Summer a qual ela possuía acesso e cuja senha não foi mudada depois do divórcio. Vacilo, dona Summer.

Do jeito que a Nasa odeia escândalos, a menos que Anne seja incrivelmente convincente, sua carreira está acabada. O último problema que Houston precisa é uma astronauta com uma capivara considerável em seus quadros. Que o diga Lisa Nowak.

SIm, é a mesma pessoa.

A ex-capitão da força aérea e astronauta do Ônibus Espacial, aparentemente tinha um caso com outro astronauta, William Oefelein. Inconformada por Oefelein estar namorando Colleen Shipman, Lisa (que era casada) saiu de Houston e dirigiu 1.500 km até Orlando, sem parar. Usando sua experiência de astronauta ela usou fraldas de adulto para não ter que parar.

Lisa chegou a convencer Colleen a entrar em seu carro, quando a atacou com spray de pimenta, mas Colleen fugiu. No carro Lisa tinha uma arma de brinquedo, sacos de lixo industriais, um martelo, uma faca e mangueiras de borracha, um kit digno do Dexter.

Ela foi acusada de tentativa de homicídio e sequestro, mas graças a várias manobras legais, declarações e provas foram removidas dos autos, Lisa ficou somente com acusações de roubo e agressão. Se declarou culpada e pegou um ano de detenção com suspensão automática e dois dias de cadeia, que ela já havia cumprido quando foi presa.

Fonte: BBC

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários