Home » Games » O efeito das loot boxes nos apostadores compulsivos

O efeito das loot boxes nos apostadores compulsivos

Pesquisador faz alerta sobre as loot boxes, algo que se tornou comum nos games e que pode ser uma questão de vida ou morte para apostadores compulsivos.

12/08/2019 às 10:15

Muitas vezes nós não damos a devida importância a problemas que não nos afetam e quando se trata das caixinhas que nos presenteiam com itens em jogos, as famosas loot boxes, eu preciso admitir que nunca as vi como algo tão nocivo quanto elas podem ser. Para mim, se um jogo dá a opção de comprar algo às escuras, bastava ignorar a prática, mas aos poucos estou percebendo o quanto essa prática pode afetar algumas pessoas.

Loot Boxes

Embora eu ainda acredite que governos não deveriam se meter nesse tipo de coisa, a opinião de alguns especialistas no assunto tem me feito enxergar como as loot boxes podem ser viciantes e um que falou sobre o assunto recentemente foi o Dr. David Zendle, da York St. John University.

Ao participar de uma oficina na Federal Trade Commission (FTC), o pesquisador foi enfático ao criticar a maneira como as desenvolvedoras de games tem explorado esse ramo, inclusive afirmando que para os apostadores compulsivos, pode ser algo fatal.

Gastar dinheiro com loot boxes está associado ao problema de apostas. Quanto mais dinheiro a pessoa gasta com loot boxes, mais severo o seu problema com apostas é. Isso não é apenas a minha pesquisa, este é um efeito que tem sido replicado diversas vezes ao redor do mundo por múltiplos laboratórios independentes. Isso é algo com o qual a indústria de games não se engaja. Isso é muito importante. Não é algo que deveríamos banalizar ou rir ou comparar com figurinhas de baseball. Isso é [uma questão de] vida ou morte.

Zendle no entanto admite que não é clara a existência de uma relação causal entre as loot boxes e as apostas. Ou seja, não há como afirmar que uma pessoa possa se tornar um apostador compulsivo por ter tido contato com essas caixinha, nem que as pessoas com este problema são atraídas pelos itens que podem ser ganhos aleatoriamente nos jogos eletrônicos mediante um pagamento real.

Ainda assim, ele disse acreditar que existe motivo para nos preocuparmos e que se de fato essas caixas levarem as pessoas a se tornarem apostadores compulsivos, estaremos diante de uma epidemia em uma escala nunca antes vista. Isso se torna ainda mais claro ai pensarmos nas muitas crianças que tem acesso a jogos com essa prática e no prazer (e na frustração) que elas alcançam ao ver o que tinha dentro de uma caixa que precisou de dinheiro para ser aberta.

O pesquisador ainda fez outra afirmação interessante, já que mesmo que as loot boxes não nos levem ao vício, trata-se de um sistema que visa lucrar em cima dos seus consumidores mais vulneráveis. Sendo assim, como os apostadores compulsivos já possuem tantos problemas para se preocuparem, é triste vê-los tão próximos de mais uma coisa feita com o objetivo de lhes tirar dinheiro.

Mas enquanto o debate sobre os riscos das loot boxes continua, Sony, Microsoft e Nintendo decidiram que a partir de agora, todos os jogos lançados para as suas plataformas e que contarem com esse sistema deverão revelar a probabilidade de obtermos os tipos de itens oferecidos.

Embora algumas empresas já fizessem isso em seus jogos, diversas gigantes concordaram com a proposta, entre elas a Bethesda, Acitivision Blizzard, EA, Ubisoft, Bungie, Take-Two Interactive e Banda Namco. A ideia é que a nova regra seja implementada até o fim de 2020.

A novidade deverá agradar, mesmo que parcialmente, aqueles que criticam as loot boxes, mas infelizmente ela não abrange outras plataformas, como o PC. Porém, é muito provável que as desenvolvedoras e editoras a adotem mesmo fora dos ecossistema das fabricantes de consoles, principalmente no caso das que já aderiram ao acordo.

Fonte: GamesIndusry e Engadget.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários