Home » Entretenimento » Netflix vai produzir série de Sandman!

Netflix vai produzir série de Sandman!

01/07/2019 às 1:19

Neil Gaiman é um gênio, mas se há um termo que podemos usar para suas obras é "infilmável". Por décadas os fãs aceitaram a realidade de que nunca veríamos Gaiman no cinema, muito menos na TV, mas isso vem mudando e agora um sonho se torna realidade: Sandman virará série.

Por muito, muito tempo o quadrinho lançado em 1989 vem sendo alvo de produtores, o próprio Neil Gaiman já tentou várias vezes transformar Sandman em um filme. O mais perto que chegou foi em 2013, quando a Warner topou adaptar a obra, com David S. Goyer e Joseph Gordon-Levitt envolvidos, mas em 2016 Levitt saiu do projeto, por diferenças criativas, e o filme basicamente foi pra gaveta.

Mesmo assim, os estúdios pareciam estar mais dispostos a uma versão de Sandman, depois de Deuses Americanos, uma outra bela e infilmável história de Neil Gaiman foi transformada em série. Aos poucos o portfólio foi aumentando. Belas Maldições, a deliciosa farsa escatológica que Gaiman escreveu junto com Terry Pratchett virou uma brilhante mini-série na BBC, o caminho estava aberto, era só levar pra HBO.

A HBO rejeitou. Cara demais, o que é uma ótima notícia. Sandman não funciona filmada em um escritório. A proposta teria que ser aceita por alguém doido o bastante para investir centenas de milhões de dólares em uma história que Norman Mailer classificou como "gibi para intelectuais". Para completar, será a série mais cara que a DC já fez.

Entra a Netflix, que está perdendo um monte de séries e filmes com a balcanização dos serviços de streaming, e precisa de conteúdo original, próprio de qualidade PRA ONTEM. Assinaram sem nem olhar, bancaram o orçamento multimilionário e escolheram Allan Heinberg, roteirista de Mulher-Maravilha para ser o showrunner.

Oficialmente parece que os contratos não estão assinados ainda, mas não há motivo pra se duvidar. Faz muito sentido, inclusive a Warner preferindo que a Netflix produza a série, o que significa que a Warner vai receber um dinheirinho, que provavelmente é mais do que ganharia veiculando Sandman em seu próprio serviço, que nem de longe tem tantos assinantes quanto a Netflix.

Quem É Sandman

Você o conhece por muitos nomes. João Pestana, Oneiros, Morpheus, mas para nós ele é Sonho, dos Perpétuos. Eles existem desde o início dos tempos, e a Irmã Mais Velha, até antes disso. Eles não são deuses, deuses morrem quando o último de seus fiéis deixa de existir. Os Perpétuos são arquétipos, representações vivas de conceitos: Sonho, Delírio, Destruição, Desejo, Destino, Desespero e Morte. A mais legal é a Morte.

As histórias são brilhantemente pesquisadas, com referências a mitologias ancestrais, História, psicologia e bruxas gregas. Gaiman consegue contar histórias incríveis indo de uma convenção de serial killers a uma disputa no Inferno que termina com Lúcifer pedindo as contas e fechando o lugar.

Gaiman fez um apanhado brilhante, o próprio Sandman é uma releitura de um personagem bem mais antigo, o primeiro Sandman, Wesley Dodds foi criado em 1939, e era um detetive que usava uma máscara e uma pistola de gás tranquilizante. Caim e Abel, que moram no Sonhar e são guardiões da Casa dos Mistérios e da Casa dos Segredos? Eram personagens de quadrinhos de terror dos anos 1950.

Sandman tem material para toda uma vida de histórias, as possibilidades são infinitas, e é delicioso pensar que dois personagens que apareceram nos quadrinhos chegaram antes no mundo das séries, e tem tudo pra aparecer em Sandman:

O Lúcifer, de Tom Ellis, e o John Constantine, de Matt Ryan.

Sandman virar uma série, de qualidade, com muita verba e sem o desespero por audiência dos canais convencionais é um sonho que a maioria dos fãs não ousava ter, mas agora ele vai se tornar realidade. Às vezes Lorde Morpheus é generoso conosco.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários