Home » Hardware » Nem todos os Macs com macOS Catalina suportarão o recurso Sidecar

Nem todos os Macs com macOS Catalina suportarão o recurso Sidecar

Apenas Macs mais recentes rodando o macOS Catalina poderão usar o iPad como segunda tela; até o Mac Pro de 2013 ficou de fora

18 semanas atrás

O macOS Catalina vem aí e com ele o recurso Sidecar, que chamou a atenção de muita gente: com ele é possível usar um iPad compatível com iPadOS como uma segunda tela, tanto para estender ou espelhar a Área de Trabalho, quanto como uma mesa digitalizadora.

Entretanto, apenas os Macs mais novos poderão usar a ferramenta.

Apple / macOS Catalina / Sidecar

O Sidecar funciona através de uma conexão Wi-Fi privada entre o iPad e o Mac; uma vez ativado e configurado ele permite o uso do tablet de três formas: como uma Área de Trabalho, como uma tela espelhada, que replica tudo o que está no display do computador, e como uma mesa digitalizadora quando usado em conjunto com o Apple Pencil (primeira e segunda gerações).

Entre alguns dos apps já compatíveis com o Sidecar no modo de digitalização, vale destacar o pacote Adobe (After Effects, Illustrator e Premiere Pro), o Cinema 4D, o CorelDRAW (que voltou ao macOS recentemente), o DaVinci Resolve, o Maya, o ZBrush, o Motion e claro, soluções nativas como o Final Cut Pro.

No entanto, embora a Apple tenha liberado o macOS Catalina para uma grande quantidade de modelos de Macs (em geral modelos de 2012 em diante), nem todos poderão usar o Sidecar. A maçã está limitando o acesso à ferramenta a um número restrito de dispositivos, especificamente os mais recentes e com componentes mais modernos.

Estes são os Macs compatíveis com o recurso Sidecar:

  • MacBook: modelos 2016 e posteriores;
  • MacBook Air: modelos 2018 e posteriores;
  • MacBook Pro: modelos 2016 e posteriores;
  • Mac mini: modelos 2018 e posteriores;
  • iMac de 27 polegadas: modelos Late 2015 e posteriores;
  • iMac Pro: modelos 2017 e posteriores;
  • Mac Pro: modelos 2019 e posteriores.

Até mesmo o Mac Pro de 2013, a cervegela maligna que não é exatamente um dispositivo fraco, ficou de fora da brincadeira (claro, a Apple quer vender seus raladores de queijo). Do lado dos iPads, todos os modelos compatíveis com o iPadOS suportam a ferramenta:

  • iPad Air 2 e iPad Air (2019);
  • iPad (2017) e iPad (2018);
  • iPad mini 4 e iPad mini (2019);
  • iPad Pro (todos os modelos).

Claro que a Apple promove o recurso como melhor aproveitável pela linha iPad Pro, em especial os modelos 2018, mas desenvolvedores que já estão testando as versões beta dos novos sistemas da maçã dizem que o Sidecar funciona bem no iPad Air 2, que utiliza um processador Apple A8X; é improvável que a versão final do iPadOS limite o recurso apenas aos tablets mais novos, tirando o iPad Air 2 e o iPad mini 4 da jogada, mas nunca se sabe.

No que tange aos Macs, é possível contornar essa situação. Ao menos por enquanto:

O desenvolvedor Steve Troughton-Smith, que foi um dos primeiros a alertar sobre a limitação do Sidecar em Macs antigos, diz que é possível forçar alguns modelos depreciados a reconhecer o iPad e executar o recurso (talvez porque eles ainda poderão ter a funcionalidade habilitada na versão final do macOS Catalina). Para isso:

  1. Abra o Terminal;
  2. Digite o comando "defaults write com.apple.sidecar.display allowAllDevices -bool YES" (sem as aspas) e aperte "Enter".

Alguns pontos devem ser levados em conta: o macOS Catalina e o iPadOS estão ainda em sua primeira versão Beta liberada para desenvolvedores, logo algumas coisas podem mudar até o lançamento do SO no terceiro trimestre. Segundo, não há garantias de que o comando acima funcione para todos os Macs deixados de fora, ou mesmo que o Sidecar rode estável nos mesmos.

Caso a restrição do Sidecar permaneça como está, muita gente que ainda faz uso de apps de terceiros para utilizar o iPad como segunda tela, e não puder utilizar o Sidecar nativamente continuará a fazê-lo, ao invés de migrar para novos Macs.

Com informações: Cult of Mac, MacRumors.

relacionados


Comentários