Home » Entretenimento » Uma Cavaleira dos Sete Reinos – Game of Thrones, 8a temporada, Episódio 2 – Resenha (recheada de spoilers)

Uma Cavaleira dos Sete Reinos – Game of Thrones, 8a temporada, Episódio 2 – Resenha (recheada de spoilers)

Na nossa resenha do segundo episódio da oitava temporada de Game of Thrones, vamos falar sobre tudo o que aconteceu, assim tome cuidado com spoilers.

22/04/2019 às 15:14

Mais uma semana, mais um episódio de Game of Thrones, e como pretendo fazer em todos nesta temporada, aqui está mais uma resenha, e assim como o outro post, esse está completamente repleto de spoilers, assim fica o aviso, se você não assistiu A Knight of the Seven Kingdoms pare de ler agora, ou não reclame depois.

Ser Jaime Lannister em cena do oitavo episódio de Game of Thrones

Se o primeiro episódio serviu para colocar todas as peças no tabuleiro de Winterfell, esse serve para movimentá-las, e elas interagem muito bem. O episódio começa com Jamie Lannister frente a frente com a Rainha Daenerys, que não quer nada além de servi-lo aos seus dragões, afinal ele matou seu pai, Aerys II, o Rei Louco. Jaime explica que é outra pessoa, e que abandonou sua família pela sobrevivência de todos.

Apesar de não ser convencida do contrário por Tyrion, Dany acaba cedendo ao apelo de Sansa, que resolve defender Ser Jaime depois que Lady Brienne parte em sua defesa, dizendo que ela não estaria viva se não fosse ele, que por conta de seu juramento para Lady Catelyn Stark, armou Brienne com uma espada e a mandou proteger Sansa.

Jon Snow ajuda na decisão do perdão de Jaime, dizendo que eles precisam de cada homem que puderem encontrar para enfrentarem o ataque dos white walkers. Bran está de olho, mas não conta pra ninguém que Jaime o empurrou quando era criança. Como ele explica a Jaime em uma cena posterior, ele não tem raiva de ninguém, e se tivesse falado algo, o exército deles teria perdido um guerreiro.

Ao final da cena, rola o primeiro climão do episódio entre Dany e Jon, que parte apressado, provavelmente sem saber como contar a verdade sobre sua origem para sua rainha (e tia). Logo depois, Dany e Tyrion têm uma discussão, e ela demonstra toda a sua insatisfação por Tyrion ter caído no papinho de sua irmã Cersei, agora agravado pelo fato dele ter defendido Jaime.

Essa questão de que o Tyrion teria acreditado em Cersei pra mim é uma derrapada dos roteiristas, por ser algo que na minha opinião o personagem simplesmente jamais faria, mas isso é mais um problema da temporada passada do que da atual. A cena seguinte mostra o primeiro encontro de Arya e Gendry, no qual ela mostra a ele que é uma grande guerreira e o convence a criar uma arma para ela.

Em uma conversa de irmãos, Tyrion defende Dany, dizendo que ela é diferente dos demais Targaryens. De cima do castelo, Jaime vê Brienne treinando seus soldados para a grande batalha, e vai lá falar com ela, declarando que foi para Winterfell pois ficará honrado de lutar sob o comando dela. A interação dos dois é excelente, e repleta de uma grande admiração de ambos os lados, e mais pra frente vai render a melhor cena do episódio, que não por acaso, dá nome a ele.

A próxima cena é surpreendente, pois vemos Ser Jorah defendendo Tyrion, dizendo a Dany que a mente dele é diferenciada, e que pode fazer a diferença para ela. Ela argumenta que ele cometeu erros sérios, mas ele responde que todos os cometem, mas que Tyrion assume seus erros e aprende com eles. Jorah também sugere a ela que ela procure Sansa, o que ela faz, mas sem muita diplomacia.

Sansa e Daenerys em cena do oitavo episódio de Game of Thrones

O encontro da Rainha Daenerys com Lady Sansa começa amigável, com Dany garantindo a ela que ama Jon, e com Sansa defendendo Tyrion, que sempre foi justo com ela. A conversa termina de forma rude, quando Sansa pergunta o que vai acontecer com o Norte depois que os white walkers e Cersei forem derrotados, e Dany sentar no Trono de Ferro.

Logo depois desse momento tenso, as duas são interrompidas pela chegada de Theon, que conta que Cersei não irá se juntar a eles na batalha, e que sua irmã Yara está indo dominar as Ilhas de Ferro em nome de Dany. Sansa fica muito feliz ao encontrar Theon, que na série a salvou do finado Ramsey.

Para mostrar o clima de Winterfell, vemos Ser Davos motivando novos guerreiros e convencendo uma garotinha que queria lutar de que ela será mais útil protegendo a cripta, com a ajuda de Jenny. Com a chegada de Edd, Tormund e Ser Beric, o clima fica tenso de vez no episódio, já que eles avisam que os mortos-vivos estão chegando em breve.

Na cena de estratégia, Bran explica que o Rei da Noite vai vir atrás dele, e eles decidem que ele ficará de isca na floresta, protegido por Theon e pelos guerreiros das Ilhas de Ferro. Dany explica para Tyrion que ele terá que ficar escondido na cripta, pois ela conta com sua inteligência caso eles sobrevivam ao ataque.

Tyrion então resolve fazer o que qualquer um com um mínimo de inteligência na série deveria fazer todos os dias, sentar pra conversar com Bran, mas não ficamos sabendo o que eles discutem. No meio da tensão, o episódio encontra tempo para mostrar Verme Cinzento e Misandei, que decidem tentar uma vida juntos depois que a Rainha sentar no Trono de Ferro.

No mesmo teto, em Winterfell, estão reunidos vários inimigos históricos da Casa Stark, como Jaime, Tyrion, Tormund, Ser Davos, Brienne e Podrick, que aparecem bebendo e conversando amigavelmente, com Tormund tentando convencer Brienne a passar a última noite.

Ao explicar por qual motivo tem o apelido de Terror dos Gigantes, Tormund conta que matou um deles quando tinha dez anos de idade, e que cresceu tanto por ter mamado leite de gigantes da mulher dele.

Tyrion se mostra otimista quanto a chances deles sobreviverem a batalha, mas todos estão desanimados. Ao recontar as capacidades de cada um dos cavaleiros, acaba chamando Brienne de Ser, e então Tormund fica chocado ao descobrir que pelas tradições, uma mulher não poderia ser cavaleira.

Ser Jaime e Ser Brienne em cena do oitavo episódio de Game of Thrones

Tormund diz a Brienne que se fosse rei, iria transformá-la em uma cavaleira dez vezes, o que dá a ideia de Ser Jaime de transformá-la em uma, e ele pede a ela que se ajoelhe. Após a cerimônia, Tyrion anuncia que ela é Ser Brienne de Tarth, cavaleira dos Sete Reinos.

Essa cena é a mais emocionante do episódio, e serve para mostrar por qual motivo Game of Thrones é uma série tão especial, e por mais que os roteiros nem sempre acertem, em certos momentos, nos lembram a grandiosidade dessa história. Uma das vantagens de ter um dos melhores elencos de uma série de TV em todos os tempos é que você pode contar com eles na hora de fazer um episódio mais intimista como esse.

Também vemos mais um encontro de Arya e Cão de Caça, que são interrompidos por Ser Beric. Arya resolve arrumar algo melhor pra fazer, e encontra Gendry, que acabou de terminar sua arma, uma lança de duas pontas. Na conversa, ela conta a ela que é um filho bastardo do Rei Robert, e então Arya resolve aproveitar o que pode ser sua última noite, e os dois partem para as vias de fato, em mais uma cena que surpreendeu a todos, mas que pra mim fez sentido, no contexto apresentado.

Logo em seguida, Sam entrega a Ser Jorah Heartsbane, a espada da família Tarly, que é feita de aço Valiriano, e explica que ela estará em melhores mãos com o guerreiro. Foi muito legal também ver a pequena Lady Mormont explicando a Ser Jorah que irá lutar, e que não irá se esconder na cripta.

O episódio volta a cena da lareira com os guerreiros, quando a pedido de Tyrion, Podrick canta Jenny of Oldstones, música que depois é tocada pela banda Florence + The Machine nos créditos do episódio, confira abaixo.

Antes do fim do episódio, ainda temos a esperada cena entre Dany e Jon Snow, que é passada na cripta. Jon não perde tempo e conta que ele é filho de Rhaegar e Lyanna Stark, e que o seu nome real é Aegon Targaryen. Dany fica chocada, e a princípio desconfia da informação por suas fontes, seu irmão Bran e seu melhor amigo Sam.

Jon e Dany em cena do oitavo episódio de Game of Thrones

Dany também explica a Jon que se isso for verdade, ele seria o herdeiro legítimo do Trono de Ferro (algo que ele já deveria saber, mas sua cara foi de surpresa). Antes dele contar a ela se tem ou não interesse em exercer seu direito, é soado o alerta que avisa da chegada dos white walkers, e os dois precisarão deixar o resto do papo pro quarto episódio, já que no próximo certamente não terão tempo para isso.

O próximo episódio, que se chamará A Batalha de Winterfell, será dirigido por Miguel Sapochnik, o mesmo responsável por A Batalha dos Bastardos, e promete ter a maior cena de batalha já mostrada na TV ou no cinema, superando inclusive a cena do Abismo de Helm em O Senhor dos Anéis: As Duas Torres, que tinha 40 minutos de duração (na versão dos cinemas). Nessa ótima matéria do EW, o diretor contou como foi o processo de filmar as cenas da batalha, que incluiram a criação de uma nova parte de Winterfell.

David Nutter volta para juntar os pedacinhos da série no quarto episódio, mas Sapochnik também irá dirigir o quinto (e penúltimo) capítulo da saga, assim podem ter certeza que ainda teremos outras batalhas pela frente, afinal Cersei e seus aliados ainda estão em Porto Real. Para fechar a temporada, e a saga, o último episódio será dirigido pelos criadores e showrunners de Game of Thrones, David Benioff e David Weiss.

É muito importante que antes que a batalha chegue, os espectadores realmente se importem com os personagens, e isso o diretor David Nutter e o roteirista Bryan Cogman conseguem fazer com maestria (especialmente na cena de Ser Jaime e Ser Brienne), como Nutter e o roteirista Dave Hill tinha feito no primeiro episódio. Tanto Cogman quanto Hill são veteranos de Game of Thrones, com vários episódios escritos.

White walkers em cena do oitavo episódio de Game of Thrones

Quase não tivemos mortes até agora na temporada, e nenhuma de um personagem importante, mas na próxima resenha, tenho certeza que o clima será o de um funeral, com a partida de vários personagens queridos ao final da batalha contra os white walkers. Quem viver verá quem fica com o Trono de Ferro.

Não sei vocês, mas a minha expectativa para o próximo episódio é imensa, pena que ainda faltam tantos dias.

Clique abaixo para ver o teaser do terceiro episódio da oitava temporada de Game of Thrones.

relacionados


Comentários