Home » Games » Estaria na PlayStation Network o futuro da Sony?

Estaria na PlayStation Network o futuro da Sony?

Analista diz que em 2018 a PSN teve uma receita superior a toda Nintendo e a divisão Xbox, e mostra o tamanho que a rede da Sony alcançou.

37 semanas atrás

Que a Sony lidera a atual geração de consoles não é surpresa para ninguém, mas para termos uma real noção desse domínio, um bom indicativo pode ser a receita gerada pela PlayStation Network em 2018. De acordo com o analista Daniel Ahmad, no ano passado a rede online da empresa japonesa alcançou um novo recorde, chegando a 1,373 bilhões de ienes, ou cerca de US$ 12,5 bilhões.

O número por si só já seria bem impressionante, mas ele passa a ter mais significado quando o colocamos ao lado daquilo gerado por toda a divisão de games da Microsoft (não só a Xbox Live) durante o mesmo período, que foi US$ 11,5 bilhões. O desempenho também foi superior a receita total da Nintendo e se compararmos apenas as redes dessas duas empresas, o gráfico abaixo mostra que a diferença é ainda mais gritante:

Levando em consideração as vendas digitais tanto de jogos completos quanto de DLCs, assim como as assinaturas, tal desempenho tem feito com que a empresa aposte que o futuro está na oferta de serviços através da PlayStation Network, conforme explicou Hiroki Totoki. O curioso é que na mesma mensagem o diretor financeiro defendeu que os jogos por streaming não são uma ameaça imediata, demonstrando que mesmo possuindo um serviço neste molde, nem eles estão apostando numa popularização para breve.

O executivo disse ainda que apesar da base instalada do seu atual console estar perto de chegar a 92 milhões de unidades, hoje a PlayStation Network conta com mais de 90 milhões de usuários ativos mensalmente e como não acredito que tantas pessoas assim estejam com seus PS4 conectados, imagino que muita gente ainda continua aproveitando os seus PlayStation 3 e PS Vitas.

De qualquer forma, é inegável o sucesso do PlayStation 4 e da PSN em si. Durante muito tempo ouvimos usuários atacando a rede da Sony por ser instável e insegura, e embora eu só possa falar por mim, tirando algumas situações específicas nunca tive muitos problemas com ela. Com isso não estou firmando que o serviço seja melhor ou pior que a Live, até porque não quero iniciar uma competição aqui, apenas dizer que a PlayStation Network tem cumprido o seu papel e apresentando erros e acertos como todos os serviços fornecidos por qualquer empresa.

O interessante é pensar que mesmo com as fabricantes de consoles falando em uma próxima geração, números como esses alcançados pela PlayStation Network servem para nos fazer pensar que está cada vez mais perto o dia em que Sony, Microsoft e Nintendo deixarão o mercado de consoles para focar apenas na distribuição de jogos, filmes e programas através da internet.

Enfim, no fundo eu ainda não vejo essa mudança para "tudo online" com muito bons olhos, mas se pensarmos que ao menos desta forma não precisaríamos gastar uma fortuna num videogame, o cenário já passa a ficar bem mais atraente.

relacionados


Comentários