Home » Indústria » Novidades da Qualcomm no 4G/5G Summit: Snapdragon 675, headset com Alexa e mais

Novidades da Qualcomm no 4G/5G Summit: Snapdragon 675, headset com Alexa e mais

A Qualcomm apresentou em um evento em Hong Kong o processador Snapdragon 675 com foco em games, um headset Bluetooth com suporte a Alexa, uma nova antena 5G e mais.

47 semanas atrás

A Qualcomm mostrou várias novidades no 4G/5G Summit em Hong Kong, como o design de referência de um headset Bluetooth com suporte a Alexa da Amazon que roda em um SoC, o processador de áudio Bluetooth QCC5100; um novo processador focado em oferecer uma melhor experiência em games mobile, além de uma parceria para aumentar o mercado de wearables e testes de 5G.

Cristiano Amon, presidente da Qualcomm no 4G/5G Summit em Hong Kong.

O design de referência do headset Bluetooth com suporte a Alexa foi feito para aparelhos Android que contem com o app Alexa instalado, o que infelizmente significa que nós brasileiros não poderemos usar estes fones de ouvido, já que o app não está disponível por aqui. Além do headset em si, a Qualcomm também um kit de desenvolvimento para uso com o Alexa Voice Service (AVS), assim podemos esperar muitos fones de ouvido Bluetooth com suporte a Alexa em um futuro próximo.

A Qualcomm também aproveitou o evento para lançar seu novo processador intermediário Snapdragon 675, que tem o foco em games, reforçado por várias parcerias com desenvolvedores de games para a otimização de jogos para a plataforma. A Qualcomm aposta no público gamer como alvo principal alvo para seu novo processador, feito no processo de 11 nanômetros.

Além do foco em jogos, o Snapdragon 675 tem recursos de inteligência artificial e tem bom desempenho em câmeras, com suporte para até três delas. O processador chega ao mercado no começo de 2019, levantando o nível da sua categoria com alguns recursos de aparelhos topo de linha. Vale lembrar que o Snapdragon 845 foi apresentado no final do ano passado, e em breve a Qualcomm irá lançar um novo processador no seu segmento, pelo qual aguardamos ansiosamente.

Outro anúncio feito no 4G/5G Summit foi a parceria da empresa com a Samsung para criar uma infraestrutura de small cells para redes 5G. No evento de ontem, o presidente da Qualcomm (e nosso conterrâneo) Cristiano Amon e Woojune Kim da Samsung apresentaram a solução Samsung 5G Small Cell baseada no FSM100xx da Qualcomm, disponível a partir de 2020. Com as small cells, será possível manter a velocidade e desempenho da cobertura 5G mesmo em ambientes fechados.

A Qualcomm também mostrou no evento uma nova versão da sua antena de ondas milimétricas pra 5G, com tamanho 25% menor do que o modelo original lançado em julho, assim os fabricantes OEMs poderão reduzir ou otimizar o design de seus aparelhos. A antena deve equipar modelos lançados a partir do começo do ano que vem.

Em uma parceria com a Ericsson, a Qualcomm fez uma chamada teste bem sucedida em banda sub-6 GHz, a primeira a ser realizada com um dispositivo móvel. A chamada foi feita em Estocolmo, Suécia em uma banda 3.5 GHz, e o aparelho usado foi um smartphone de testes equipado com o modem Snapdragon X50 5G e o rádio 5G NR AIR 6499 da Ericsson. Saiba mais sobre esta chamada no site da Qualcomm. No site da Ericsson, este post fala sobre a parceria entre as duas empresas, e como as bandas 3.5, 28 e 39 GHz estão prontas para o lançamento do 5G.

A empresa contou que as novas câmeras Hero7 da GoPro usam sua plataforma Vision Intelligence, e contam com recursos de machine learning. Ah, não é bem uma novidade, mas um dado interessante, a Qualcomm disse que sua tecnologia Quick Charge já está sendo usada em cerca de 1000 dispositivos (200 aparelhos móveis, 700 acessórios e 100 controladores), o que realmente pode ser uma boa notícia para os que sempre esquecem o cabo em casa e precisam pedir emprestado o carregador de um amigo (baseado em uma história real).

Podemos ver que a Qualcomm aproveitou seu evento 4G/5G Summit pra se posicionar como um dos grandes players no promissor mercado 5G, e também para mostrar que está aberta a fazer parcerias com outras empresas como Ericsson e Samsung pra se estabelecer como referência, e chegar mais rápido aos seus objetivos.

As peças estão posicionadas no tabuleiro, e a estratégia da Qualcomm pra ganhar este jogo é bem clara e definida, pra mim eles sabem muito bem o que estão fazendo e onde estão pisando. Como qualquer coisa no mundo dos negócios, pode até não dar certo, mas sinceramente não vejo como.

relacionados


Comentários