Home » Games » Miscelâneas » Vem aí o Mega Sg, um Mega Drive Full HD e sem emulação

Vem aí o Mega Sg, um Mega Drive Full HD e sem emulação

Após lançar versões melhoradas do NES e do Super Nintendo, a Analogue anunciou que no ano que vem passará a vender um Mega Drive turbinado e que não rodará os jogos por emulação.

39 semanas atrás

Caso você não conheça a Analogue, ela é uma empresa baseada em Seattle que vem se especializando em lançar versões melhoradas de consoles antigos e após colocar no mercado um Nintendinho de alumínio e um Super Nintendo que conseguia ser melhor que aquela miniatura lançada pela BigN, chegou a hora de eles se aventurarem pelos lados da SEGA.

mega-seg

Desenvolvido por Kevin “Kevtris” Horton — um dos principais nomes quando se trata de recriar videogames antigos — e batizado como Mega Sg, o aparelho rodará jogos de Mega Drive (tanto japoneses quanto americanos) e Master System, com planos para que outros adaptadores sejam lançados posteriormente e assim ele passe a aceitar jogos de Game Gear, SG-1000 e SC-3000.

Outra característica interessante do aparelho é que ele poderá ser conectado a um Mega CD ou Sega CD através de uma porta paralela, mas pelo menos por enquanto não existe a possibilidade do 32X ser compatível. O problema estaria na bagunça de fios e entradas necessárias para o acessório funcionar e por isso ele teria que ser replicado na placa FPGA que dará vida ao Mega Sg. Porém, infelizmente não haverá tempo disponível para isso acontecer até o lançamento do videogame.

E por falar em FPGA, o Mega Sg está sendo feito com uma Altera Cyclone V, placa de circuito integrado que pode ser programada para funcionar de maneira semelhante a determinados aparelhos. Com isso a fabricante afirma que os jogos deixarão de rodar por emulação para usar o hardware e assim eles prometem que todos os títulos lançados para o Mega Drive, Master System ou Sega CD serão totalmente compatíveis.

A Analogue aposta tanto nessa ideia de entregar a versão definitiva do videogame da SEGA, que não tem medo de afirmar que ele contará com sinais de áudio e vídeo sem qualquer distorção ou lag. No caso do som este parece ser um desafio e tanto já, já que para os puristas um dos principais problemas da emulação é não conseguir reproduzir com perfeição o áudio do famoso chip Yamaha YM2612. Contudo, a empresa garante que isso será contornado e na parte visual podemos esperar jogos exibidos em 480p, 720p ou 1080p, além de opções para exibirmos scanlines na tela.

Quanto ao exterior, a fabricante oferecerá o Mega Sg em quatro modelos, sendo eles um branco e três variações dos Mega Drive que foram lançados na Europa, Japão e América do Norte. Todas elas serão vendidas pelo mesmo preço, US$ 190, mas saiba que nenhuma acompanhará controles. A boa notícia no entanto é que os periféricos originais funcionarão normalmente e se preferir, você poderá usar o M30, este belo controle que aparece nas fotos e que será vendido pela 8BitDo por US$ 25.

m30 mega-seg-3 mega-seg-2

Com previsão de começar a ser vendido em abril de 2019, o grande problema do Mega Sg sem dúvida é o seu preço, ainda mais quando pensamos por quanto ele poderá chegar ao Brasil. Mesmo assim, está aí um videogame que eu adoraria poder adquirir, mas admito que já ficaria bem feliz se conseguisse colocar as mãos num controle deste.


Analogue Mega Sg - Gunstar Heroes, Sega Genesis & Mega Drive - FPGA - Reference Quality Video

Fonte: Engadget.

relacionados


Comentários