Home » Meio Bit » Android e Linux » Android 9 Pie é oficial; confira todas as novidades

Android 9 Pie é oficial; confira todas as novidades

O Android 9 Pie está entre nós; conheça as principais novidades da nova versão do sistema operacional móvel do Google, enquanto aguarda pela atualização de seu smartphone (que pode demorar um pouquinho).

23 semanas atrás

Ele chegou. Nesta segunda-feira (06) o Google apresentou oficialmente o Android P, cujo nome e número de versão ficou como Android 9 Pie (nada de ".0"). A atualização já foi liberada para dispositivos Pixel elegíveis e na sequência deverá chegar a aparelhos do programa Beta, mas vai demorar um pouco mais para os demais fabricantes o implementarem (como sempre).

Neste texto você confere o que mudou além do sabor do sistema, enquanto aguarda seu smartphone ou tablet Android ser atualizado.

Mudanças na interface

A versão pura do Android 9 Pie traz uma opção mais intuitiva aos clássicos botões de navegação, de modo a introduzir comandos de gestos diretamente no Home. É uma solução parecida com o que a Apple tem no iOS e que a Motorola implementou em seus smartphones mais recentes, onde deslizar para cima exibe todos os apps abertos em segundo plano. Nesse modo o botão Multitarefa não é mais exibido.

As prévias exibidas permitem que o usuário selecione textos sem de fato acessar os apps, enquanto o Home assume a função de slider, de modo a exibir todos os programas deslizando o botão para a direita ou para a esquerda. Claro, o usuário pode optar pela nova interface ou a clássica.

Há outras mudanças menores, porém significativas: os botões de volume agora por padrão ajustarão o volume de execução de mídia e não o de toque; a barra de status foi preparada para suportar melhor telas que utilizam o notch; a tela de Notificações agora exibe Configurações Rápidas do dispositivo; a função de Captura de Tela recebeu um editor de imagens próprio, além de ser acionado apenas segurando o botão Power (a opção aparece junto com os comandos Desligar e Reiniciar); e um botão que confirma a rotação da tela quando segurando o dispositivo em modo paisagem.

O Android vai cuidar de você

O Google não quer que os usuários vejam seus smartphones como um estorvo, nem que eles fiquem viciados nas telinhas. Para combater isso o Android 9 Pie conta com recursos de Bem-estar Digital, com ferramentas apuradas para um melhor controle do que você anda fazendo com seu gadget.

As novidades incluem:

  • um novo Painel de Controle vai exibir tudo o que você faz, desde o tempo que você gasta com cada aplicativo, quantas vezes você desbloqueou o aparelho, quantas notificações você recebeu, quanto tempo passou vendo vídeos no YouTube (dados de desktop inclusos) e etc.; com esses dados, o usuário poderá montar um plano de uso mais adequado à sua rotina que lhe permita fazer outras atividades sem desperdiçar tempo;
  • um Timer de Apps, que impõe um limite diário de tempo nos aplicativos e torna o ícone cinza para lembra-lo de seus objetivos; o Google não deixou claro se o recurso será ligado a controles parentais, o que seria uma boa alternativa;
  • o recurso Wind Down é voltado para a hora de dormir: ele ativa a Iluminação Noturna ao escurecer, ativa o modo Não Perturbe e deixa a tela em tons de cinza; além disso as notificações são completamente silenciadas, assim nada vai atrapalhar o seu sono de beleza.

Os recursos de Bem-estar Digital chegarão aos dispositivos Pixel apenas no terceiro semestre e em smartphones do programa Beta até o fim do ano, mas você já pode testa-los através deste link.

AI, AI Everywhere

O Google também incluiu recursos de Inteligência Artificial no Android 9 Pie, principalmente para melhorar a eficiência do sistema e oferecer melhores recursos de produtividade. A Bateria Adaptativa, por exemplo vai identificar quais aplicativos são mais utilizados do que outros, limitando a energia gasta nos menos acionados e liberando nos que o usuário usa com mais frequência.

Já com o Brilho Adaptativo, outro algoritmo detecta não só a quantidade de luz do ambiente mas também as preferências do usuário, evitando de escurecer ou iluminar demais a tela mesmo que entenda que é necessário, contrariando o que você realmente quer fazer.

A bandeja de apps do Android 9 Pie deixará de sugerir os cinco mais mais utilizados, e passará a destacar os mais relevantes com base nos seus gostos e logo abaixo exibirá as Ações nos Apps, ou App Actions, ações a serem utilizadas de modo a prever o que você fará a seguir. Por exemplo: se você conectar seu fone de ouvido o sistema vai sugerir o Spotify, ou a busca por um filme disparará uma ação para abrir o app de ingressos.

Já o Slices trará funções de apps para o motor de busca, carregando parte da interface dos mesmos. Digamos que você queira usar o Lyft; ao digitar o nome do app na barra de pesquisa, o Android vai carregar uma "fatia" do app (daí o nome "Slices"), exibindo o tempo que vai levar até um motorista chegar até você, bem como o valor aproximado de uma corrida até a sua casa.

Mais segurança

O Google tomou tenência: o Android 9 Pie restringiu o acesso à câmera, microfone e demais sensores do smartphone por apps rodando em segundo plano ou ociosos; quando os mesmos precisarem acessar um deles o sistema exibirá uma notificação, tudo para combater apps maliciosos. já o backup do Android também poderá ser protegido por criptografia, através de uma senha, PIN ou padrão e também oferece recursos de biometria; além disso o Google copiou o Secure Enclave do iOS e oferece proteção de dados sensíveis em um chip dedicado.

Para proteger seus dados na internet, o sistema utiliza o protocolo de segurança Transport Layer Security (TLS) como padrão e o DNS over TLS como camada extra, para criptografar todos os dados transmitidos e evitar ao máximo ataques externos, como o clássico MitM (Man-in-the-Middle).

O que mais?

Há uma série de ajustes e implementações, tais como:

  • suporte nativo a sistemas duplos ou triplos de câmeras principais, essencial para o tratamento de efeitos em imagens como desfoque de fundo ou planos em cores/preto-e-branco;
  • suporte nativo a dispositivos com telas de proporção mais alta, como 18:9 e daí por diante;
  • Bluetooth permite a conexão de até cinco dispositivos simultâneos e permite alternância entre eles, mas chamadas recebidas serão enviadas para todos; o volume definido por último em cada um deles também é memorizado;
  • suporte a HDR no formato VP9 Profile, já compatível com filmes exibidos no YouTube e Google Play Filmes;
  • suporte a imagens no padrão HEIF, introduzido pela Apple que oferece uma maior compressão que o JPEG, mantendo a qualidade das imagens;
  • suporte ao Unicode 11.0, que trará mais 150 emojis.

Quando meu aparelho será atualizado?

Esta é a pergunta que todo mundo se faz a cada ano. Como de praxe quem possui um Google Pixel, Pixel XL, Pixel 2 ou Pixel 2 XL já pode instalar a nova versão do Android, liberada via over-the-air (OTA) ainda nesta segunda-feira (06).

Já os dispositivos participantes do programa Android Beta (Nokia 7 Plus, OnePlus 6, Oppo R15 Pro, Sony Xperia XZ2, Vivo X21 UD, Vivo X21 e Xiaomi Mi Mix 2S) receberão o update até o quarto trimestre, junto com os aparelhos do programa Android One (Nokia 6.1, Nokia 7 Plus, Nokia 8 Sirocco, Xiaomi Mi A2 e Mi A2 Lite).

"E quanto ao resto?", você se pergunta. Como sempre, a atualização para o Android 9 Pie depende inteiramente das fabricantes e operadoras, e o máximo que o Google pode fazer, como já fez é liberar a versão final do sistema pelo Android Open Source Project (AOSP). Dentre os demais parceiros apenas o Essential Phone já foi atualizado, o que mostra o compromisso com os consumidores da companhia do "pai" do Android Andy Rubin.

Oficialmente nem Samsung, LG, Huawei, Motorola e etc. se posicionaram sobre quais aparelhos serão ou não atualizados, portanto qualquer informação diferente de "só nos resta esperar" é especulação; com o tempo, conforme informações oficiais forem liberadas voltaremos ao assunto.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários