Oitava geração — o Xbox One está atrás do PS4 por 3,12 milhões de unidades (nos EUA)

Laguna_PS4_vs_Xbox_One_US

Acho o Xbox One original menos feio que o PS4 (crédito: GameBlog)

Um dos motivos pelos quais o tio Laguna elaborou as colunas de vendas (a saber NPD Group, Media Create/Famitsu e SELL FR), além do interesse pelo tema, foi para não depender cegamente dos cálculos de sites como o VGChutes VGChartz durante a oitava geração. Só que este final de semana me deparei com um cálculo deles sobre o mercado norte-americano que resolvi investigar e… os números bateram.

Somando os números de 2013, mais os acumulados entre 2014 e 2016, 2017 e as vendas acumuladas em 2018, até o mês de maio, confirmo que aquele site acertou a situação da oitava geração nos Estados Unidos. Os dados acumulados em questão são os seguintes:

VENDAS DE HARDWARE NOS ESTADOS UNIDOS
Plataformabase instalada total (até maio de 2018)
PlayStation 424.469.437 unidades
Xbox One21.351.205 unidades
diferença →3.118.232 consoles (PS4)

O que esses números todos me dizem?

Bom, primeiro que a marca Xbox é bastante forte nos EUA: especulo que o Xbox One tenha vendido pouco menos de 40 milhões de consoles pelo mundo, então temos somente naquele mercado mais da metade da base instalada global. Segundo: embora o Xbox 360 tenha sido o grande vencedor da sétima geração nos Estados Unidos, ultrapassando o Wii e ambos bem na frente do PS3 por lá, infelizmente, por uma grande soma de fatores, o Xbox One não conseguiu replicar tal sucesso. Ao menos a Microsoft (leia-se Phil Spencer e centenas de colaboradores) tem feito de tudo para não deixar a diferença crescer ainda mais na terra natal.

Terceiro ponto: a Sony não depende muito do mercado norte-americano. Um dos últimos dados oficiais da empresa dizia que mais de 70 milhões de consoles PS4 foram enviados às lojas do mundo todo. Isso em dezembro de 2017. O tio Laguna pode arriscar dizer que até maio de 2018 a Sony deve ter alcançado os 80 milhões de consoles PS4 vendidos pelo mundo, o que significa que para a Sony os Estados Unidos representam apenas 30% do mercado. Realmente a MSFT depende demais dos EUA.

Vale lembrar que no Japão o Xbox One praticamente inexiste e o PS4 acumulou “apenas” 6,88 milhões de unidades. Isso não é nem 10% da base instalada mundial do console da Sony. Onde estão os outros 61% do mercado do PS4?

Europa, África, Oriente Médio e Sudeste Asiático, lugares onde a Sony possui logística e marketing invejáveis. Na América Latina, apenas no Brasil e México o Xbox One vence, mas somente quando consideramos o mercado oficial. No importabando, dá-lhe Sony. Empate temos na Índia, mas lá o mercado de consoles, oficial e/ou cinza, é pequeno demais.

Se a divisão Xbox deseja ter sucesso com o Projeto Scarlet, que comece a investir pesado em conteúdos, logística e marketing nos locais onde o Xbox One falhou. Apenas Estados Unidos e Reino Unido não sustentam uma plataforma de games. A Microsoft tem até novembro de 2020, provável data de lançamento de um novo Xbox, para acertar todos os detalhes do próximo console. Já a Sony não está nem aí, pode ser mais paciente quanto ao PS5.

Base instalada do Wii U nos EUA? Ninguém se importa. Nintendo Switch? Assim como o Dreamcast pertence à sexta e não à quinta geração, considero o híbrido como da nona geração.

Fonte: VGChartz via GameBlog.

Relacionados: , , , , , , , ,

Autor: Emanuel Laguna

O “tio Laguna” nasceu no Siará em meio à Fortaleza de 1984. Sempre gostou de brincar de médico com os aparelhos eletrônicos e entender como um hardware dedicado a jogos funciona, mas pretende formar-se como Engenheiro Eletricista qualquer dia. Antes apaixonado pelos processadores gráficos desktop, vê nos smartphones, tablets e outras geringonças mobile o futuro da computação.

Compartilhar