Home » Internet » IGTV: Instagram apresenta sua arma contra o YouTube

IGTV: Instagram apresenta sua arma contra o YouTube

O Instagram apresentou seu hub de vídeos IGTV e confirmou o novo limite de 1 hora para uploads, mostrando que está de olho nos youtubers e no seu público.

1 ano atrás

Montagem com a marca do IGTV (Instagram) com a borda no formato e na cor vermelha da marca do YouTube.

Em uma tentativa de conquistar os criadores, influenciadores e especialmente o público do YouTube, o Instagram anunciou hoje oficialmente o IGTV, uma área exclusiva para vídeos de celebridades*, que vai ficar na aba da lupa no topo do app, em cima dos Stories. Se o conceito lembra o "em alta" do YouTube, não é por mera coincidência, mas o IGTV também tem seu próprio app dedicado.

O objetivo do Instagram é aproveitar o desânimo de muitos youtubers com a plataforma, que tem inclusive vários motivos para estarem insatisfeitos. Claro que nada disso iria adiantar se os vídeos não pudessem ser mais longos. Confirmando um rumor do mês passado, os vídeos agora terão um limite generoso de 1 hora para vídeos, uma mudança bem radical em relação ao mísero um minuto disponível até agora.

Pelo próprio nome, o IGTV não quer só roubar espectadores do YouTube, mas também dos canais tradicionais de TV, usando como diferencial o conteúdo produzido na vertical e em tela cheia, sob medida para os smartphones dos usuários, o que não acontece no YT e muito menos na telinha. No post em em seu blog de negócios, o Instagram diz que em 2021, os vídeos serão responsáveis por até 78% do total do tráfego mobile.

Será que isso vai ser suficiente para roubar o espaço do YouTube? Talvez com um app próprio para o IGTV, sem misturar com o feed de fotos, mas da forma como foi apresentado, eu pessoalmente acho que não. De qualquer maneira, é bom que o YT fique bem esperto, e eu não recomendaria menosprezar o Instagram depois do que eles fizeram com o Snapchat usando as próprias armas do adversário.

É claro que o YouTube não está parado esperando o bote do Instagram, muito pelo contrário, estão apostando tudo na sua própria estratégia, investindo em conteúdo original através do YouTube Red, só resta ver se isso vai dar frutos um dia. Enquanto fazem isto, podiam aproveitar para prestar mais atenção no que querem e no que dizem os seus criadores, que são seu maior patrimônio, não custa nada, e pode apostar que o Instagram está de olho em todos eles.

A bem da verdade, a batalha não precisa ser vencida para a estratégia do Instagram dar certo. Na pior das hipóteses, o app vai aumentar seu já imenso público diário, e se conseguir convencer pelo menos parte dos produtores de conteúdo a apostarem mais na sua plataforma, já estará no lucro. Por enquanto o YouTube segue na zona de conforto, mas se alguns dos mais importantes decidirem abandonar o barco, as coisas podem se complicar, e seu céu não ser mais tão de brigadeiro assim.

Clique aqui para fazer o download do IGTV no Google Play ou na App Store.

* Segundo dica do amigo NerdPai pelo Twitter, confirmada neste post, não são só celebridades, qualquer um vai poder ser um criador do IGTV. 

Atualização

Como foi dito nos comentários, a monetização dos canais não está disponível nesse primeiro momento, mas não é por isso que o FB vai deixar de ganhar dinheiro com o IGTV, prova disso é que ontem mesmo foi lançado um canal brasileiro patrocinado pela empresa L'Oreal, o da youtuber Luísa Sonza.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários